You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

20/01/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Editorial

Editorial

‚ÄúS√®vis Gine‚ÄĚ nobrense

N√£o vai demorar para que a nossa estarrecida popula√ß√£o veja bonecos espetados com alfinetes, bem ao estilo do vodu haitiano, onde o povo costuma associar macumba a algum tipo de ‚Äúmaldi√ß√£o‚ÄĚ. A di√°spora africana √© respons√°vel pela dispers√£o de cren√ßas pelo mundo e o vodu foi i√ßado √† condi√ß√£o de cren√ßa muito difundida entre o povo haitiano.

Quando vemos políticos pregando que a educação do País vai mal, eis que vemos, aqui em Nobres, uma prática não muito comum entre nós, a da difusão da macumba, justamente nas proximidades das residências de alguns políticos que estão com os nomes colocados à disputa majoritária.

"O vodu√ā¬†√© central na hist√≥ria haitiana e atinge a maior parte da popula√ß√£o", explicou, tempos atr√°s, o√ā¬†antrop√≥logo e√ā¬†professor do programa de p√≥s-gradua√ß√£o em antropologia social da UFRJ√ā¬†Federico Neiburg ao G1. N√£o h√° que se associar ignor√Ęncia com sincretismo religioso, por√©m...

Mas, em Nobres, o que os rituais de macumba t√™m a ver com a pol√≠tica? Al√©m do prop√≥sito da intimida√ß√£o, nada a ver, com aquilo que se espera em rela√ß√£o √† disputa eleitoral. Quanto mais ignor√Ęncia, mais ref√©m a popula√ß√£o fica dos pol√≠ticos que n√£o apresentam propostas e se lan√ßam no golpe rasteiro da difus√£o de pr√°ticas que se pensavam fora do contexto social por estas paragens.

Informa√ß√Ķes gerais acerca da macumba dizem que se trata de uma designa√ß√£o gen√©rica dada ao sincretismo religioso comumente praticado no Brasil, influenciados por religi√Ķes como o espiritismo, ocultismo, candombl√© e outros, de reconhecimento social e publicamente aceitos no Pa√≠s.

De outra parte, aquela a que se faz referencia aqui, como sendo macumba, √© a linguagem de uso popular com sinon√≠mia de ‚Äúeb√≥, feiti√ßo ou coisa feita‚ÄĚ. Entre os sambistas brasileiros, termos correlatos s√£o vistos em letras musicais que falam sobre ‚Äúbotar nome na macumba ou fazer quizumba pra te derrubar‚ÄĚ.

Ou seja, na linguagem desse tipo de sincretismo religioso, os ‚Äúdespachos‚ÄĚ, quase sempre em esquinas, tem o car√°ter intimidador em rela√ß√£o aos locais colocados, tentando impor medo a este ou √†quele candidato.

De outras vezes, não se viu tanta explicites nessa prática, como se somente agora estivéssemos bem próximos da introdução dessa crença no meio das fantasias políticas. Resta saber quem trouxe esse fato novo/velho para a disputa política, na tentativa de misturar o sincretismo religioso como propósito de afugentar adversários?

Não que aqui em Nobres essa prática não ocorra, mas como forma de meter medo no adversário, é fato novo.

A pol√≠tica em Nobres acaba de engatar uma marcha r√© com esse tipo de comportamento de algum candidato, quando todos esperam por um debate sobre como administrar o munic√≠pio em meio a tantos problemas e poucas solu√ß√Ķes.

Aqueles que acreditam em macumba como solução para todas as respostas de que a população de Nobres está em busca, realmente, estão longe de ser a melhor opção para o eleitor.

Se as solu√ß√Ķes pol√≠ticas e administrativas estivessem √† espera das cren√ßas populares, o Estado da Bahia n√£o teria tantos problemas quanto tem, sendo a viol√™ncia um dos maiores males que assolam o territ√≥rio brasileiro. √ā¬†

Tem gente com √Ęnsia de ‚Äúdespachar‚ÄĚ e j√° o faz, desde j√°, nas encruzilhadas da cidade.

 

A política e o jarro...

Já estamos em um período em que todas as suscetibilidades individuais e coletivas são afloradas em nome da ocupação do poder lá na frente. O Jarro de Pandora está por um fio de se espatifar e de lá escapulir as mais diferentes maldades para o

De 31 dezembro/2016 para tr√°s

O prefeito Gilmarzinho da Ecoplan (PSD) j√° come√ßa a organizar a sua administra√ß√£o para o come√ßo do fim. Quer fazer hist√≥ria como o construtor de um caminho administrativo sem volta, o da necess√°ria recupera√ß√£o econ√īmica do munic√≠pio de Nob

Last Updated ( Thursday, 14 July 2016 21:03 )

À beira do caminho

A modorrenta e impassiva política ou a falta dela, como se está se vendo atualmente, tem deixado muita gente com os pruridos em estágio desagradável. A sensação é estranha com relação ao que pode acontecer com o tucanato paroquiano, mais mis

Last Updated ( Sunday, 19 June 2016 12:25 )

Pragmatismo x Empirismo

O novo caminho velho estabelecido a partir de algumas siglas partid√°rias em Nobres est√° deixando as paredes (cheias de ouvidos) das reuni√Ķes internas e vazando a opini√£o p√ļblica acerca de um puritanismo nunca antes visto na pol√≠tica local.

As an

Last Updated ( Tuesday, 07 June 2016 18:38 )

Page 6 of 28

Trincheira LV

Surreal Pode entrar para o livro dos recordes (das asneiras, obviamente!) o que vem ocorrendo por a√≠ acerca da m√≠dia e da necessidade (esdr√ļxula) da exig√™ncia de porte de DRT (Registro do MTb) at√© para entrevistados em r√°dio. Os apresentadores de programas evang√©licos t√™m recebido cobran√ßa s

Traços conceituais

O moderno e o antigo se fundem em uma cidade em transforma√ß√£o, onde muitos se alegram e at√© se surpreendem com o que veem nos novos im√≥veis, erigidos sob tra√ßos definidos, como que, decretando um novo tempo. √Č a cidade de Nobres se valendo do trabalho de muitos profissionais que estudaram em es
Banner
Banner
Banner
Banner