You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

14/11/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política Local Integrantes do DEM não andam falando a mesma língua

Integrantes do DEM não andam falando a mesma língua

E-mail Print PDF
DEM_1_640x250A percepção sobre os últimos acontecimentos políticos em Nobres deixam antever pontos difusos na relação entre os democratas locais. Por um lado, os vereadores Manoel Fermino Pinho e José Dias Filho (foto), empossados como presidente e 1º Secretário da Mesa Diretora, respectivamente, parecem muito à vontade junto ao governo. Após a eleição à Mesa Diretora, portas parecem ter sido abertas ao DEM, que estaria articulando a filiação de alguns nomes e até fala-se em suposto convite ao prefeito Zé Carlos, para que vá para o partido ao qual pertencem os líderes no Legislativo.
Mas há uma leitura dos fatos que se nos parece preocupante e heterodoxa a partir dos posicionamentos assumidos pelo ex-prefeito Devair Valim de Melo, que parece não querer ver essas portas abertas aos companheiros. À vontade junto ao governo, os parlamentares municipais do Democratas ainda nem tiveram tempo de "ouvir" os rumores que vem de fora e que são patrocinados pelo colega Devair Valim, que parece pintado para a guerra contra o mesmo governo onde estão os companheiros.
A entrevista de Devair a este mesmo jornal sugere fatos que não combinam com a linha de pensamento dos colegas partidários. Não bastasse o PP enfrentar verdadeira crise de identidade no município e o prefeito acreditar que ao lado de um bloco de coalizão possa encontrar um mínimo de paz, eis que a insurgência de Devair Valim pode causar desequilíbrio nessa relação que nem bem começou.
As articulações do vereador Manoel Fermino, momentaneamente, dão-lhe uma certa superioridade a partir da aproximação com os irmãos Dilceu e Dilmar Dall Bosco, sendo que o primeiro pode se tornar presidente regional da sigla democratas. Já o ex-prefeito Devair Valim fala em choque com o governo de Zé Carlos e até ameaça de expulsão aqueles que não conjuminarem com a sua linha de ação.
No que vai dar isso ninguém sabe, mas até prova em contrário, um pacto pela tentativa de razoável governabilidade terá sido melhor que a rota de colisão. Em dois anos Fermino e Bacalhau se mantiveram no ostracismo em relação ao governo, e agora que há essa possibilidade de aproximação, ainda que mínima, eis que um ventilador pode ser ligado na direção da farofa.
 

Trincheira LVI

Sem Rumo Tem gente dando pulos por conta do mais absoluto repensamento de objetivos. Não sabe se vai ou se fica, mas a verdade é que a Lei Eleitoral mexe com muita coisa na política paroquial e alguns partidos serão meramente figurantes nas próximas eleições municipais. Se não houver uma reav

Rumos e Definições

A política municipal em Nobres parece que converge para um rumo que difere completamente do sistema político nacional. Longe da crise de confiança estabelecida no cenário nacional a partir da corrupção que ainda é marca nacional e a política exercida sorrateiramente por antigas cobras de um
Banner
Banner
Banner
Banner