You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

15/12/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política Local Legislativo de Nobres vive noite atípica, de réplicas e tréplicas

Legislativo de Nobres vive noite atípica, de réplicas e tréplicas

E-mail Print PDF
silvestre_fermino1_640x427Na penúltima sessão do semestre legislativo de 2010, a Câmara de Vereadores de Nobres viveu noite atípica, em 30 de junho, com os vereadores entrando no clima da disputa estadual. Tudo começou com o vereador Adão Valdinei Pereira (PP) se pronunciando contra o atraso do colega Silvestre Campos (PR) na ausência do republicano. Após, vieram as críticas dos vereadores José (Bacalhau) Dias e Fermino de Pinho, ambos do DEM, contra a administração municipal no setor viário, urbano e rural. Segundo Bacalhau, o asfalto que está sendo implantado no bairro São José é de qualidade duvidosa e seguiriam as licitações sendo realizadas sem a devida transparência. O vereador Democrata Fermino Pinho voltou a reiterar que percorreu cerca de 300 kms de estrada e não gostou do que viu, principalmente na região do Campo Verde. (Na foto, Silvestre e Fermino).

Ainda em fase de adaptação na nova função, de líder do governo na Câmara Legislativa, o vereador Joel Júnior rebateu o colega Fermino e jogou lenha na fogueira ao dizer que o colega estaria com problemas de deficiência visual, ou seja, desmentiu o colega ao afirmar que as máquinas do consórcio ainda não haviam chegado no trecho da localidade de Campo Verde. Descobriu-se também que os funcionários que trabalham pelo consórcio costumam viajar para receber dinheiro e lá ficam, se esquecendo de retornar ao local de trabalho, paralisando as obras por até uma semana, segundo se informou.
Como não havia solicitado uso da fala, a vereadora Zilmai Ferreira de Jesus (PP) ganhou dois minutos para o anúncio da confirmação do início das obras de asfaltamento da MT-241, entre o Jardim Petrópolis até a entrada da Forquilha, provavelmente. Aí começaram os apartes sobre apartes e as tréplicas sobre réplicas, numa clara demonstração que a disputa ao governo do Estado contagiou a Casa de Leis de Nobres. É Fermino que elogia Silvestre que se defende de Adão, deixando a vereadora que fazia uso da fala a espera do debate. Fermino discordou do líder do governo quando este se referiu a falta de óculos para enxergar e da mesma forma, Silvestre não recebeu bem a fala do colega Adão que tentava descaracterizar o seu trabalho como parlamentar. Segundo Silvestre Campos, Nobres não pode deixar passar as oportunidades que cruzam o seu caminho.
E Fermino desafiou o líder do governo com relação a uma suposta precariedade nas estradas rurais, dizendo que o líder precisa ir lá ver a realidade, se possível, acompanhado da imprensa. O vereador Buri (PDT), mais comedido, também disse que a estrada da Rio Novo está precária em determinados trechos.
O presidente Beto Valandro (PSDB), apesar de não entrar no mérito da disputa, teve que se haver com o tempo de argumentação de cada um, salientando que os vereadores deveriam se ater ao tema dominante. Aliás, o tempo tem sido aquela pedrinha no sapato do presidente, que tem procurado equacionar esse "danadinho", que teima em fugir do controle onde alguns vereadores teimam em multiplicar o tempo de fala. Para o vereador Fermino, os debates são necessários para a preservação do regime democrático.
E lá se foram alguns preciosos segundos que viraram minutos e que foram além dos cinco utilizados nas réplicas e tréplicas, um tanto quanto animadoras do ponto de vista da '
água com açúcar' que costuma marcar as reuniões da Casa Legislativa.
A próxima, do dia 15 de julho, para fechar o semestre, promete mais debates. A sucessão do presidente Beto ValandroAdo_P_640x427 pode estar começando e o posicionamento do vereador Adão (foto) foi de presidente, cobrando pontualidade no local de trabalho, conforme o Regimento Interno da Casa.
 

Trincheira LVI

Jingle Bell O Natal está em risco... é que Papai Noel tem perdido noites que seriam de sono por conta de uma tal tabela de preços de mensagens. E tome “guerra” da concorrência e uma suposta invasão alienígena em território demarcado. Au, au, au... quem dá mais ou quem vale quanto? Tem cad

Rumos e Definições

A política municipal em Nobres parece que converge para um rumo que difere completamente do sistema político nacional. Longe da crise de confiança estabelecida no cenário nacional a partir da corrupção que ainda é marca nacional e a política exercida sorrateiramente por antigas cobras de um
Banner
Banner
Banner
Banner