You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

05/12/2020
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política Estado Grupo político de Silval trabalharia para “matar” eleição no primeiro turno

Grupo político de Silval trabalharia para “matar” eleição no primeiro turno

E-mail Print PDF
foto_24_640x427De acordo com dados apresentados pelo portal Uol de Notícias, a eleição majoritária em Mato Grosso só termina no segundo turno. Esse é um excerto de avaliação eleitoral em nível nacional postada na internet dias atrás e que contrariaria todos os noticiários até agora vistos e divulgados através de pesquisas eleitorais que são divulgadas pela mídia impressa, televisiva e de internet que dariam a vitória de Silval em primeiro turno. (Foto: governador Silval Barbosa e o vereador Adão, de Nobres).
Os grupos políticos no qual se insere o candidato a reeleição e atual governador Silval Barbosa parecem não querer dar sopa ao azar e devem intensificar a campanha para que a eleição termine mesmo no primeiro turno. E tome reuniões em Cuiabá e visitas a bairros e municípios, além do apoio inconteste dos candidatos Blairo Maggi (Senado) e Dilma Roussef (Presidência da República) ao candidato Silval Barbosa que tem o presidente Lula como cabo eleitoral nos programas eleitorais gratuitos no rádio e na tevê.
Um dos mais credenciados a pedir votos ao candidato Silval é o ex-governador Blairo Maggi, pelo histórico político que construiu ao longo dos últimos quase oito anos, merecendo citações positivas até da oposição. Sob o aval de Maggi, Silval Barbosa espera vencer as eleições majoritárias em Mato Grosso no primeiro turno, mas não se descuida e deve acelerar ainda mais a campanha, de olho no nível do que pode chegar nos programas de rádio e tevê dentro do horário eleitoral gratuito.
Há quem já previna para um certo desnível na campanha, com propostas de jogar para baixo a imagem de quem está na frente nas sondagens eleitorais e diante do número de indecisos, quem mais agradar, conseguirá apoio do eleitor.
Vem coisa feia por aí, alertou um jornal da capital, bastante compromissado com os governistas. Todos os indicadores por sondagens eleitorais apontariam para uma vitória de Silval Barbosa no primeiro turno, se o projeto de "desconstrução" da imagem do atual governador convencer o eleitorado ainda indeciso, o quadro se alterará.
Os dez últimos dias da campanha serão decisivos para quem conseguir convencer quem ainda não se decidiu em qual nome deve votar para se tornar o novo governador de Mato Grosso, o estado da Copa de 2014. A maioria até agora quer Silval Barbosa, inclusive prefeitos, ex-prefeitos e vereadores dos mais diversos municípios mato-grossenses. Tendências são tendências, e precisam ser avaliadas.
 

TRINCHEIRA LVIII

Tempos Reflexivos No ano 2.000, vi e ouvi vereadores reclamarem que ajudaram em batizados, casamentos, velórios e festas familiares para receberem ingratidão nas urnas. Foi em mesma época que os eleitos daquele ano reclamavam da negativa nas urnas. E o que é pior, sem nem os repasses constitucion

Opostos em desencontro

Se alguém se propuser a analisar o momento político em Nobres, pode não encontrar parâmetro para o que se vê e está colocado ao eleitorado e a toda comunidade municipal, sem distinção, neste ano de 2.020. Em um município de grandes contendas políticas, com até quatro nomes na disputa, nest