You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

12/11/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política Local Sob nova Mesa Diretora, primeira sessão é tranquila

Sob nova Mesa Diretora, primeira sessão é tranquila

E-mail Print PDF

Vereadores pontuam discursos em favor da superação e

contra atitudes descabidas e isoladas

 

 

ABERTURA 1A Câmara Municipal de Nobres voltou a se reunir

em caráter ordinário pela primeira vez em 2015, com a nova composição da Mesa Diretora, agora, presidida pelo vereador Odison Araújo de Souza (DEM). O ato público foi realizado na noite de 13 de fevereiro de 2015, a partir das 19:00 horas, com a presença de dez dentre onze parlamentares. O presidente da Casa de Leis, eleito em dezembro de 2014, Odison Araújo, foi bastante cumprimentado pelos seus pares que lhe desejaram boa sorte no comando daquela instituição.

 

Além de analisar as matérias constantes da pauta dos trabalhos, os discursos dos parlamentares municipais foram pontuados pela proposta de superação, de obstáculos e contra comportamentos individuais que possam depor em desfavor da relação entre os poderes. Não se trata de discursos em que as posições possam ser divergentes e o papel oposicionista será sempre respeitado, mas algumas falas foram contra a forma de abordagem, agressiva e descabida, em momento que todos buscam a melhoria da imagem da instituição que representam.ABERTURA 2

 

A primeira a se posicionar em favor da unidade foi a vereadora Maria Sidnei Modesto (PP), que disse dar a sua contribuição ao fiscalizar e cobrar direitos dos cidadãos. De acordo com Maria Sidnei, conhecida popularmente por Neidinha, o mais importante é buscar as respostas que a população anseia, sem que para isso tenha que exercer o seu papel com truculência.

 

Para o vereador Flávio Rondon (SD), Nobres precisa muito mais de pessoas que possam contribuir, colaborar e não seria pelo fato de alguém estar fora do poder que não possa querer ver o seu município melhorar. O parlamentar do Solidariedade aponta que as críticas desferidas pelas redes sociais não se direcionam as pessoas, mas denigrem a imagem do município e quem vai querer investir em um município “desmoralizado”, onde as pessoas desvirtuam a própria casa?

 

O vereador Adelian Messias também tem posição firmada de que é preciso acreditar no que esta por vir, nas obras que estão em andamento e naquelas que estão projetadas e devem sair do papel. Analisou como positivas algumas ações na área da saúde e apontou que espera ver os problemas dos medicamentos solucionados.

 

O vereador Joilson da Costa (SD) saiu em defesa do secretário de Saúde, Elcio Manoel de Oliveira, e preferiu ver o lado positivo com a aquisição de dois veículos, de uma caminhonete e apontou que a centralização dos medicamentos é uma exigência normativa e que na farmácia central há medicamentos que podem ser repassados aos postos nos bairros. Joa estranhou que só haja crítica e ninguém queira ver o lado positivo. Aparteado pelo colega Odison, este citou a aquisição de uma nova ambulância, que fará parte da frota municipal.

 

Manoel Fermino Pinho (DEM), seguramente, é o vereador mais matreiro dos últimos anos e capaz de expor as suas ideias, nem tão sólidas, mas com perspicácia e jogo de cena. Entre 2013 e parte de 2014, foi duramente atacado pelo então vereador e presidente da Casa, Rállide Andrade (PDT), e parece que saiu ileso daquela situação.

 

Nessa nova versão, 2015, Manoel Fermino (foto) se utiliza da mesma velha tática de bater e assoprar, de esmurrar eABERTURA 3 depois massagear. Criticou o secretário de Saúde por conta da falta de medicamentos no posto de saúde do bairro Jardim Glória para, em seguida, citar a luta ferrenha do prefeito Sebastião Gilmar para que a obra da rodoviária tivesse início.

 

Pinho destacou que ele próprio seria o vereador campeão de emendas parlamentares que beneficiaram Nobres, se lembrando dos equipamentos (trator e carretinha) para a agricultura, que conseguiu através do deputado federal Homero Pereira, já falecido; e ainda os recursos de mais de R$ 400.000,00 conquistados através do senador Jaime Campos (DEM) para a revitalização da rodoviária.

 

 

ABERTURA 4O líder do governo na Câmara de Vereadores, Silvestre Campos (PR), começou as suas argumentações de forma contrária as atitudes do vereador Joel Júnior (PP) durante a pré-reunião, realizada pela manhã, em 13 de fevereiro. Para Silvestre, é necessário que a Mesa Diretora intervenha e coloque fim a esse tipo de postura, agressiva e descabida.

 

Silvestre Campos (foto) pediu paciência e apontou que o governo está construindo uma nova realidade e que as coisas vão acontecer daqui pra frente. Mas Silvestre também destacou que a pasta da Saúde ainda está dever e que algo precisa ser feito para que os reclames cessem naquele setor.  

 

As matérias constantes da pauta foram votadas, algumas em primeiro turno e aquelas que tiveram tramitação normal, foram aprovadas em turno único, inclusive a que trata de reposição salarial de 7% aos servidores do Legislativo, apenas os servidores civis, é bom que se diga.

 

Ausente, o vereador Joel Júnior (PP), não apresentou justificativa e se o fez, não foi lida ali.

ABERTURA 7

ABERTURA 5

 

 

Trincheira LVI

Sem Rumo Tem gente dando pulos por conta do mais absoluto repensamento de objetivos. Não sabe se vai ou se fica, mas a verdade é que a Lei Eleitoral mexe com muita coisa na política paroquial e alguns partidos serão meramente figurantes nas próximas eleições municipais. Se não houver uma reav

Rumos e Definições

A política municipal em Nobres parece que converge para um rumo que difere completamente do sistema político nacional. Longe da crise de confiança estabelecida no cenário nacional a partir da corrupção que ainda é marca nacional e a política exercida sorrateiramente por antigas cobras de um
Banner
Banner
Banner
Banner