You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

27/09/2020
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Política População Projeto mobiliza bairro Petrópolis em torno da violência contra a criança e o adolescente

Projeto mobiliza bairro Petrópolis em torno da violência contra a criança e o adolescente

E-mail Print PDF
Pela manhã, no dia 27 de maio, conforme programação pré-anunciada, professores e alunos saíram em passeata pelas ruas do bairro, portando faixas e cartazes alertando sobre a violência. Fizeram como última parada, ainda pela manhã, o ponto escolhido em frente ao Supermercado Moraes, ao lado da MT-241, que corta o Jardim Petrópolis no sentido cidade de Nobres/zona rural. Alunos, professores e monitores fizeram uma manifestação silenciosa e que visa chamar a atenção da população para as questões sociais existentes no bairro e que vão além dos meros discursos e da obrigação de implantar infra-estrutura básica no bairro.
Projeto_10A violência doméstica envolve a prostituição infantil, a gravidez precoce, esta que provoca a evasão escolar quando a aluna mal começa a aprender o sentido da educação na escola. Mas a violência é muito mais abrangente e envolvem as drogas lícitas e ilícitas, a violência sexual e por fim o estágio lamentável da agressão física, dos furtos, roubos e assassinatos.
Projeto_12São essas questões que são o tema do projeto e tem por finalidade despertar o olhar de quem pode e deve estar mais próximo dos filhos, que são os seus pais. É comum se ouvir falar que a família é a base da sociedade, mas os dias modernos e o volume de informações que as crianças e adolescentes recebem externamente, das ruas, da tevê, das amizades duvidosas, superam em muito a falta de diálogo no interior do lar. Bem, esse tema é bastante complexo e deve ser tratado com muito mais profundidade.

Palestras Importantes
Projeto_13Essa deve ter sido uma das iniciativas mais abrangentes e mobilizadoras que o bairro Jardim Petrópolis já viu, com a participação importante das autoridades políticas, da segurança pública e de servidores públicos de nível superior, para que a comunidade sinta o interesse das autoridades em mudar o perfil social do bairro.

Projeto_1_640x480No mesmo dia 27 de maio, à noite, na quadra da Escola "Dalci", como é popularmente conhecida, o bairro Jardim Petrópolis promoveu um inédito encontro, das autoridades diversas com os seus representados, para discutir o tema da violência contra a criança e o adolescente e o delegado Wagner Bassi Júnior, elogiadíssimo pela sua participação na Operação "Faxina", que desmontou uma rede de tráfico de drogas com atuação na região, falou aos presentes.
Antes, o diretor da escola, prof. Magal, fez constituir a mesa de convidados a partir do prefeito José Carlos da Silva, do delegado Wagner Bassi Júnior, do Capitão Pedroso, comandante da Cia. PM de Nobres, da Psicóloga Rosana Bomdespacho, vereador Joel Júnior e soldados Castro e Romualdo, ambos do Proerd e ainda o ten Luiz Marcelo, palestrante também do Proerd.
A abordagem do delegado Wagner foi com relação à responsabilidade dos pais para com os seus filhos, alertando inclusive para casos de prisão de pais que não costumam assumir as responsabilidades que a eles se incubem como tutores de crianças e adolescentes. É a ênfase da afirmação de que a família é a base da sociedade, e com lares desestruturados, infelizmente, não se tem uma comunidade com a paz desejada. Esse tema, abordado pelo experiente profissional, que lida com a violência no seu cotidiano, precisa ser levado à reflexão por cada pai, por cada mãe se quisermos ter um futuro um pouco melhor para a comunidade.

Não basta apenas tentar oferecer casa e comida, é preciso prover os filhos de informações que evitem que este ou aquele caia na marginalidade, foi á síntese das argumentações do delegado Wagner Bassi.
O prefeito José Carlos da Silva falou aos presentes sobre a participação do seu governo no sentido de levar melhorias ao bairro e de ofertar uma escola pública atrativa, com salas melhoradas e arejadas, além de investimentos sociais no bairro. Foi breve em sua fala.

O capitão Pedroso cedeu o seu espaço aos soldados Castro e Romualdo que falaram em nome do Proerd (Programa Educacional de Resistência as Drogas e à Violência), que tem como objetivo principal orientar crianças e adolescentes, assim como seus familiares, acerca da busca de soluções e medidas eficazes quanto à resistência às drogas e à violência, esclarecer sobre os riscos decorrentes da dependência química e prevenir a criminalidade relacionada direta ou indiretamente ao uso de drogas. O projeto visa integrar família, escola e polícia, juntos em um mesmo objetivo.

E dessa forma o soldado Castro falou aos presentes e teve apoio do soldado Romualdo.
Projeto_14A Psicóloga Rosana Bomdespacho  (foto) cedeu o seu espaço ao ten Luiz Marcelo, a quem elogiou muito e o militar correspondeu com uma palestra contundente acerca da violência, que começa no lar ou nos seus arredores, contra a criança e o adolescente. Foi ouvido com atenção e levou todos à reflexão sobre a ação que decorre do comportamento do estuprador, do violentador da criança.
O palestrante, militar Luiz Marcelo (foto, ao lado da psicóloga), abordou tema fundamental para a correção de rumos na família, utilizando-se da técnica do convencimento de que é preciso ter um olhar mais apurado sobre os filhos para evitar transtornos com a violência sexual, considerando-se a astúcia e os métodos utilizados pelo violentador.
O bairro Jardim Petrópolis teve uma de suas melhores oportunidades no sentido de acordar para uma nova realidade e projetos dessa natureza devem continuar para que novos rumos sejam planejados para o bairro, estigmatizado como ambiente preferido à compra de votos por políticos a cada nova eleição.
Vem aí mais um projeto visando intensificar a leitura e mais outro projeto, com a intenção de avançar nas propostas mais básicas em relação à higiene pessoal, um problema grave que está sendo avaliado e merece a atenção até da Secretaria Municipal de Saúde para que ajude a professora Janete e toda a comunidade escolar do Bairro Jardim Petrópolis nessa que é uma questão de saúde pública.
Segundo o especialista em educação, Gustavo Ioschpe, que acompanhou a equipe da TV Globo na série de reportagens através do JN no Ar, "a escola não pode desistir nunca do aluno" e ainda alertou que nas escolas onde os pais são mais participativos, o IDEB (Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico) apresenta índices razoáveis e significativos.

Ao menos no projeto contra a violência, que teve um desfecho bastante positivo, os pais foram presentes e cerca de 350 pessoas compareceram para ouvir a palestra, uma das mais edificantes no sentido de mudar o perfil social no bairro Jardim Petrópolis. Por certo, o prefeito José Carlos da Silva saiu dali com a percepção de que o Jardim Petrópolis necessita do poder público para ganhar uma dinâmica de comunidade urbana com a presença salutar da máquina pública em favor das diferenças sociais gritantes existentes entre aquele e outros bairros de Nobres. (Fotos: dr. Wagner, soldado Castro, capitão Pedroso, profª Neila, autora do projeto).


Projeto_5_640x480Projeto_6_355x480









Projeto_7_640x480

Projeto_3_640x480

Last Updated ( Saturday, 28 May 2011 15:41 )  

TRINCHEIRA LVII

Enfim... Jardim Carolina Com as ruas estaqueadas e após a conclusão da pavimentação asfáltica na Roda D’Água, zona rural de Nobres, a próxima comunidade a ter pavimentação em algumas ruas será o Bairro Jardim Carolina. A programação está sendo cumprida e o secretário Rafael Botini est

As regras e os contra as regras

O que faz um contrarregra? Bem, é aquele profissional que presta serviços em teatro e nos set de filmagens com o papel ou função de marcar a entrada e a saída de atores em cena. É quem garante apoio à produção de montagem e desmontagem de cenários e mudança de figurinos de espetáculos, p