You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

28/05/2020
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política População Série de reportagens da TV Globo avalia ensino básico no País

Série de reportagens da TV Globo avalia ensino básico no País

E-mail Print PDF
jn-no-ar_640x210Ao menos duas abordagens já seriam pontos para garantir uma nova visão acerca do ensino público no País apresentadas pelo especialista em educação que acompanha a equipe da TV Globo do JN no Ar. Com duas séries já exibidas (em 16 e 17 de maio), oportunidades em que foram traçados perfis de escolas ranqueadas entre as melhores e aquelas com baixo índice no Ideb (Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico), no Rio Grande do Sul e no Espírito Santo, duas colocações foram importantes, ao menos para uma correlação com a situação existente em Nobres.
O especialista em educação, Gustavo Ioschpe disse, na primeira série da reportagem, que a escola não deve desistir nunca do aluno e isso tem a ver com Nobres (e muito!) quando se sabe que o estresse de alguns professores não tem permitido essa paciência toda. Uma segunda colocação apresentada pelo especialista em educação na segunda série de reportagens, levada ao ar na noite de 17 de maio, diz respeito á participação efetiva dos pais cobrando que a escola pública tenha a mesma qualidade do ensino privado.
E dá certo quando o Ideb verificado naquela escola onde os pais cobram ensino público de qualidade obtém melhor índice enquanto aquela em que os pais são ausentes os resultados se apresentam baixo.
Em Nobres, os pontos citados pelo especialista em educação, Gustavo Ioschpe, são realidades cristalinas no sistema público de educação quando se verifica uma certa incapacidade de aprendizado no aluno pobre enquanto que o rico teria mais vontade de aprender, segundo revelou uma fonte informativa. Esse entendimento é discriminatório e aponta que a escola tem que buscar saídas viáveis sem jamais dar certa ênfase a essa espécie de "apartheid" social.
Esc_Petropolis_1_640x480De baixo índice no Ideb, a Escola Municipal "Dalci Cândida de Souza", no bairro Jardim Petrópolis, através do diretor Joarides Lojor Ribeiro, o prof. Magal, busca saídas ao lado dos professores com a proposta de reverter esse quadro. Um projeto lançado pela profª. Janete, antes de ser colocado em prática, expõe algumas feridas de difícil cicatrização nas áreas pobres do país e que por aqui não seria diferente: a ausência de algumas práticas básicas em higiene pessoal. (Prof. Magal e professores - luta cotidiana pela melhoria no Ideb).

Há casos em que o aluno não aprende as primeiras noções básicas de higiene em casa e dirigem-se a escola como levantam, sem pentear os cabelos, sem escovar os dentes e usam os equipamentos sanitários da escola e quando saem não dão descarga, atiram embalagens de balas doces ao chão, não bastassem às paredes das escolas se apresentarem sujas após serem reformadas, ainda na gestão do então secretário Neko, em 2010.
Então, essas deficiências que não competiriam ao professor fazer essa abordagem, acabam entrando furtivamente na grade curricular, quando deveriam ser colocadas a todos através de palestras realizadas pelo sistema público de saúde do município através de parcerias já que é uma questão de saúde coletiva.
O sistema público de ensino está cheio de técnicos, recém saídos dos bancos de faculdades, e muitos deles poderiam acrescentar aos seus respectivos currículos algumas noções básicas de higiene aos alunos ao invés de se preocuparem com o relógio e com a hora em que vai terminar o expediente e quando vai chegar o final de semana.
Mas para que essa parceria ocorra, é necessário oficiar ao secretário municipal de Saúde, informando ao titular a urgente necessidade de formalização de parceria nesse sentido.
Investir milhares de reais em estrutura física de uma escola quando o estudante anda fora da realidade em relação ao mínimo, que são as noções básicas em higiene seria um contraponto. As duas realidades precisam ser reformadas em conceitos.
 

TRINCHEIRA LVII

Fatos Novos Tem gente se roendo para saber como anda os bastidores da política em Nobres. Parece que não há céu de brigadeiro e muita gente anda acreditando em revolução. Será mesmo? Muito boato sendo espalhado e nada de novo, salvo a confirmação daquilo que todos já sabiam, que Esmeraldo f

Protagonismo democrático

A construção de uma quantidade está longe de representar qualidade, mas é possível estabelecer uma amálgama entre esses dois elementos? Quando o cenário é político, a fusão de quantidade e qualidade talvez ocorra, mas só será possível medir esse resultado quando todas as variantes se co