You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

04/12/2020
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política População Durante entrega de certificados, prefeito Zé Carlos faz desabafo público

Durante entrega de certificados, prefeito Zé Carlos faz desabafo público

E-mail Print PDF
Z_Carlos_344x480A parceria Prefeitura/Secretaria de Ação Social/Senai possibilitou a realização de cursos em frentes diversas de trabalho, tais como corte e costura, manutenção em mecânica, elementos de máquina e lubrificação industrial. Os cursos se encerraram com a entrega de certificados de participação, no início da tarde de 17 de setembro, no Plenário lotado da Câmara de Vereadores com a presença da secretária de Ação Social, Eva Valdinéia Pereira, presidente da Câmara de Vereadores, Beto Valandro, vereadores Adão, José (Bacalhau) Dias e Joel Júnior. Pelo Senai, Luiz Marcos Cândido (Coordenador), Jaibes Rogério Guimarães de Souza (Agente de Mercado) e a professora do curso de Corte e Costura, Maria José dos Santos, bastante aplaudida pelos alunos. Pelo Rotary Club, Denis Anderson Pereira.
Ao fazer uso da palavra, o prefeito José Carlos da Silva, de Nobres, anunciou que a parceria com o Senai possibilitará melhoria econômica para muita gente, através dessa chance, de profissionalização. Mas o prefeito Zé Carlos abriu uma nova possibilidade aos alunos do curso de corte e costura, propondo a doação de máquinas de costura para a viabilização de uma associação das produtoras de confecções de Nobres.
Zé Carlos lembrou que ainda lhe restam dois anos e três meses de administração, tempo suficiente para recuperar a imagem de seu governo, que vem sendo vítima de inúmeras críticas. O prefeito repeliu as críticas quando a citação aparece como "descaso" de sua administração. Dr. Zé Carlos esboçou algumas lágrimas, mas não empolgou tanto a platéia, que se manteve muito mais a satisfeita com o trabalho exemplar e o carisma da profª. Maria José dos Santos.
E tem mais, o prefeito teve que ouvir uma série de elogios a uma Secretaria de governo com cara de governo e compatível com o que se exige de uma gestão pública. A secretária Eva Valdinéia Pereira, titular da Secretaria de Ação Social, recebeu elogios e um deles foi mais enfático, do presidente da Câmara de Vereadores, Beto Valandro (PSDB), que voltou a reiterar o seu apoio ao brilhante trabalho que realiza o setor social da gestão atual. Isso tem sido uma tônica, por parte dos mais diversos vereadores e por reiteradas vezes, tecendo elogios ao trabalho de Eva que de sua vez divide o sucesso com a sua equipe de trabalho.
E por que dentro de um mesmo governo algo dá tão certo em um determinado setor e na maioria dá errado? Elogios a um e críticas a outros, porque ocorreria tal fenômeno?
Com todo o direito de chiar, o prefeito José Carlos da Silva, provavelmente, ainda não se ateve a uma dura realidade, a de que ele está se isolando, do grupo que o elegeu e está cada vez mais abandonado por aqueles que o convocaram para ser candidato. Companheiros são todos aqueles que enfrentam e encaram os problemas de frente e o próprio prefeito José Carlos sabe disso e viveu isso na pele quando teve que enfrentar o presidente da cooperativa de Sorriso e olhou a sua volta e não viu mais ninguém.
Companheiros têm sido os vereadores que o ajudaram a enfrentar a dureza da batalha contra a primeira greve de trabalhadores estabelecida em Nobres. E quem estava lá com ele, ajudando a contornar a crise?
De fato, o prefeito tem conseguido, a duras penas, enfrentar os obstáculos, que não são poucos, mas a pergunta é: até quando? As críticas, elas repontam de todas as direções e o único veículo de comunicação daqui e estabelecido aqui, que tem tido a coragem de mostrar que um bom governo não se faz só de meia dúzia e muito menos de três pessoas, tem sido o jornal "Tribuna de Nobres". E o que é melhor, aponta as saídas, e a mais prática delas foi colocada por alguns vereadores, dia 16 de setembro, pela manhã, em conversa informal com o próprio prefeito, de que se deve "aniquilar" um certo dragão de duas cabeças que permeia o governo municipal de Nobres de um tempo a este.
Dois anos e três meses de gestão, se não se jogar dinheiro fora com o pagamento de multas por atraso no envio de documentos por absoluta incompetência administrativa, é tempo hábil para se sair dessa enrascada. E de problemas administrativos graves, os grandes gestores da história só se livraram quando mudaram o que se apresentava errado, deixando claro que em serviço público... antes a razão que a emoção.
 

TRINCHEIRA LVIII

Tempos Reflexivos No ano 2.000, vi e ouvi vereadores reclamarem que ajudaram em batizados, casamentos, velórios e festas familiares para receberem ingratidão nas urnas. Foi em mesma época que os eleitos daquele ano reclamavam da negativa nas urnas. E o que é pior, sem nem os repasses constitucion

Opostos em desencontro

Se alguém se propuser a analisar o momento político em Nobres, pode não encontrar parâmetro para o que se vê e está colocado ao eleitorado e a toda comunidade municipal, sem distinção, neste ano de 2.020. Em um município de grandes contendas políticas, com até quatro nomes na disputa, nest