You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

18/11/2018
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home News Informações equivocadas sobre “ponto turístico” não refletem realidade

Informações equivocadas sobre “ponto turístico” não refletem realidade

E-mail Print PDF

IMG-20180309-WA0006Nada é tão complexo quanto a dor da família que perdeu o único filho, morto por afogamento no dia 13 de outubro de 2018. E as informações repassadas à imprensa também causaram constrangimento e são equivocadas do ponto de vista da localização, em que a referência geográfica apresentada é a Cachoeira do Tombador, com a citação de que o infausto acontecimento teria ocorrido em “ponto turístico”.

Na verdade, o afogamento ocorreu no Rio Serragem, nas proximidades da ponte que demanda a Serra do Tombador, em direção ao município de Diamantino e a região Norte e vice-versa.

A informação conflita com uma realidade que já é do conhecimento de muitos, de que a RPPN (Reserva Particular de Proteção Natural) do Vale do Tombador é de propriedade privada, cujo acesso encontra-se lacrado e proibida a visitação. Alguns teimosos vão pela margem do rio até a cachoeira, desrespeitando a proibição e correndo risco de ser picado por cobras. Mas, o maior problema é a invasão da RPPN, mesmo com a proibição e as recomendações que já são de conhecimento público.

E quando ocorre uma tragédia dessa que ocorreu com o garoto, distante da Cachoeira do Tombador, a informação é feita de forma equivocada, utilizando-se como referência um “ponto turístico” não catalogado pelo município e pertencente ao patrimônio da Votorantim Cimentos.

O secretário municipal de Turismo e Cultura de Nobres, Daniel Martins da Cruz, lamenta o ocorrido e solidariza-se com a família da criança que faleceu por afogamento. Martins também lamenta o fato de a informação ser repassada de forma distorcida, citando o fato com a denominação equivocada de “ponto turístico” quando na verdade o Rio Serragem deveria ser o constante da informação, divulgada de forma incorreta. Até porque, a família estava banhando em local acessível a todos, distante da Cachoeira do Tombador ao menos uns 300 metros.

De acordo com Daniel Martins (foto), a dor da perda de um filho é muito maior, infinitamente maior que a divulgação de uma notícia equivocada.

 

TRINCHEIRA LIV

Mudar É Preciso Quem será que terá a coragem e a boa vontade para propor alteração na lei, garantindo nova denominação aos residenciais André Maggi e Daury Riva, cujos nomes ali inseridos já não refletem mais o interesse político e não tem nada a ver com a comunidade municipal. Tanta gent

A ponte governista

O Legislativo é a ponte entre os pleitos populares e o Executivo, ao menos deveria ser assim nos municípios, onde o vereador é pago para atuar em favor das causas populares. É o vereador que tem a obrigação de fazer esse meio de campo entre o que o povo quer e o que governo pode atender. Não h