You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

18/08/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home News Nobres orgulha-se de “vender” o Sesc Serra Azul

Nobres orgulha-se de “vender” o Sesc Serra Azul

E-mail Print PDF

DMO município de Nobres deu um salto considerável na consolidação do turismo a partir dos últimos anos, aliando as experiências do passado com a maturidade administrativa que vem sendo implantada, graças ao trabalho conjunto de dois turismólogos experientes e do apoio da administração municipal.

O secretário municipal de Turismo e Cultura, Daniel Martins da Cruz (foto), juntamente com a experiência técnica da coordenadora da pasta, Dahiana Ferlin, ambos, turismólogos, vem conseguindo implementar a atividade turística dentro de uma organização efetiva, cujos resultados são vistos e percebidos dentro do trade turístico e que valoriza o município de Nobres como destino turístico que se prepara para uma nova realidade.

Um dos pontos marcantes do município de Nobres é a concepção de uma legislação que não deixa ninguém incansável em repetir que em Nobres a atividade turística é exercida com seriedade a partir da Lei Municipal 1.420/2016, que trata da Política Municipal de Turismo e do Sistema Municipal de Turismo.

Mas o município de Nobres avançou em legislação e também organização, fazendo estabelecer conselhos correlatos e subsidiando a formação dos fundos já existentes com formatações que permitiram melhorar ainda a qualidade no setor, agregando valor aos setores interessados dentro da cadeia turística.

Com várias agências de turismo estabelecidas em Nobres, hoje tem sido possível “vender” o turismo no município de Rosário Oeste, onde as belezas naturais são exaltadas a partir do Sesc Serra Azul como um atrativo de capacidade e de qualificação de bom nível entre os turistas regionais, nacionais e internacionais.

Ao “vender” o turismo nas agências localizadas em Nobres, é natural que o município absorva os valores do ISSQN para os cofres municipais, considerando-se que a operacionalização mercante seja no âmbito de Nobres.

Aliás, é esse o ponto divergente que ainda deve render nesse contexto da atividade turística a partir de uma legislação municipal de qualidade, produzida após anos de estudos por técnicos renomados dentro da parceria que estabeleceu o Programa de Modernização da Gestão Pública envolvendo a Votorantim Cimentos, o Instituto Votorantim e a própria Prefeitura Municipal de Nobres.

Destarte, a utilização da legislação em outro município ainda que, com adaptações aos interesses de cada unidade municipal, nada disso influi na operação mercante quando a empresa (agência de turismo) estiver instalada em Nobres, utilizando-se de documentos fiscais de âmbito municipal.

Em resumo, nem Nobres pode “renunciar” a essa receita e nem Rosário Oeste pode absorver receita que não lhe é de origem.

Esse assunto ainda vai render.

 

Trincheira LV

À Flor da Pele Um exorcista, por favor. A Câmara Municipal de Nobres precisa chamar um padre e benzer o ambiente ou do contrário, “afastar” os maus espíritos que rondam ali. Em dois anos e meio já se contabiliza ao menos um barraco por sessão. E por mais que se diga, a Casa de Leis tem a im

Turbulências no trajeto

Daqui pra frente, a campanha política começa a se mostrar mais evidente, com as siglas político-partidárias buscando alinhamentos, promovendo reuniões de bastidores e se ajeitando para o ano que vem – 2.020. Algumas observações já começam a ser feitas e a administração municipal sob Leoc