You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

24/05/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home

Aliquam nec cursus pretium Sed adipiscing orci convallis vel dignissim amet. Auctor Ut mus metus lacinia ipsum pretium dolor nascetur odio Phasellus. Quis feugiat Cras habitant Proin molestie Ut Ut auctor ipsum ornare.

‚ÄúFiat Lux‚ÄĚ sobre as nossas esperan√ßas

Mais uma vez a cidade de Nobres vive os sobressaltos na conturbada rela√ß√£o entre o setor p√ļblico e o privado na quest√£o da sa√ļde. Essa ‚Äúincompatibilidade de g√™nios‚ÄĚ j√° dura mais de duas d√©cadas e todos os gestores que passaram por Nobres nesses √ļltimos anos tiveram que se dobrar aos des√≠gnios do setor privado na √°rea da sa√ļde p√ļblica.

O hospital conveniado, Laura de Vicu√Īa, desta vez, cobra regularidade nos repasses aditados em contrato, e o munic√≠pio aponta crise sem precedentes na economia, que afeta a maioria dos munic√≠pios brasileiros nesta segunda fase da era Dilma Roussef, recheada de altas nos pre√ßos, corrup√ß√£o e revolta da popula√ß√£o por conta dos aumentos abusivos nos pre√ßos dos combust√≠veis, t√£o logo se tenha cometido mais um dentre os muitos ‚Äúestelionatos eleitorais‚ÄĚ perpetrados no Pa√≠s das promessas.

Aqui, diante das nossas rogativas paroquiais, os problemas financeiros s√£o discutidos ao melhor estilo de um ‚Äúcongresso de lavadeiras‚ÄĚ, √† beira rio, com muito bl√°-bl√°-bl√° e informa√ß√£o levada de boca em boca acerca da escassez de dinheiro e das crises de relacionamento por conta do tal ‚Äúvil metal‚ÄĚ.

A dire√ß√£o administrativa do hospital conveniado atira para todos os lados e bota a boca no trombone, pressiona e fala at√© o que n√£o deve a um setor da imprensa √°vido pelas not√≠cias que n√£o sejam nada alvissareiras. Recentemente, por conta desse muito falar, entrou em cena a informa√ß√£o indesejada de que o paciente √© tratado √† luz da Lei de Tali√£o... olho por olho, dente por dente. Se for mal educado, ser√° tratado assim. Se for polido, igualmente, ser√° tratado com diplomacia e aos olhos do sistema ‚Äúbig brother‚ÄĚ, instalado para captar os n√≠veis de educa√ß√£o de quem anda correndo atr√°s de melhorar a pr√≥pria sa√ļde.

O muito falar n√£o introduz na mente de ningu√©m que o cidad√£o comum seja obrigado a entender de Protocolo de Manchester e que o seu estado de sa√ļde requer, antes de tudo, pr√©-avalia√ß√£o sobre os seus conceitos acerca da boa educa√ß√£o, ainda que as dores abdominais, febres ou disenterias estejam lhes facultando a raz√£o e esteja possu√≠do apenas pela emo√ß√£o.

Mas, sem fugir do assunto, o tema principal agora √© falta de dinheiro e aquele que exerce a intermedia√ß√£o e paga, reconhece a d√≠vida, mas tamb√©m lembra que havia um protocolo firmado em que a contrata√ß√£o n√£o poderia ultrapassar o limite do ‚Äúimpag√°vel‚ÄĚ, evitando-se com isso que n√£o ficasse aquele saldo estratosf√©rico deixado pelo governante passado, quitado por quem herdou o caos.

A quebra de protocolos, de reconhecida pen√ļria financeira e o de Manchester, que imp√Ķe ao cidad√£o uma paci√™ncia incomum quando ele mais precisa... na hora da sua morte e antes do am√©m, poderia levar todos a uma reflex√£o, de como sobreviver em tempos de crise sem lan√ßar m√£o do muito falar, que n√£o resolve e nunca resolveu problema algum.

Ent√£o, o atual governante, Sebasti√£o Gilmar L. da Silva, √© mais um que enfrenta essa mesma procela, de anos a fio; agora, com todas as ora√ß√Ķes direcionadas para a luz que foi acesa l√° no fundo do t√ļnel pela alta c√ļpula do Rotary Club de Nobres. Seria o farol de todas as esperan√ßas e ora√ß√Ķes depositadas por todos aqueles que desfraldam as bandeiras da f√© de que um dia em Nobres se estabelecer√° um novo marco em sa√ļde, longe dos protocolos que tolhem vontades e sepultam as mais verdes das esperan√ßas.

 

Tráfego pesado, buracos e críticas

A cidade de Nobres convive h√° anos com um ‚Äújogo de empurra‚ÄĚ intermin√°vel da classe pol√≠tica e os resultados pr√°ticos disso tudo est√£o nas avenidas centrais da cidade, onde os buracos proliferam a cada esta√ß√£o chuvosa e onde est√£o implanta

TRINCHEIRA XLI

Cenário em Transição

A mudan√ßa de partido do governador Pedro Taques, saindo do PDT para o PSDB ou PSB pode provocar mudan√ßas consider√°veis no cen√°rio pol√≠tico mato-grossense e por aqui, por Nobres, caso ele prefira tucanear. Como ser√° que v√

Last Updated ( Wednesday, 08 April 2015 01:10 )

Do lado de c√° do horizonte

A cidade de Nobres ou qualquer outra do interior do Brasil que tenha um gestor que preze pelo voto do eleitor, n√£o vai, jamais, executar obras que n√£o sejam vistosas, fara√īnicas ou estilosa, feito um elefante branco na paisagem de alguma savana, p

No nosso tempo...

No nosso tempo...
Read more...
Page 9 of 38

Trincheira LV

Palpite A√≠? Acusado de vender senten√ßa, o juiz de MT, Evandro St√°bile, al√©m da tornozeleira eletr√īnica, est√° proibido de frequentar qualquer ZBM, boteco ou arriscar jogar uma caixeta, pif-paf ou truco. Nem arriscar fazer uma fezinha no Le√£o ele est√° podendo, dar palpites para o milhar, menos

Economia ou oportunismo?

Apesar do clima de desconfiança que ronda o interesse dos políticos pela PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que trata da prorrogação do mandato de prefeito e vereadores até o ano de 2.022, há uma forte de tendência de que o objetivo possa ser alcançado. A proposta, de autoria do deput
Banner
Banner
Banner
Banner