You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

24/05/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Editorial

Editorial

Obra paralisada e descaso

Já passava da hora de o prefeito Gilmarzinho da Ecoplan tomar uma atitude em relação ao descaso com que o Ministério do Turismo vem tratando a administração municipal de Nobres. Tantos os empecilhos para o resgate de um convênio formalizado na gestão anterior (2009/2012) e abandonado, quando o prefeito Gilmarzinho da Ecoplan teve que acionar a justiça para recuperar o convênio.
Depois veio a Ordem de Serviço para tocar a obra, em seguida a ordem foi sobrestada por conta das eleições gerais no Brasil, exatamente quando a Caixa Econômica teve que acatar ofício cancelando o que já fora autorizado.
Quando a 'rerereliberação' da ordem de serviço aconteceu, os tapumes da obra perderam a validade e se deterioraram, causando muitos esculachos nas redes sociais contra a administração municipal, quando a irresponsabilidade era toda do Governo Federal.
Depois de tudo isso, a obra teve início e a Caixa Econômica finalmente liberou duas etapas, correspondentes a 30% e a 20% do total dos serviços. Com cerca de R$ 195.000,00 restantes para a conclusão da obra, o Governo Federal empacou e toda vez em que a conta é acessada, sempre o status é o de "pendência" ou "aguardando desbloqueio", num descaso total para com o município de Nobres e todos aqueles que se utilizam do transporte coletivo intermunicipal e interestadual.
Nesse ínterim, confiando na liberação do valor total através da Caixa Econômica, a administração municipal alugou um imóvel para funcionamento provisório da rodoviária. O tempo vem passando, a crise econômica causada pela roubalheira do dinheiro do povo em Brasília se estabelecendo e o município tendo que arcar com o ônus do aluguel do imóvel e sem conseguir a liberação do recurso para a finalização da obra.
Finalmente, o prefeito Gilmarzinho da Ecoplan resolveu tomar uma atitude mais drástica, acionando judicialmente o Governo Federal e a Caixa Econômica pelas despesas no atraso do repasse, de meros R$ 195.000,00. E o que é essa quantia perto da compra de uma empresa "enferrujada", como é o caso da Refinaria de Pasadena (EUA)?
Só este ano, o "impostômetro" eletrônico já havia captado, numericamente, dados de perto de um quatrilhão de reais de impostos e o Governo Federal segue sem rumo, batalhando ferrenhamente para a criação de mais um imposto, a "enterrada" CPMF (imposto sobre o cheque), numa atitude que visa espoliar mais e mais o povo brasileiro.
O país está sem rumo, politicamente emperrado e economicamente inviabilizado, e a governante tentando manter-se no poder à base da política de troca de favores, fato que coloca todas as gestões públicas municipais em xeque, quando a responsabilidade é do Governo Federal, que administra muito mal o grande bolo tributário e lança mão do dinheiro do povo para alimentar sua súcia, encastelada no Congresso Nacional, hoje, uma casa desmoralizada e chefiada por elementos inescrupulosos e notoriamente corruptos.
E aqui, neste minúsculo território, denominado de Nobres, a má gestão a partir de Brasília tem seus rescaldos sobre a liberação de quantia irrisória para a conclusão de uma obra do tamanho de um grão de areia dessa enorme praia chamada Brasil.
Vai ver que essa não é a praia da dona Dilma, muito dada a pedalar... com o dinheiro que não é seu.

 

Respeito ao povo rural

As ações desenvolvidas na zona rural, no que dependa da participação do setor público municipal, estão dentro dos parâmetros estabelecidos pela administração municipal. Nunca o setor rural recebeu tamanha e tanta atenção de uma gestão pú

A droga roubando a puberdade

Para os mais frios e habituados com os dados estatísticos, esse foi mais um caso a acrescentar na lista das vítimas das drogas. Para a família da jovem morta por esganadura em Nobres, foi e ainda é a perda irreparável de uma ainda menina e já t

De louco...

“Dizem que de louco todo mundo tem um pouco”, segundo Augusto Branco. Como nem sempre é possível ganhar notoriedade por assumir posturas normais e ter atitudes iguais a de todo mundo, o cidadão tira uma onda de louco e produz o que lhe vem à

Pré-requisitos básicos

Quem será o futuro prefeito de Nobres? Qual é o perfil do futuro gestor? O que se espera de um candidato a candidato? E como estará o município para receber esse novo gestor? São questionamentos que surgem a partir do momento em que as paixões









Page 10 of 29

Trincheira LV

Palpite Aí? Acusado de vender sentença, o juiz de MT, Evandro Stábile, além da tornozeleira eletrônica, está proibido de frequentar qualquer ZBM, boteco ou arriscar jogar uma caixeta, pif-paf ou truco. Nem arriscar fazer uma fezinha no Leão ele está podendo, dar palpites para o milhar, menos

Economia ou oportunismo?

Apesar do clima de desconfiança que ronda o interesse dos políticos pela PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que trata da prorrogação do mandato de prefeito e vereadores até o ano de 2.022, há uma forte de tendência de que o objetivo possa ser alcançado. A proposta, de autoria do deput
Banner
Banner
Banner
Banner