You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

19/08/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política Infraestrutura Ponte que ameaça cair foi alvo de reclamações no dia da sua entrega

Ponte que ameaça cair foi alvo de reclamações no dia da sua entrega

E-mail Print PDF

Em 03 de maio de 2013, por volta das 10:00 horas, do outro lado do rio Cuiabazinho, após a ponteP FORQ 1 da Forquilha,

em uma propriedade rural localizada a 200 metros, margem esquerda, debaixo de frondosas mangueiras, se encontravam as principais autoridades locais e regionais, entre as quais, três deputados estaduais, dois prefeitos, vice-prefeito de Rosário Oeste, vereadores, membros da imprensa e populares. (Foto: Arquivo/Tribuna de Nobres: Inspeção na ponte da Forquilha).

 
Todos estavam ali para a inauguração da ponte sobre rio Cuiabazinho, que leva à localidade de Forquilha do Rio Manso, com direito a churrasco e discursos sobre a obra. Os deputados, à época, José Domingos Fraga, Dilmar Dal Bosco e Ayrton Português participaram do evento festivo. Os prefeitos de Nobres e de Rosário Oeste, Sebastião Gilmar e João Balbino, respectivamente, estiveram presentes ao ato, indiferentes aos interesses econômicos de seus municípios, mas preocupados com o melhor para aquela comunidade.
Uma das primeiras vozes a se levantar contra a qualidade da obra foi a do jornalista Haroldo Assunção, que já trabalhou em Nobres e estava a serviço de um site de notícias naquela oportunidade. Sem gravar entrevista, Assunção comentou que o valor pago pela obra era astronômico, considerando-se a sua qualidade.
Em seguida, indiferente ao ato festivo, a vereadora Ângela Maria Godoés, a Tetê, chamou um representante, supostamente, da Sinfra, para acompanha-la na checagem da obra. O prefeito de Nobres acompanhou o grupo e com seus assessores, se dirigiram até debaixo da ponte, onde verificaram de perto a estrutura da ponte que estava sendo entregue naquele dia.
O técnico responsável pela Secretaria de Estado de Infraestrutura acompanhou tudo e lá debaixo das mangueiras o churrasco prosseguia. A vereadora Tetê alegava que a estrutura da obra deveria ser revista e melhorada.
Recém eleito, entrando no seu terceiro mês de mandato, o prefeito de Nobres ouviu os reclames da vereadora, consciente de que os interesses de Rosário Oeste e de Nobres pelo ponto de travessia são iguais. O ICMS gerado através da atividade comercial é redistribuído pelo estado aos municípios e o que se leva em conta é a distância da localidade em relação à sede do município de Rosário Oeste é um pouco maior, com cerca de até 80 kms de distância, ao passo que até Nobres chega a 18 ou 20 kms.
P FORQ 2A estrada é estadual e sobre ela já geraram muitas controvérsias e um "rio" de promessas.

 


Dias mais tarde, o proprietário de área rural na Forquilha, Juvêncio Abade (foto, com Barranco, ao centro), encaminhou ao então superintendente do Incra, Valdir Barranco, levantamento fotográfico e avaliação sobre a estrutura da ponte.
Falou-se, aleatoriamente, que o Incra teria condições de levantar recursos para a construção apenas dos pilares de concreto, sendo que o assoalho da ponte seria de madeira. Mas ficou só nisso e a ponte interessa tanto a Rosário Oeste como a Nobres, contrariando algumas informações de cunho meramente político.
O diretor de uma empresa de vídeo, responsável pelo canal televisivo que opera em Nobres, já acompanhou em várias reportagens a situação da ponte, que andava balançando e ameaçava ruir. À época, a opinião de vereadores e assentados rurais era uma só, a urgente necessidade de recuperação da ponte.
Agora, quando a ponte ameaça ruir, o interesse parece ser só de Nobres, mas lá atrás, ainda em março de 2013, eram poucas as vozes que se ergueram contra a qualidade da obra.
Recentemente, na sede do município de Santa Rita do Trivelato, o governador Pedro Taques foi incisivo em seu discurso, prometendo acabar com aquilo que ele definiu como sendo a "indústria das pontes de madeira".
Como a ponte está em uma rodovia estadual e a sua qualidade foi questionada quando da sua P FORQ 3entrega, em março de 2013, a iniciativa da vereadora Tetê Godoés, de reclamar a quem de direito, é louvável. A percepção do jornalista Haroldo Assunção, à época, pode se juntar aos reclames do assentado rural Juvêncio Abade por uma reivindicação que já dura anos e não seria apenas de interesse de Nobres, mas daquela comunidade que abriga coestaduanos de todas as regiões... é Rosário Oeste, é Mato Grosso.

(Foto/Arquivo: por juvêncio Abade).

 

Trincheira LV

À Flor da Pele Um exorcista, por favor. A Câmara Municipal de Nobres precisa chamar um padre e benzer o ambiente ou do contrário, “afastar” os maus espíritos que rondam ali. Em dois anos e meio já se contabiliza ao menos um barraco por sessão. E por mais que se diga, a Casa de Leis tem a im

Turbulências no trajeto

Daqui pra frente, a campanha política começa a se mostrar mais evidente, com as siglas político-partidárias buscando alinhamentos, promovendo reuniões de bastidores e se ajeitando para o ano que vem – 2.020. Algumas observações já começam a ser feitas e a administração municipal sob Leoc
Banner
Banner
Banner
Banner