You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

28/05/2020
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política Infraestrutura A arte de “lavar as mãos”: privatização de rodovia soa como afronta à inteligência

A arte de “lavar as mãos”: privatização de rodovia soa como afronta à inteligência

E-mail Print PDF

Buracos na MT 010 1A inclusão da rodovia estadual MT-010 no pacote das prováveis rodovias a serem privatizadas,

soa como uma afronta à inteligência popular após a sua construção com recursos públicos, captados do próprio contribuinte, a ser penalizado mais uma vez com a cobrança de pedágio.

Cerca de 111 kms de estradas, com 35 kms deles construídos há mais de 20 anos, no trecho compreendido entre Cuiabá e Guia, a pavimentação do trecho entre Guia, Acorizal e Rosário Oeste ocorreu na gestão do então governador Blairo Maggi, e desde então, a rodovia não mereceu mais nenhuma atenção do governo, salvo raríssimas atividades de tapa buracos, cujos gastos dispendidos são desconhecidos.

Desde dezembro de 2013 até agora, a rodovia vem apresentando muitos buracos em seu pavimento, principalmente no trecho considerado novo, entre Guia e Rosário Oeste, passando pelo trevo de Acorizal, sem a devida manutenção, o que vem causando prejuízos a muitos motoristas. O tráfego pesado tem sido constante na MT-010, por onde trafegam carretas, caminhões e ônibus.

Sem manutenção, a população do Distrito da Guia, distante de Cuiabá a pelo menos 35 kms, tem protestado contra as condições da rodovia, causa de muitos acidentes com vítimas fatais.

Da Guia até Acorizal, a MT-010 apresenta muitas deficiências na pista, além de alguns buracos homéricos, revelando patologias crônicas na implantação do pavimento.

E quem deve pagar essa conta da privatização de uma rodovia pavimentada com recursos dos próprios cidadãos são os contribuintes, na maioria, de baixo poder aquisitivo, residentes em sítios, chácaras, assentamentos e pequenas propriedades localizadas às margens da MT-010, entre Guia, Acorizal e Rosário Oeste.

Isso é péssimo para os candidatos que tentam a reeleição e usufruíram dos votos dos milhares de eleitores localizados no universo dessas localidades que usufruem da MT-010, com condições de vida aquém daqueles empresários do agronegócio que circulam pela rodovia estadual, denominada "Rodovia da Vida".

A privatização da MT-010 pode "ferir de morte" à economia de milhares de pessoas que realmente necessitam da estrada estadual. O governo estadual está se tornando um exímio cobrador de impostos, muito além do que já era, tanto quanto demonstra avidez em arrecadar famigerada e impiedosamente do contribuinte e "lavar as mãos" diante dos problemas.

Estado Caótico

Nos últimos dias, a situação da estrada estadual MT-010 se apresenta cada vez mais caótico, com buracos enormes no trecho entre Guia e Acorizal. O Fethab, que seria utilizado em estradas e na habitação não aparece, ao menos é o que se vê no panorama das estradas. Arrecadar impostos e não utilizá-los devidamente e ainda passar a responsabilidade para a iniciativa privada com nova taxação sobre o contribuinte é tão fácil quanto tomar doce de criança, segundo a linguagem popular.

Até quando, esse "lavar as mãos" do governo, que só quer os bônus, mas não gosta de arcar com os ônus?

 

TRINCHEIRA LVII

Fatos Novos Tem gente se roendo para saber como anda os bastidores da política em Nobres. Parece que não há céu de brigadeiro e muita gente anda acreditando em revolução. Será mesmo? Muito boato sendo espalhado e nada de novo, salvo a confirmação daquilo que todos já sabiam, que Esmeraldo f

Protagonismo democrático

A construção de uma quantidade está longe de representar qualidade, mas é possível estabelecer uma amálgama entre esses dois elementos? Quando o cenário é político, a fusão de quantidade e qualidade talvez ocorra, mas só será possível medir esse resultado quando todas as variantes se co
Banner
Banner
Banner
Banner