You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

16/07/2018
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home News Vereador Magal está sendo vítima de complô armado

Vereador Magal está sendo vítima de complô armado

E-mail Print PDF

MLAs informações maldosas que são direcionadas ao vereador Joarides Lojor, o Magal (foto, no detalhe), estariam sendo orquestradas nos bastidores por suplentes, dispostos a assumir a vaga do titular. Envolvido em situações de antagonismo com colegas parlamentares, Magal, todos sabem, é destemperado.

A distorção de fatos sobre o parlamentar tem o interesse claro de desestabilizá-lo emocionalmente e fazer com que ele revide e tenha a sua situação parlamentar ainda mais complicada.

Por trás das notas dissonantes contra o parlamentar está interesses camuflados e outros nem tão camuflados assim, de colocar a opinião pública contra o vereador e à conta de tudo isso há algumas brumas que envolvem algumas questões pessoais e porque não dizer, até passionais, num jogo inadequado, mas nunca impróprio na política, a da “rasteira” no titular do mandato.

Há muita coisa envolta e o vereador Magal precisará estar atento para evitar que perca o seu mandato.

Uma das primeiras medidas a ser tomada pelo parlamentar que tanto lutou pelo seu primeiro mandato, será o de reunir a sua família e dialogar acerca dos acontecimentos e das informações que estão sendo patrocinadas em relação ao seu papel como parlamentar.

Muitas pessoas já detectaram o que está por trás disso tudo e há indicativos e algumas suposições de quem seja o patrocinador dos ataques contra o parlamentar.

O modo de operar é bastante conhecido e por aqui as pessoas já sabem, de cor e salteado, que a “paixão” está se sobrepondo a razão nesse caso, querendo fazer estabelecer um cenário de descrédito e desconfiança no Parlamento.

Há um complô armado contra o vereador e se ele não se cuidar... a vaca vai pro brejo. Ouvir mais e falar menos, essa talvez tenha sido a decisão mais acertada daqueles que são de pavios curtos.

Todos já sabem de quem se trata... mas vamos ver o que há por trás de tudo isso.

Em relação ao vereador Magal, por todos os defeitos que possa ter, ficou claro no domingo, dia 01 de julho, no campo do Jardim Petrópolis, o quanto o seu evento é bem visto pela comunidade.

A presença dos secretários municipais, Marcos Cheba e Amilton Barreto, dos colegas vereadores André Avelino Bezerra e Gida, e o patrocínio de outros parlamentares municipais, das esferas estadual e federal, demonstram que a Copa Magal é o xodó do bairro Jardim Petrópolis e que a comunidade participa.

A administração municipal está promovendo a regularização fundiária no bairro e o miniestádio deve sair, premiando uma comunidade inteira que precisa de lazer e de entretenimento.

Os vereadores podem (e devem!) sugerir emenda parlamentar para a construção de uma creche de médio porte para o bairro.

Então, a força do futebol amador, leva apoio, leva prestígio ao bairro que precisa de uma participação muito maior da classe política.

O vereador, de sua vez, agradeceu aos participantes da 21.ª edição da Copa Magal, enaltecendo a presença daqueles que estiveram à beira do campo no domingo, razão maior do futebol amador.

Mas é de se acreditar que a comunidade esteja bem amparada e que muita coisa possa mudar no contexto de todo o bairro Jardim Petrópolis.

Mas como não há intenção em se tornar unanimidade, ninguém escapa da possibilidade de um boicote e, em sendo da corrente contrária, é olhar pra frente, como deixou clara a sua posição pelas redes sociais, o vereador Magal, no dia seguinte após a grande finalíssima, não se posicionou de forma a combater o negativismo, pelo contrário, viu o lado positivo de uma competição que já dura mais de duas décadas.

Last Updated ( Tuesday, 03 July 2018 23:20 )  

TRINCHEIRA LIV

Prosseguindo Quem disse que a atual presidente do Sispunobres, Lucidalva Maria Gomes, estaria de fora da disputa em 2019? Ao que se sabe, Lucidalva vai para mais um mandato e parece animada para a disputa a partir de algumas novas alianças que estão sendo costuradas. Então, como muita gente está

Razão desconsiderada

O impasse gerado entre a categoria dos profissionais da Educação e o Executivo municipal está longe de terminar em Nobres. Nenhum dos dois lados cede e o prazo para que os alunos voltem a estudar está sendo esticado. As negociações estão emperradas e a crise entre educação e governo permane