You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

14/11/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política Local Socialista reclama de falta de espaço na imprensa

Socialista reclama de falta de espaço na imprensa

E-mail Print PDF

ESMPara o médico e candidato derrotado nas eleições municipais de 2016, Esmeraldo Alves Ribeiro Júnior, cuja votação naquele pleito foi de 3.513 votos (39,77%) dos votos válidos, ele não sabe por que, o fato de não ter o nome citado na mídia.

Sem o anúncio oficial de que vá disputar as eleições municipais de 2.020, o médico continua fazendo visitas rotineiras e integrantes do seu grupo político articulam nos bastidores. Os indicativos são de que pode concorrer ao cargo majoritário com o seu grupo ancorado na expressiva votação obtida pelo deputado Joel Max Russi em Nobres nas eleições de 2018, quando o candidato obteve 572 votos (7,30% dos votos totais).

Como o tema político ainda não está sendo discutido amplamente, ficando apenas no âmbito dos tradicionais partidos políticos locais, o PSB ainda não se mostrou por inteiro e nem diz o que quer: razão porque não se fala em dr. Esmeraldo, com as atenções sendo voltadas para as articulações que ocorrem no DEM, a partir da filiação de expressivos nomes do empresariado local. O MDB também fez convenção recentemente e já apresentou nomes de prováveis candidatos para o ano que vem. O PSDB, outra força local, mantém nomes que exercem mandatos eletivos e onde está o prefeito Leocir Hanel, eleito em 2016 com 4.497 votos (50,91%).

Assim, esse reclamado espaço na mídia apresenta-se mais à base de uma surrada frase feita que diz: “falem bem ou mal, mas falem de mim”.

Então, diante de um cenário que está se despontando, cabe a pergunta, o candidato, caso vá à disputa, terá o mesmo apoio que teve nas eleições passadas? Continuará com o percentual obtido em 2016? Contará com todo aquele aparato que teve nas eleições em que foi derrotado? Conseguirá o médico e seu grupo um alinhamento com outras siglas para as eleições vindouras? Ou será um “galo de briga” que entrará só para levar esporadas?

Pelo bem ou para mal, são essas as expectativas que estão sendo geradas para o panorama político que está se desenhando.

 

 

Trincheira LVI

Sem Rumo Tem gente dando pulos por conta do mais absoluto repensamento de objetivos. Não sabe se vai ou se fica, mas a verdade é que a Lei Eleitoral mexe com muita coisa na política paroquial e alguns partidos serão meramente figurantes nas próximas eleições municipais. Se não houver uma reav

Rumos e Definições

A política municipal em Nobres parece que converge para um rumo que difere completamente do sistema político nacional. Longe da crise de confiança estabelecida no cenário nacional a partir da corrupção que ainda é marca nacional e a política exercida sorrateiramente por antigas cobras de um
Banner
Banner
Banner
Banner