You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

14/11/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política Local Pressionado, prefeito demite em Nobres

Pressionado, prefeito demite em Nobres

E-mail Print PDF
Mudana_640x449ATUALIZADA
COM A LISTA
Uma conjun√ß√£o de fatores negativos levaram o prefeito Jos√© Carlos da Silva (PP), de Nobres, a demitir servidores que ocupavam cargos de confian√ßa em sua administra√ß√£o, al√©m da press√£o de um √ļnico setor da imprensa local, o Tribunal de Contas de Mato Grosso recebeu den√ļncias de nepotismo. O sindicato da classe do funcionalismo p√ļblico municipal tamb√©m tem influ√™ncia nas demiss√Ķes, por press√Ķes e den√ļncias contra a gest√£o do prefeito atual.
N√£o bastassem essas 'flechadas', ainda h√° den√ļncias graves contra a gest√£o p√ļblica por quest√Ķes ligadas a superfaturamento em compras, contratos irregulares com cooperativas e uma esp√©cie de poder paralelo que dominava as entranhas do governo, deixando ao prefeito Jos√© Carlos apenas a op√ß√£o da escolha entre "eles ou ele", neste caso, a figura do gestor p√ļblico sob risco de perda de mandato por descumprimento de normas contidas em lei.
S√£o dezenas de demiss√Ķes, algumas j√° efetivadas, inclusive de primeiro escal√£o, onde √© ineg√°vel o rompimento com alguns cardeais progressistas locais, casos do atual secret√°rio de Educa√ß√£o, o prof. Neko, at√© ent√£o soberano no poder, e do prof. Evandro Queiroz, que tamb√©m caiu, ap√≥s ser o tesoureiro da campanha e do atual governo por dois anos. Em suma, a ala considerada pr√≥-Gilmarzinho dentro do governo foi listada nas dispensas, conforme lista oficial ainda n√£o divulgada.
O prefeito Jos√© Carlos da Silva vive um inferno astral h√° meses, desde que descobriu alguns casos ineg√°veis de que a corrup√ß√£o rondava o seu governo e n√£o lhe restava outra op√ß√£o, sen√£o de cumprir a lei e evitar que o TCE-MT o julgue antes da hora e muito antes da "explos√£o" de den√ļncias ao MPE (Minist√©rio P√ļblico Estadual).
Se isso fosse tudo, menos mal. Mas o prefeito ainda terá a difícil convivência com os futuros adversários, aqui representados pelo bloco dos agora "sem cargos" no governo. Se passar por essa prova de fogo, nos próximos três meses, pode-se dizer que o médico que virou prefeito tenha "coro" duro.
Consta, segundo informa√ß√Ķes ainda extra-oficiais, que entre os demitidos estariam mesmo os professores Neko e Evandro, a contadora Elizabete Pereira Machado, a secret√°ria Eva Valdin√©ia Pereira, Sebasti√£o Rei da Silva, da Administra√ß√£o, Wilson Martins, da Agricultura, entre outros servidores de segundo e terceiro escal√Ķes.
Mas a lista parece ser maior e havia gente fugindo de encontro com o prefeito José Carlos, segundo se informou. No dia 11 de janeiro (coincidentemente, o 11), ainda tinha secretário discursando como se nada tivesse acontecido.
Nada de novo em relação ao que já vinha se especulando na cidade, sobre a "fortaleza" progressista que ruiu.

16 são listados através de portaria
De 01 a 16, saem ás primeiras portarias de exoneração de secretários e ocupantes de cargo de confiança, mas nada de novo em relação àquilo que já estava previsto, sendo que os primeiros exonerados são os secretários de governo Neko, Evandro, Eva Valdinéia, Elizabete Gomes Pereira Machado e Sebastião Rei da Silva, da Educação, Tesouraria, Ação Social, Contabilidade e Administração, respectivamente.
Em seguida, a lista se completa com Willian (Esporte), Cristiane Silva (Se√ß√£o de Finan√ßas), Del√ļcio Oliveira (Divis√£o de Transporte), Duir√ßo (Cati√ß√°) Ribeiro Sampaio (Dept¬ļ de Obras), Wilson Martins Ribeiro (A√ß√£o Pol√≠tica), Cleverson Veloso Falc√£o (Dept¬ļ de Agricultura), Joaquim Barbosa da Silva (Coordena√ß√£o Pedag√≥gica), Josu√© Pereira Mendes (Cerimonial), Luiz Paulo Dias Pedroso (Controle e Fiscaliza√ß√£o da Sa√ļde) e Sebasti√£o T. Sp√≠ndola (Endemias e Inspe√ß√£o).
Dois nomes ainda não estão listados oficialmente, por erro na Portaria, e um deles seria da secretária Eva Valdinéia Pereira, da Ação Social. Quem assume no lugar de Eva é Maria Sidnei Modesto, a Neidinha, e para a pasta da Educação, já está nomeada a então chefe de Gabinete, Neuza Albuquerque.

Last Updated ( Wednesday, 12 January 2011 16:47 )  

Trincheira LVI

Sem Rumo Tem gente dando pulos por conta do mais absoluto repensamento de objetivos. N√£o sabe se vai ou se fica, mas a verdade √© que a Lei Eleitoral mexe com muita coisa na pol√≠tica paroquial e alguns partidos ser√£o meramente figurantes nas pr√≥ximas elei√ß√Ķes municipais. Se n√£o houver uma reav

Rumos e Defini√ß√Ķes

A política municipal em Nobres parece que converge para um rumo que difere completamente do sistema político nacional. Longe da crise de confiança estabelecida no cenário nacional a partir da corrupção que ainda é marca nacional e a política exercida sorrateiramente por antigas cobras de um
Banner
Banner
Banner
Banner