You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

19/10/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política População Orçamento para 2014 tem previsão orçamentária de 18.42% a mais

Orçamento para 2014 tem previsão orçamentária de 18.42% a mais

E-mail Print PDF

                   Se em 2013 o governo municipal trabalhou praticamente no vermelho, com o orçamento público engessado em face dasAudiencia Saude 3 dívidas herdadas, em 2014 não será tão diferente,

apesar do acréscimo de 18,42% na previsão orçamentária para o próximo exercício. No exercício que está se findando, a previsão orçamentária foi de R$ 40.500.000,00 e para 2014, o Orçamento Geral para do Município de Nobres através da Lei Orçamentária Anual (LOA) estima que entre receita e despesa os números ficarão em R$ 52.957.000,00.
                 O Legislativo que teve orçamento de R$ 1.680.000,00 tem receita prevista de R$ 1.848.090,00 para o ano que vem. A Saúde, que teve previsão orçamentária de R$ 7.956.000,00, para o próximo ano terá acréscimo orçamentário de 10,61%, passando a R$ 8.800.000,00.

(Foto/Ascom-PMNBS/Divulgação: A saúde conveniada ainda é o grande dilema do governo e motivo para muitos debates).


                   Os gastos com obras públicas que estão previstos para 2014 somam R$ 7.480.000,00, superando os R$ 6.750.000,00 do ano anterior.
Obviamente que, na medida em que se arrecada, também há os gastos com manutenção da máquina, que cresce com os gastos públicos em máquinas, combustíveis, lubrificantes, pessoal, serviço executado e serviço terceirizado. Tal e qual o orçamento familiar, o que se ganha é investido nas despesas domésticas entre serviços "comprados" (água, luz, telefone, internet, trabalho doméstico, supermercado, escola e outros). E se não haver economia doméstica, o orçamento fica apertado.
               No setor público, as dívidas herdadas representam um "rombo" que compromete o orçamento e os investimentos em escolas, creches, saúde pública, asfalto, saneamento básico, entre outras necessidades.
O papel do governante é administrar de forma coerente, séria e responsável o orçamento público, oriundo das receitas geradas a partir dos impostos em cascata pagos pelo cidadão. Nos postos de saúde ou nos atendimentos através do SUS (Sistema Unificado de Saúde), é comum ver-se afixado nas paredes a citação "atendimento gratuito", o que é uma mentira deslavada. Tudo neste país é pago pelo cidadão, seja ele rico ou pobre.
                     Como também é mentira, ficar pregando por aí apenas a receita sem se deduzir desta as despesas públicas, que não são poucas. E quando surgem os precatórios ou qualquer dívida com ordem judicial para pagamento imediato? Seja qual for o valor, ele é extraído do orçamento público para pagar dívidas herdadas e deles não escaparam nem mesmo aqueles que deixaram o município de Nobres um pouco mais pobre em suas respectivas gestões.
                        Dessa forma, acredita-se que a administração municipal de Nobres adeque-se a uma nova realidade e que o prefeito Sebastião Gilmar avalie o governo que praticou e com quem praticou em 2013 para que em 2014 as coisas e fatos sejam um pouco melhores que neste ano que ora se finda.
Muitos dos que integram a equipe de governo acreditam que seja hora de cobrar mais resultados e uma melhor prestação de serviços aos munícipes. Logo...


                     É preciso reconhecer que a saúde (pública e conveniada) ainda é o Calcanhar de Aquiles de mais um governo em Nobres.

 

Trincheira LV

Curva Famosa Logo após a aquela travessia pelo Córrego Cocalzinho, tem-se o início de uma curva acentuada com ângulo bem acima dos 50º, segundo os nossos cálculos (Zero de Matemática). É a denominada curva do Pocotó, bem próximo à Estância “Rabo de Fora” (sei lá, por quê?). A fama d

Imagem reversa

O setor industrial em Nobres tem a intenção de mudar alguns conceitos e até pré-conceitos sobre a indústria da mineração em Nobres. Sabe-se que o setor quer mostrar que não é o grande vilão da história e que contribui para a melhoria e o desenvolvimento do município. Na verdade, a indúst