You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

19/03/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política Internacional A campanha já começou em Nobres com novas promessas

A campanha já começou em Nobres com novas promessas

E-mail Print PDF

Bairro falta água, faltam ruas e infra-estrutura, falta iluminação, faltam sanitários em muitas casas e, acima de tudo, falta dignidade no trato com as pessoas que moram ali, há anos.
Só promessas e promessas
Se dependesse de promessas, o Jardim Petrópolis seria o bairro mais completo da cidade de Nobres, dotado de várias creches, mini-estádios, ruas pavimentadas e infra-estrutura completa. Mas como só promessa não resolve e nunca resolverá problema de bairro nenhum em nenhum lugar do Brasil, o Jardim Petrópolis continua o mesmo, abandonado, sem as creches, sem os mini-estádios prometidos e com as ruas sem asfalto e esburacadas. Entra ano e sai ano e só se vê político com microfone na mão fazendo promessas. A quantidade de creches que já foram anunciadas para o Jardim Petrópolis, se não há lapso de memória, deve ser em torno de cinco.
Domingo, dia 08 de novembro, à tarde, foi anunciada mais uma promessa, de levar um mini-estádio para o bairro. Esse já deve ser o terceiro ou quarto mini-estádio anunciado para o bairro. Enquanto isso não ocorre, crianças jogam descalças no campo de chão batido. Alguns garotos, frágeis fisicamente e com sinais de desnutrição, chegam alegres e dispostos para correr atrás da bola e dos sonhos de um futuro melhor.
Sobrevivendo em meio às promessas, o Jardim Petrópolis é um bairro que reúne todas as carências de comunidade que conhece pouco os direitos que cada cidadão tem e um deles é o de moradia digna e ruas com um mínimo de infra-estrutura. Mas, como exigir isso se nem lugar adequado para as necessidades fisiológicas algumas pessoas têm? Muitos não têm nem o mínimo dentro de casa, que é comida, enquanto outros buscam soluções no vício do alcoolismo por acreditarem que não há mais esperanças efetivas.
Em período de campanha eleitoral, o Jardim Petrópolis é o local apropriado para se vender ilusão e para comprar votos dos eleitores. Políticos se aproveitam da situação de penúria que vive muita gente para fazer promessas mirabolantes. Cabos eleitorais profissionais fazem incursões pelo bairro para enganar aquela gente com promessas que quase nunca serão cumpridas. E quando surge uma obra considerada de qualidade, logo esses mesmos políticos levam para outro lugar e ainda dizem: "o povo do Petrópolis não merece".
Algumas pessoas recebem apoio, solidariedade e compreensão de comerciantes, que doam gêneros alimentícios para "salvar" o almoço de muitos que não têm o que comer. É preciso tirar o chapéu e fazer reverências a muitos comerciantes de Nobres e principalmente do Jardim Petrópolis que, além de pagarem os seus impostos, fazem doações para ajudar aqueles que realmente não têm o que comer.
Tem sido fácil, cômodo e prazeroso a determinadas pessoas, pegar o microfone e fazer promessas, eternas promessas de que vai levar isso ou aquilo para o bairro. E quantas creches têm o Jardim Petrópolis? Qual é o campo de futebol decente que têm os moradores daquele bairro? Não fosse a escola pública ali implantada e o posto de saúde, o bairro seria terra de ninguém. Aliás, é terra de ninguém porque muita gente fala que tem político ali que teria cerca de 80 lotes para serem comercializados.
Onde funciona o campo de futebol, mal e precariamente, o imóvel pertenceria a um certo político.
Então, a comunidade do Jardim Petrópolis corre o risco de ser enganada mais uma vez por falsas promessas, já com vistas às eleições do ano que vem. Mudam-se apenas os rostos, mas as promessas são praticamente as mesmas de sempre, creche e campo de futebol. Ninguém fala em ampliação da escola ali existente, ninguém fala em centro comunitário para oferecer cursos diversos, ninguém fala em pavimentação e urbanização de ruas e do que menos se ouve falar é de respeito ao eleitor e aos moradores daquele bairro.
Será que os moradores do Jardim Petrópolis sabem quanto ganha um cabo eleitoral desses? Os moradores do bairro Jardim Petrópolis vão ver nomes de candidatos que nunca vieram a Nobres e sequer sabem que aquele bairro existe. É tempo de visitação dos paraquedistas e dos promesseiros locais.
Qualquer um que queira mudar a realidade dos fatos, que leve para ali ao menos uma obra e que não seja fantasias e mentiras em formas de palavras para ludibriar a boa fé daquela gente. É como diz aquela frase, de autor desconhecido: "Nós somos o que fazemos e não o que falamos."

Regularização fundiária será a
maior benfeitoria ao bairro
Apesar da desconfiança de muitos sobre o futuro político do vereador Silvestre da Silva Campos (PR), é dele a iniciativa de se promover a regularização fundiária no bairro Jardim Petrópolis. Ligado ao ramo de imobiliária, o vereador Silvestre sabe o direcionamento que deve dar para que o bairro Jardim Petrópolis receba a maior benfeitoria até hoje para aquele setor da cidade, o certificado de propriedade dos lotes onde estão atualmente os munícipes.
Esse é um benefício que pode abrir as portas ao bairro e aos seus moradores, que ainda não possuem a documentação do lote onde moram. Em 2.007, o então vereador Neko apresentou projeto de lei que virou lei municipal (Lei nº 1035/2007), tornando de utilidade pública o campo de futebol do bairro Jardim Petrópolis, agora, propriedade do município. Falta a criação de um decreto de desapropriação por absoluto interesse público, fato que garantirá a definitiva propriedade ao município, permitindo a construção de mini-estádio ali.
Esse negócio de político pegar microfone e sair prometendo 'mundos e fundos', é próprio de quem não tem proposta e já se habituou a mentir para o povo. Além da iniciativa de Silvestre, do vereador Neko, lá no passado, o vereador Herberto Buri é um dos que lutam pelos moradores do Jardim Petrópolis. O resto é só lorota, só promessa e nada mais.
Querem conhecer o Jardim Petrópolis, comecem pelas ruas lá dos fundos, no "pé" do morro, onde não há nem sinal de realidade e nem das promessas feitas por este ou aquele político que não pode ver um microfone pela frente, que já sai prometendo o que não vai cumprir. E se vier a cumprir, não terá sido mais que a obrigação. Por enquanto, é só 'blá, blá, blá" de uns e ações de alguns poucos.

Last Updated ( Saturday, 28 November 2009 02:32 )  

Trincheira LV

Ilusionismo Uma infinidade de virtuais candidatos a vereador tem acreditado que o eleitor de Nobres seja “leso das ideias” e passam a buscar cabelo em ovo para se mostrar preocupado com a cidade. Deve ser mais uma dessas crises de ilusionismo que acomete alguns pretensos candidatos a mágico. Nã

Silêncio conveniente

Como o ar por aqui tem em seu contexto químico metade de oxigênio e outra metade de política, parece até estranho, até agora, esse silêncio sobre candidaturas majoritárias. Ninguém fala sobre o assunto sucessão municipal e ao menos um candidato segue a sua rotina, desde o ano de 2017, posici