You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

24/05/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Editorial

Editorial

Incógnita ou variável?

O ano de 2016 é reconhecidamente um ano político municipal, quando partidos e candidatos se alinham para a disputa eleitoral. No caso específico de Nobres, o cenário político sugere uma incógnita com muitas variáveis, capaz de proporcionar dores de cabeça para o respeitado matemático francês, se vivo estivesse, François Viète, o das consoantes para as incógnitas e das vogais para as constantes.

A incógnita, ainda indecifrável, o que seria uma afirmativa redundante já que ninguém sabe o resultado, é se o atual prefeito vai mesmo disputar à reeleição. Recentemente, em Nobres, o deputado federal Fábio Garcia, esteve com o prefeito Gilmarzinho da Ecoplan no gabinete institucional, antes de participar de uma reunião política do seu partido (dele, Fábio Garcia).

Fábio Garcia deixou de comparecer a uma reunião política em Nobres quando o prefeito Gilmarzinho e seu grupo pretendia deixar o PSD. Simplesmente, não veio, pressionado, supostamente, por um grupo político doméstico.

Quando veio, indisfar√ßadamente, veio para ‚Äúpescar p√©rolas‚ÄĚ e n√£o deixou de perguntar se o prefeito ia √† reelei√ß√£o. Ao saber de uma negativa do prefeito, cal√ßou-se, com a informa√ß√£o, para a reuni√£o com outro grupo, o de seus partid√°rios.

Só aí, temos duas incógnitas: o convite do deputado federal para que o prefeito Gilmarzinho se filie ao PSB foi sincero? O prefeito não vai mesmo disputar um segundo mandato?

Entre inc√≥gnitas e vari√°veis, o prefeito Gilmarzinho da Ecoplan tem sido pressionado para que dispute um segundo mandato, mas tem declinado do convite (e tamb√©m da livre e espont√Ęnea press√£o).

Sem o prefeito na disputa, cria-se o conceito abstrato de que seja f√°cil a disputa ao cargo majorit√°rio. Mas, √© preciso avaliar numericamente as possibilidades de uma elei√ß√£o, longe de ter como par√Ęmetro a sondagem eleitoral calcada na venda de cadernos de pesquisa em que as vari√°veis apresentadas levam a uma inc√≥gnita... todos bem representados numericamente na sondagem. ‚ÄúTodos‚ÄĚ est√£o representados como uma inc√≥gnita ao adquirir uma sondagem agrad√°vel aos olhos de todos, em que dois e dois s√£o cinco.

Mas, a maior incógnita está mesmo na decisão do prefeito Gilmarzinho da Ecoplan, se vai ou se fica em campo para o segundo tempo. A variável se apresenta com a sua decisão de não disputar, como tem se posicionado, apontando que já deu a sua contribuição política e vai abrir a vaga para um companheiro.

Ao equacionarmos essa inc√≥gnita, todos os dados convergem para o apoiamento a um nome, que seria do PSDB. Especula-se sobre o nome do ‚ÄúVelho Chico‚ÄĚ, o Chico Valandro. H√° anos vemos outra inc√≥gnita rondar os c√°lculos matem√°ticos, para tudo terminar na representatividade zero. √Č o nome do empres√°rio Leocir Hanel, que surge a cada quatro anos como a uma topologia alg√©brica... embora n√£o vis√≠vel e nem poss√≠vel para demonstrar que uma caneca seja a deforma√ß√£o de um aro.

Bem, Isaac Newton nos deixa como resposta que: ‚ÄúSem o c√°lculo seria imposs√≠vel medir precisamente o volume de objetos curvos ou calcular a velocidade de objetos em acelera√ß√£o‚ÄĚ.

Qual o nome com capacidade para reverter as incógnitas e se tornar uma opção clara e calculada ao eleitor?


Bem, isso ainda é uma equação linear, quando não quadrática. Vamos ver no que vai dar.

 

Velhos clichês em desuso

Os bons exemplos, quando eles ocorrem de cima para baixo, acabam gerando bons frutos, mesmo em situa√ß√Ķes e cen√°rios onde a cultura ainda √© arraigada e com forte apelo √† mesmice. Nos munic√≠pios mato-grossenses e em algumas cidades onde os h√°bit

O papel do Legislativo

Muitos questionam a atividade parlamentar nos munic√≠pios, onde se diz que o ‚Äúvereador n√£o faz nada‚ÄĚ. Certa vez, durante reuni√£o de fundo quintal, um parlamentar estadual, hoje federal, disse que a atividade do parlamentar ‚Äú√© um mal necess√°

O começo do fim?

A atual administra√ß√£o municipal, que teve in√≠cio em janeiro de 2013, est√° chegando ao fim. 2016 √© o √ļltimo ano do come√ßo de uma administra√ß√£o que enfrenta os sobressaltos econ√īmicos estabelecidos a partir da economia mundial e pelos rescald









Elo de solu√ß√Ķes

Os interesses de Rosário Oeste e de Nobres se confundem e há muito mais coisas em comum que esses dois municípios precisam compartilhar em face da proximidade e pela relação de vizinhança. Uma política de boa vizinhança vem sendo pregada pelo

Page 9 of 29

Trincheira LV

Palpite A√≠? Acusado de vender senten√ßa, o juiz de MT, Evandro St√°bile, al√©m da tornozeleira eletr√īnica, est√° proibido de frequentar qualquer ZBM, boteco ou arriscar jogar uma caixeta, pif-paf ou truco. Nem arriscar fazer uma fezinha no Le√£o ele est√° podendo, dar palpites para o milhar, menos

Economia ou oportunismo?

Apesar do clima de desconfiança que ronda o interesse dos políticos pela PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que trata da prorrogação do mandato de prefeito e vereadores até o ano de 2.022, há uma forte de tendência de que o objetivo possa ser alcançado. A proposta, de autoria do deput
Banner
Banner
Banner
Banner