You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

20/07/2018
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Trincheira

Trincheira

TRINCHEIRA XLIV

Batendo à Porta

Integrantes da CPI da Sonegação Fiscal foram parar em um endereço onde, supostamente, funcionaria uma empresa que opera com grãos do famoso mercado de “commodities” do agronegócio “da China”. Eis que os deputados estaduais acordaram alguns “rapazes” que atuam (travecam) na noite, justamente no endereço comercial constante dos benefícios fiscais concedidos pelo Estado de Silval. Em lugar dos grãos, os parlamentares deram de cara com ao menos “seis bagos” testiculares em pleno descanso após as atividades noturnas.

- Incentivos fiscais em endereço errado, pessoas erradas e atividades profissionais não correlatas.

Batendo à Porta II

Sem nenhum incentivo fiscal, os “meninos” dormiam após uma intensa noite de muitos amores no Km Zero e foram acordados pelo povo da “CPI”. CPI é sinônimo de resultado pífio, ainda mais essa, que esconde incontáveis endereços e gente mais graúda que soja transgênica. Se tivesse começado essa CPI, ali por volta da era mesozoica, quando apenas o Pangeia existia, decerto que o resultado sairia agora, fresquinho e de acordo com a ordem cronológica.

- Não por acaso, o agronegócio é algo bem mais lucrativo que qualquer “Negócio da China”.

“Negócio da China”

A China, até alguns dias atrás, apresentava a sua economia caindo pelas tabelas nas bolsas internacionais, mas parece que descobriram as Américas e a Europa, comprando jogadores de futebol a preço de ouro e bem mais que a soja. Levaram meio time do Corínthians, alguns do Cruzeiro, do Chelsea (Ramires) e, graças a Deus, Felipão, Mano Menezes e Vanderlei Luxemburgo. Vai que resolvessem chamar um desses três pra seleção?

- Daqui um tempo, vai se espalhar pelo mundo jogadores de futebol falsificados. Vai que eles mandam um Renato Augusto para ser vendido no Paraguai e ele vai parar no “Parmeiras”?

De Impressionar

No bairro São José, a quantidade de entulhos que foi retirada do fundo dos quintais, realmente, chama a atenção. As ruas mais parecem uma loja de departamentos às avessas, já que nos entulhos estão aquilo que um dia foi uma máquina de lavar roupas; foi um sofá; foi um fogão de quatro e seis bocas; e tem até cadeira de rodas, bicicletas velhas e, enfim, tudo o que é trastes, que nós “guardamos” nos quintais.

- Coisas do cinema “trash”.

Mosquitolândia

Pelas “ex-máquinas de lavar” e as suas cubas de água, o mosquito do mal tinha berçário garantido nos quintais de muitas casas. A consciência foi despertada pelo governo do Estado com apenas uma injeção de ânimo de R$ 200,00 (Duzentas Pilas) por mês, o que é barato (até demais!) pelos estragos causados pelo mosquito do mal.

- Eliminaremos o mosquito?

Linha de Produção

De onde vem essa nova versão do mosquito da dengue turbinado? De uma fase passada nas florestas tropicais da África? Ou seria resultante de testes atômicos realizados em alguma ilha francesa, no Atol de Moruroa, no Arquipélago de Tuamotu, na Polinésia Francesa, por exemplo? Até a existência da dengue, simplesmente, os riscos eram menores que os da febre Chykungunya e do Zika Vírus e suas causas no cérebro em formação de um feto.

- O mosquito turbinado está se espalhando pelas Américas e pode ocorrer casos de transmissão pela via sexual, segundo se diz por aí.

Linha de Produção II

Os franceses já realizaram dezenas de testes nucleares atmosféricos e ao menos uns 150 testes nucleares subterrâneos na Polinésia Francesa nas últimas décadas. Se surgiu de lá esses mosquitos “turbinados”, o jeito é contra atacar essa praga urbana “radioativa” com todas as armas possíveis. Quem deve estar com a “zika” nos últimos dias é a família Lula, após a Operação “Triplo X”.

- Vai que o japonês da moda amanhece na porta do Lula. Mas nem que o mosquito atômico tussa, o japonês não sai de mãos abanando.

“Zika Viária”

Outra “zika” danada está pintando por aí, depois que o ex-prefeito Devair Valim anunciou que o estado da rodovia MT-241, obra não concluía totalmente, não é 100% aceitável. Será que Devair vai até Pedro Taques para apontar irregularidades na obra?

- Da arquibancada, vamos vendo. 

Batendo de Frente

Não convidem para a mesma mesa, o ex-prefeito Valim de Melo e o deputado Nininho. Ao que tudo indica, o ex-prefeito Devair Valim parece que rompeu com o deputado Nininho e o pivô do descontentamento seriam as críticas à obra da MT-241. Logicamente que o parlamentar estadual tem uma artilharia mais pesada e o seu poder bélico é infinitamente maior, mas a semente da discórdia está plantada.

- Vejamos no que dará essa ‘batalha’.

Teoria da Relatividade

Com relação a um processo de reeleição, qual a diferença entre um candidato impondo uma candidatura e outro sendo cogitado por pessoas influentes a disputar um segundo mandato? Entre 2012 e 2016 tem uma larga diferença em Nobres e o cenário deve ser analisado por entendedores de política. Voltando ao ano de 2008, quando muitos comemoravam a vitória do candidato Zé Carlos, os que apuravam os dados numéricos da eleição viram os números caindo e freando em apenas 44 votos de diferença. São dados que precisam ser avaliados pelos cientistas de cá.

- Mas já estamos em 2016 e muitos já querem, desde já, saber quem será o prefeito.

Guru da Antiga

Em 2.008, sentado em um banco em frente ao local de reunião política na Vila de Roda d’Água, o Comendador Edison Luiz Pinto previu que a união entre o doutor e o fazendeiro ia dar certo. Bingoooooo! Acertou na mosca. Em 2016, o guru “chutou”: “Se o prefeito atual for disputar nova eleição, ele emplaca”. Será mesmo? Acredite se quiser.

- Experiência ele (o Comendador) tem de sobra, mas falta combinar com o interesse do governante atual.

Visão Econômica e Social

O Governo do Estado divulga em seu portal uma importante percepção sobre os investimentos que estão sendo feitos em Mato Grosso: “Por entender que reurbanizar ruas de cidades com potencial turístico gera desenvolvimento e renda é que foram restruturados os projetos de revitalização e urbanização das avenidas Aníbal de Toledo, em Poconé, que liga a entrada da cidade à saída para o Pantanal; a Universitária em Pontal do Araguaia e de diversas ruas e avenidas em Nobres. Também estão em obras por meio do Prodestur um Centro de Convenções com capacidade para 3,5 mil pessoas e a revitalização e ampliação do Porto do Baé na orla do Rio Garças, um local que estava em completo abandono e sendo utilizado por usuários de drogas. Ambas as construções são no turístico município de Barra do Garças. “A retomada dessas obras do Prodestur é uma demonstração da importância que temos dado ao setor”, destaca Seneri Paludo, titular da Sedec.

- Já aqui, dentro do município, algumas poucas pessoas tentam desacreditar as medidas e os investimentos em favor do município.

Investimentos Locais

O secretário de Finanças do município de Nobres, Sebastião Rei, utilizou a rede social WatsAp, para falar da importância do trabalho realizado pelo eng.º civil Ivano Balena e de sua então equipe, que atuou dura e insistentemente para que o projeto de infraestrutura turística saísse do papel. De acordo com o que se informou, apesar de a obra ser realizada com recursos federais e ter o direcionamento do Estado de MT, o município também investe em projeto e gastos burocráticos com a obra. E para que tudo isso ocorra, as obras demandarão mais de 7 milhões de reais até a sua conclusão final.

- De olho nas eleições municipais, não há como fugir dos apedrejadores de plantão.

Sinceridade Gaúcha

Chegou até nós um justo reconhecimento, em áudio, onde um dos integrantes da dupla de radialistas “Os Dois Gaúchos” analisa como positiva e decisão corajosa a realização da obra de infraestrutura turística na área da central da cidade de Nobres. De acordo com a narrativa, consta que já tem mais de 20 anos e ninguém teve coragem de realizar a obra. “Temos que dar os parabéns por esse trabalho...”, disse o narrador pelo áudio que recebemos.

- Mas bah tchê... vamo vortá com a dupla na tevê. Que tar?

Opiniões Divergentes

...tem gente tomando esculacho dos próprios companheiros e há casos de abandono de grupo na rede social do anonimato, o WhatsApp. Curiosamente, o pessoal com problemas de falta de afinidade apoiam um mesmo virtual nome. Há quem se acredite como o “grupo com maior credibilidade” na rede, ao menos em termos de Nobres.

- A política está deixando muita gente maluca.

Caldeirão...

...loucura, loucura, loucura, diz um bordão televisivo. Em 2016, em Nobres, realmente tem muita gente que vai estar em dois mundos diferentes, gravitando entre a realidade e bem próximo da loucura. Não se fala em outra coisa a não ser em política e como se tornar vereador. As ideias projetadas são as mais maravilhosas possíveis e tome críticas aos atuais edis. O que atrairia as pessoas para a cena política real? Vontade de mudar tudo o que aí está ou apenas sentir o gosto de desbancar alguém?

- Passadas as eleições, o frenesi acaba e tudo caminha para a calmaria.

Rede Social

O diretor da TV Cidade, que atualmente só atende ao segmento religioso, criou um grupo no WhatsApp e desde ontem vem tratando a morte da moradora de rua, conhecida por dona Isabel, com um sentimento de perda que não é próprio dele (Makoto). No grupo da TV Cidade, o administrador trata a questão da senhora falecida como se tivesse desaparecido uma celebridade ou um parente seu (dele). Vivo ainda, Gilberto Júnior, espera pelo administrador do grupo por uma resposta que não seja piegas, mas que o satisfaça enquanto ex câmera do canal televisivo.

- Acompanhamos o diálogo do administrador com os integrantes da rede e Makoto acusa o setor social de nada ter feito pela moradora de rua.

Rede Social II

A opinião do administrador do grupo não expressa a verdade e ele tem ciência de relatórios apresentados pelas assistentes sociais que atuam pela Secretaria Municipal de Assistência Social e também de diálogos insistentes mantido com a senhora Isabel para que ela fosse abrigada em uma casa. Esteve por três dias na extensão do CRAS, de onde saiu para as ruas novamente. Sem família, sem lenço e sem documento, dona Isabel, ao que consta, “ganhava” generosas doses de aguardente, fazendo-a mais debilitada ainda. E quem oferecia bebida alcoólica a ela?

- A proposta de transformar a moradora de rua em mártir nasceu da ideia revolucionária do administrador do grupo.

Rede Social III

O administrador do grupo acredita que fez a sua parte, ao noticiar a situação da moradora de rua em matéria veiculada pela tevê, mas não ouviu a opinião da área social. Com a cabeça voltada para a eleição de um novo candidato a prefeito, o diretor da tevê acredita que lá na frente, com outro prefeito, conseguirá participar de processo licitatório sem apresentar os documentos exigidos para tal. Vai ser difícil conseguir, principalmente se se exigir o FGTS dos ex-funcionários da empresa. E quando noticiou o fato sobre dona Isabel, nunca foi questionado e não se mencionou nenhum sensacionalismo na informação.

-  Pelos diálogos do administrador do grupo e sem conhecer a realidade cotidiana da área social e o que foi feito pela falecida, a proposta é mesmo de subir em um caixote e se antecipar pela eleição de quem não tem compromisso com Nobres.

Grupo Forte

O Governo do Estado tem enfrentado forte resistência de grupos contrários à fusão de secretarias como a da Cultura com o Esporte e a possibilidade do fim dos jogos regionais escolares. Nas redes sociais ou mais especificamente no whatssap, as críticas repontam de todas as direções do estado contra o secretário de Cultura e o adjunto de esporte, o ex atleta olímpico Pedro Sinohara. Centenas de integrantes dos grupos atacam duramente a decisão do governo estadual em relação ao esporte e ao lazer. Em ano de olimpíadas no Brasil, a coisa pega mal.

- A corrente cresce.

Recomendado

Um ex atleta de várias modalidades e uma figura emblemática dos esportes e seu estilo diplomático, Permínio Pinto é o que teria perfil para lidar com as atividades de esporte e de lazer, em que pese a situação econômica do estado não ser das melhores. O cenário para 2016 pode desagradar a muita gente a partir do anúncio do calendário de 2016 para o esporte. Mas, enfim, Permínio veste o uniforme da Educação e quem está na Cultura e no Esporte é que terá que resolver a pendenga com um calendário que não seja voltado à subtração de atividades, mas que ao menos mantenha a estrutura existente.

- Quem estaria fora do seu quadrado?

Em Cuiabá

As atividades de esporte e lazer nos miniestádios e ginásios esportivos estão com atividades paralisadas. A ideia é repassar a gestão para as lideranças comunitárias e o município se livrar dos problemas de manutenção dos espaços esportivos, da contratação de profissionais de Educação Física, enfim, abandonar o esporte e o lazer à própria sorte. E depois, os dados estatísticos da violência urbana se tornam números frios e letras mortas nos índices assustadores compilados pela Segurança Pública.

- É a terceirização do esporte e do lazer.

Marcha Contrária

Há quem diga que tenha escola rural no município de Rosário Oeste funcionando apenas duas ou três vezes por semana. Todos os dias e numa eventualidade, em tempo integral, a coisa não anda, nesse novo ritmo imposto, o ensino público que já não é dos melhores, vai “desbarrancar” e acionar a desmotivação dos alunos, já nem tão entusiasmados assim com o modelo reinante. A se confirmar essa informação, francamente, a marcha ré passa a ser a mais importante no tracionamento do ensino público.

- De cibernéticos rurais para um breve regresso às cavernas. “Eita mundo Bão”.

Em Atividade

Para quem acredita que a campanha esteja em “banho-maria”, não é bom acreditar nisso. Tem gente pedindo votos adoidado, se antecipando aos fatos e até mesmo ao cenário econômico, que não será tão animador assim para os candidatáveis. Mas, fazer o quê, o candidato está frente e acima da convenção partidária e não há o que freie isso. Salvo se a Justiça Eleitoral entrar em cena. Quem seria o cabo eleitoral mais forte? Consta que o virtual candidato, o médico Esmeraldo, tem um aliado da primeira a última hora do dia. Quer porque quer derrotar os governistas.

- Seria uma espécie de movimento de rotação em torno da política... passam-se os minutos, as horas e o dia ou 1440 minutos em atividade plena. ...ôrra meu!

O Caribe é Aqui

Quem será o Capitão Jack Sparrow? Os “voucher’s piratas” seguem singrando os mares do sul, alheios a qualquer tempestade. Realmente, esse jeitinho brasileiro é que faz de nós, mais cedo ou mais tarde, ficarmos com ‘cara de capivara’, quando a verdade se estabelecer. E tem gente que acha “poco... né?”. Mas vamos lá, apostar que algumas mentalidades se alterem e que todos compreendam que quem perde é a população municipal. Em Bom Jardim, é bom que se diga, a maioria do contingente populacional não usufrui da atividade turística e veem tudo passar ao largo, inclusive o poder financeiro de poucos.

- Uma ilha de prosperidade com alguns poucos olhando apenas ao próprio umbigo.

No Cerne da Questão

O combate à receptação de produtos roubados e furtados demandou esforços da Polícia Judiciária Civil, nas investigações conduzidas pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, que intensificará ainda mais as ações neste ano. A receptação fomenta roubos e furtos de produtos, principalmente de aparelhos celulares e eletroeletrônicos, e também a lavagem de dinheiro e o tráfico de drogas. “A receptação é a força motriz de vários crimes. Financia os roubos, os furtos, o tráfico de drogas e a lavagem de dinheiro. Digo que a sociedade precisa se conscientizar da sua participação no cenário de roubos e furtos, uma vez que os produtos adquiridos com o crime são encomendados por receptadores, que sabem do mercado consumidor potencial, que irá adquirir aqueles produtos”,  pontua a delegada titular da Derf, Elaine Fernandes da Silva.

- A informação é da assessoria da Polícia Judiciária Civil. Enfim, uma ação saneadora.

Erros de Cálculos

De acordo com a PJC: “Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá prendeu o líder da organização criminosa que roubou R$ 1 milhão em joias de uma comerciante, moradora de um prédio na Avenida Presidente Marques, no bairro Santa Helena, na Capital. O suspeito, Diogo Teles Catette, 25 anos, teve o mandado de prisão preventiva cumprido nesta quarta-feira (13.01). O rapaz foi preso no bairro Paiaguás, próximo ao Centro Político Administrativo. O suspeito é o segundo assaltante preso nas investigações do roubo milionário ocorrido na tarde do dia 7 de janeiro. Na noite do mesmo dia, o executor do roubo, Jeikson Pedro de Arruda, 24 anos, foi preso em flagrante, em ação integrada das Polícias Civil e Militar com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPaer). Ele usava tornozeleira eletrônica, tendo sido posto em liberdade no dia 17 de dezembro de 2015”.

- Assim, tão rápido. Nem deu para passar adiante “os baguios”.

Erros de Cálculo II

Com Jeikson, foram recuperadas algumas peças em ouro que somando R$ 15 mil, uma pistola 380 usada para o roubo, munições e um simulacro de arma de fogo, bala clava (capuz) e a camiseta usada durante o assalto, que foi reconhecida pela vítima.Seu comparsa, Diogo, de acordo com as investigações, era a pessoa com quem Jeikson conversava ao telefone. Diogo coordenava toda a ação por telefone celular e estava próximo ao prédio da vítima. “Ele estava nas proximidades dando apoio logístico. Nas imagens do circuito de segurança do prédio, Jeikson aparece conversando ao telefone. Identificamos que era com Diogo com quem falava”, disse a delegada Elaine Fernandes da Silva.

- Tudo isso, de acordo com a assessoria da PJC-MT.

Velhos Problemas

A administração municipal de Nobres continua a luta pelo respeito ao “Voucher Único”, estabelecido em lei municipal. Ocorre que tem empresário emitindo o documento fiscal “pirata”, sonegando assim o ISSQN devido pela prestação de serviço. Em recente reunião realizada na sede do Distrito de Bom Jardim, mesmo com a pirataria descoberta, alguns insistem em dizer que a administração municipal não reverte o imposto ao munícipe. Não é difícil perceber que a “inconfidência” decorre muito mais de questões políticas que propriamente de prestação de serviços públicos.

- A Lei do Voucher Único existe, mas a sonegação persiste.

Velhos Problemas II

O secretário municipal de Fiscalização Tributária colocou a posição da administração municipal e foi claro ao lembrar que vai combater a sonegação do único imposto municipal cobrado ali. O sub prefeito Acendino Mendes foi ainda mais claro ao apontar que os recursos oriundos do ISSQN gerado pelo turismo não chega nem perto das despesas com a manutenção das estradas rurais, notadamente aquelas que levam o turista aos pontos turísticos. Não houve quem não reconhecesse o bom estado das estradas rurais.

- Tese da sonegação derrubada.

Velhos Problemas III

Um diminuto grupo que alimenta uma questiúncula meramente política em relação a atual administração municipal é que tenta deturpar as ações. Para o secretário municipal de Fiscalização Tributária, Silvério Soares de Moraes, a tentativa de se estabelecer ações paralelas e retaliativas não vai prosperar. “Aqui hay gobierno”, conforme se depreende da afirmação do secretário.

- We understand (Nós compreendemos).

Voucher Único Municipal

A Lei Municipal nº 1168/2011, que trata do Voucher Único Municipal vai ser alterada e a administração municipal quer o ISSQN que vem sendo sonegado, conforme dados de documentos fiscais que imitam o documento oficial. Além disso, como o município vai quantificar em um banco de dados quantos são os turistas que visitam Nobres, quem são, de onde vem e como se sentem em relação a estadia, alimentação e receptividade nos atrativos que, redundantemente, precisam atrair bem o turista?

- Como atrair investimentos sem dados quantificados e qualificados? É direito de todo feio querer ser bonito, mas...

Bolsa Família

O orçamento do governo federal para 2016 prevê reajuste no programa Bolsa Família, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). O aumento previsto de gastos para o programa é R$ 1 bilhão, informou na última segunda-feira (4) o ministério. No entanto, ainda não há definição de quanto nem quando será o reajuste. O reajuste do Bolsa Família entrou em discussão nos noticiários após, no último dia 31 de dezembro, a presidente Dilma Rousseff vetar um trecho da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016, que previa o reajuste para os beneficiários do programa.
- Menos mal para quem está inserido no programa.
Ataque Desfeito?
Segundo o noticiário do Congresso em Foco: "O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou o arquivamento inquérito contra o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). O parlamentar tinha sido acusado pelo delator Carlos Alexandre de Souza Rocha, o "Ceará", entregador de dinheiro de Alberto Youssef, de recebimento de propina. As informações são do jornal Folha de São Paulo. O ministro Teori Zavascki acompanhou entendimento da Procuradoria-Geral da República (PGR) – que havia opinado pelo arquivamento -, depois de uma contradição entre o depoimento de Rocha, e de outro delator na Lava Jato. A decisão de Teori é de antes do recesso, 9 de dezembro do ano passado, antes de terem sido tornados públicos os depoimentos de "Ceará".
- Sendo assim divulgado...

Ano Eleitoral

Se antes o assunto já era esse, agora, a tendência é aumentar as “invenções” políticas e os boatos relativos ao assunto que mais causa ‘frisson’ em Nobres: a política. Tem um “new” articulista político que vê o seu candidato com muita potencialidade, mas quando o assunto é “the money”, ele não decifra o código. É como diria aquela figura que não faz feio numa roda de conversa entre Gil, Caetano, Chico e ainda a presença especial de Jô Soares: “alevinos são todos aqueles que sofrem com problemas de pigmentação da pele”. Enfim, quem não tiver cacife financeiro, pode ir tirando o pangaré da chuva, porque nessa roleta não se aposta fiado.

- Em política, não se faz fiado nem para a poderosa Angela Merkel.

Ano Eleitoral II

Querendo ou não, o atual prefeito Gilmarzinho da Ecoplan ainda é o nome mais influente politicamente na atualidade em Nobres e, não por acaso, tem sido alvo de críticas por parte dos adversários políticos. O prefeito vai ter que se reunir com seu grupo político para discutir os rumos da política municipal em 2016. Há um grupo que deseja ouvi-lo e ele, naturalmente, deve se portar como um comandante, discutindo o direcionamento que a sua gestão terá daqui pra frente.

- É hora de ouvir e de ser ouvido.

Ano Eleitoral III

Existem diferenças fundamentais entre impor uma recandidatura e ouvir manifestações de apoio a um segundo mandato. Em 2012, depois de se desvencilhar do grupo político que o elegeu, o então prefeito José Carlos da Silva só tinha um entusiasta apoiador do seu nome: o seu secretário de Finanças... e de outras pastas sob a sua tutela. Mal sabia seu Zé que muitos namoravam apenas os seus dotes financeiros... e deu no que deu. O maior número de partidos a apoiá-lo, candidatos em profusão para ‘financiar’ e o dinheiro sendo desperdiçado em quantidade sem se atentar para a qualidade.

- Ocioso contar o final do filme.

Ano Eleitoral IV

Alguém já viu esse filme alguma vez? O que estaria por trás da estratégia de se ter tantos nomes jogados ao ventilador com anunciada candidatura ao cargo majoritário? Bem, Papai Noel acaba de sair de cena e agora quem aparece na lista, um pouco mais lá no fim do túnel, é mais uma fábula... o coelhinho da Páscoa. Com certeza, o fenômeno ocorrido em 2012 não mais se repetirá, em que um único financiador de campanha sonhava com a reeleição e “derriçou” notas e notas em candidaturas que não lhe resultaram em sufrágios o suficiente para um novo mandato.

 

- Fábulas, quimeras, milagres, utopias, alucinações, miragens, deslumbramentos não se permitem em tempos de crise. Redundâncias pleonásticas que culminam em “não”.

Segundo a PC

“De janeiro a novembro, 990 pessoas, sendo 833 homens e 157 mulheres, foram presas em ações das forças de segurança, seja em flagrantes da Polícia Militar, sejam em investigações da Polícia Civil.  “Oitenta por cento de todos que passaram por aqui são traficantes eventuais, que alegam que compram um pouco de droga para seu consumo, para revender e manter o seu sustento”, afirma o delegado da Polícia Civil, Cley Celestino Batista, que recebe na Delegacia de Entorpecentes (DRE) todos os procedimentos de prisão em flagrantes da Polícia Militar, que são lavrados na Central de Flagrantes de Cuiabá, e também os flagrantes efetuados pela Polícia Civil, na maioria da própria DRE”, conforme a  assessoria da PJC.

- Isso, na região metropolitana.

Segundo a PC II

“O delegado explica que para cada documento são expedidas ordens de serviços para que os investigadores descubram se o preso tem outras práticas que possam leva-lo a ser considerado comerciante de droga habitual, aquele que está associado para prática criminosa, que comercializa quantidades maiores de entorpecente para auferir lucro alto”. “O que quero saber quando faço a ordem de serviço é se aquela pessoa faz parte de alguma associação criminosa, se está associada a outras pessoas, de onde que veio essa droga, quem é que está municiando com essa droga e se é um traficante habitual de droga ou eventual, ou seja, se está utilizando daquele tráfico para seu consumo próprio e para manter ele e sua família”, explica a assessoria da PJC.

- Realmente interessante isso e o elemento diz tudo o que sabe?

Difícil?

Tem muita gente que gosta de reclamar, principalmente da saúde em Nobres. É porque não conhece o drama que vivem os cariocas lá no Rio de Janeiro com a saúde pública do estado, justamente a sede das Olimpíadas de 2016. A situação do sistema público de saúde está exposto no RJ, que é para forçar a aprovação da CPMF para o ano que vem. A roubalheira do dinheiro do povo no Petrolão, com cerca de 167 deputados envolvidos em investigação e o povo é que tem que pagar essa conta.

- Vão tudo pra pqp...

Difícil II

Se tá difícil pra você, imagine pra Papai Noel que resolveu... ao invés de distribuir presentes, roubar um helicóptero e abandonar as suas renas. Roubam a Petrobrás, roubam imagens de igrejas, roubam lojas... por que não, Papai Noel entrar nessa onda e roubar um helicóptero?! Nem o Vaticano estaria livre de picaretagens, onde o Papa Francisco descobriu pompas e ostentação com o dinheiro de uma das instituições mais ricas do mundo.

- E o ladrão de galinhas vai pra gaiola.

Passagem da Faixa

A passagem da faixa de prefeito, do que sai para o eleito, que não aconteceu em 1º de janeiro de 2013, não é um privilégio só do ex-prefeito José Carlos da Silva. O presidente eleito da Argentina, Maurício Macri, não recebeu a faixa presidencial de Cristina Kircnher, que saiu pela porta pequena, por onde passam aqueles que se furtam a participar da cerimônia de passagem de poder. É de se acreditar que a Argentina não chorará pela partida de Cristina...

- .assim como aconteceu em Nobres, no começo de 2013.

Passagem de Faixa II

Outro que certamente não passará a faixa será o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, por razões bastante óbvias, sendo a cassação do seu mandato uma destas e uma outra será a presença incômoda do “Japonês da PF” na sua cola. O que acontecerá com Renan Calheiros e mais 160 e tantos parlamentares investigados? Dilma sai ou Dilma fica? Alguns peemedebistas defendem a permanência de Dilma, e o prefeito do Rio, outro Eduardo, o Paes, quer Dilma e o continuísmo.

- Michel Temer, se não tomar uma azulzinha e se reerguer, vai ver o japonês na sua cola.

Ou Dá ou Desce

O sujeito quando encosta perto da bomba de combustível no posto, já vai logo se lembrando daquela piada do papagaio e o personagem em cima do caminhão... se não der, vai ter que descer. Se põe gasolina, a piroca é grossa; se escolhe etanol... vai sentar na manjuba do mesmo jeito. Enquanto isso, o Lulinha faz um “Control C Control V” e fatura uma barbada, tão igual a você apostar na égua que derrubou aquele secretário... contra o campeão do último grande prêmio do turfe nacional. A eguinha pocotó contra o cavalão... que tomou Viagra e engatou uma primeira, feito uma Ferrari... o preço do combustível está sendo medido em RPM... vai de 0 a 100, 200 300 e até a R$ 2.89, num piscar de olhos.

- Vôte... cobra d’água. A Dilma fica.

Energia Elétrica

Na zona rural, a população anda insatisfeita com a empresa que fornece energia elétrica. Mais falta energia que propriamente têm... o que prejudica os empresários e os negócios do turismo. Na zona urbana, a empresa cobra R$ 35,00 e mais R$ 0,06 por km para deslocamento para troca de disjuntor no quadro onde fica o relógio que afere os gastos de energia elétrica. Como se vê, a eficiência na cobrança de serviços extraordinários é de primeira, mas não paga pelas perdas que o cliente consumidor possa ter.

- O estado escalpela o contribuinte e a cubanização do Brasil caminha mais rápido que o relógio que mede os lucros da empresa.

Energia Elétrica II

Que tal fazer uma pesquisa para se medir o grau de satisfação do consumidor em relação à empresa que fornece energia elétrica? Mas, por favor, vamos evitar essa tal compra de caderno de pesquisa... uma balinha pra você, duas para aquele, três para o outro ali, mais umas quatro a outro, meia balinha pra você e mais um algodão doce a quem não gosta de caderno. Chupem as balinhas com moderação daqui até o ano que vem e obrigado pelo natal a mim proporcionado.

- E você, vai um caderno aí?

Made in Japan

O japonês da PF, anda mais famoso que o amarelo Psy, aquele do "Gangnam Style", o vídeo clipe que levou o cantor às alturas. O agente da Polícia Federal Newton Ishii agora é tema de marchinha de carnaval. Começou a circular desde a quinta-feira, 3, na internet o vídeo “Marchinha do japonês da Federal”, em referência ao chefe do Núcleo de Operações da PF de Curitiba (PR), palco da Lava Jato.

- Se, por acaso, seu Newton amanhecer à porta da sua casa, pode contar que você está “fu”.

Em Chamas

Mas não é Roma, mas a Capital Federal, a partir dos baculejos que a PF tem dado na casa de alguns intocáveis, mais sujos que o próprio Alphonse Gabriel Capone, o gangster dos idos anos de 1920 a 1930. “A Polícia Federal batizou a operação de Catilinárias, que são discursos célebres do cônsul romano Cícero contra o senador Catilina, que planejava tomar o poder e derrubar o governo republicano” diz o site do G1. Lógico que a referência da operação tem a ver com o deputado federal Eduardo Cunha, que não tinha nada a TEMER.

- Vê se te orienta... Eduardo Cunha, já sabem do teu furo... no IR.

 

Em Chamas II

Se o ministro Eduardo Cardozo disser que não sabia dessa operação, Papai Noel não sabe o que se comemora dia 25 de dezembro. O ex-governador Ciro Gomes cantou a pedra: “Ele vai ser preso...”, disse, em relação ao deputado federal Eduardo Cunha. O senador alagoano, presidente do Senado, Renan Calheiros, disse a mesma coisa. Dito e feito, a PF foi buscar provas contra Eduardo Cunha por autorização do ministro Teori Zavascki. E a dedução mais lógica é a de que Dilma fica e os demais terão muito a TEMER daqui pra frente. A República não será abalada, até porque, o contribuinte tem coro duro e lombo de hipopótamo para aguentar bancar essa roubalheira toda.

- Nada a TEMER daqui pra frente, salvo se um pelotão de elite do Estado Islâmico desembarcar em Brasília. Aí, adeus Catilina. 

 

No 0800

Tem gente que acredita que Papai Noel tenha que passar todo dia por estas bandas, trazendo presentes. Os eventos esportivos, de lazer e de entretenimento tem custo e não é bancado por Papai Noel. Um baile custa caro realizar; uma festa de aniversário tem custo; manter uma igreja tem custo; realizar um campeonato de futebol tem custo e há os patrocinadores nesse meio todo, bancando a realização. Feliz daquele que tem credibilidade para fazer realizar um evento e consiga patrocínio para ajudar na despesa. Chato é o sujeito querer mídia e apelar para a ‘carteirada’ ou querer divulgação do nome na faixa (à base do 0800).

- Diz o poeta de botequim, em suas malfadadas linhas, que um homem enciumado pelo outro é mais difícil de lidar que duas mulheres ciumentas, juntas, na mesma empreitada. Cuuuruzes!!!

Temporada

Junto com o Verão, vem a estação do muito falar. É quando boatos ganham força, via de regra, sempre em tom de críticas ácidas contra pseudos adversários políticos. Pela via do “zap zap”, onde o anonimato ganha força, e é onde os ataques surgem com a expressão da virulência que se espalha sobre adversários criados pelo imaginário daquele que almeja estar no lugar de outrem. O endereço da entrega dessa indesejada encomenda, denominada de “má falação”, é sempre o de alguém que está em um lugar almejado pelo destinatário. Nas redes sociais e através delas, criam-se mitos em torno de bem sucedidas gestões administrativas futuras e tome ataques pelo “whatsApp”.

- São assassinos virtuais que investem, sem dó nem piedade, contra as reputações. No anonimato, medíocres se tornam reis absolutos e plenipotenciários sem mandato. 

Aprovada

O vereador Joel Júnior (PP), gostou dos números da pesquisa e aponta que a sondagem para consumo interno, sem regularidade para divulgação, foi boa, já que alinha os prováveis candidatos. Lá pela frente, quem estiver melhor, vai poder alavancar candidatura, conforme JJ. Detentor de mandato, JJ diz que vai encomendar sondagem para o ano que vem, quando vai medir a sua posição para vereador e a prefeito.

- Vamos guardar o caderno de hoje, que servirá a tarefas futuras.

Então é Natal...

A página da TV Cidade amanheceu no dia 09/12 com os dados da pesquisa, correndo risco de levar um fumo. Depois, Makoto Aiko colocou os dados da pesquisa em sua página no Facebook, e ainda aponta que o poder público que mandou fazer a sondagem. Como poder público entende-se Legislativo e Executivo no âmbito do município. Mas a verdade é uma só, o natal do pesquisador já está garantido, caso ele tenha conseguido vender ao menos cinco cadernos ao preço de R$ 3.000,00 cada um.

- Uma massagem no ego de muita gente.

Então é Natal ... II

A lista de candidatáveis e as primeiras posições agradaram e há cadernos espalhados por aí que não consideram, em nenhum momento, o número de indecisos, dos que não opinaram e dos votos brancos e nulos, que ultrapassariam a casa dos 40%. Isso equivaleria assinalar que os candidatos alinhados ainda vão ter que correr muito para chegar ao objetivo daqui até as convenções municipais e dali pra frente, o caminho começa a ficar mais íngreme; com alguns nomes deixando a lista do caderno atual.

- Em tempos de vacas magras, cinco cadernos vendidos já garantiriam um bom natal ao sujeito do instituto.

Contaminação

Quando dissemos que tem gente que está sem mandato e ‘sassaricando’ com o nome na lista de prováveis votados ao cargo de vereador, é a constatação de que uns e outros estão na política, mas ainda não descobriram que o eleitor não é burro e só vota em quem ele quer e se não foi eleito vereador... vamos pelo óbvio. Mas a política é assim mesmo, contamina mais que o tal do “zyka”... que faz o cérebro de alguns políticos regredir em dimensão. Esse caderno veio como uma espécie de ópio, pra deixar muita gente divagando. E olha que não é gente que nasceu ontem, mas que tem anos de janela.

- É como disse Friedrich Nietzsche: “A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez”. Recorte este tópico e guarde.

Pesquisa

Tem certos parâmetros utilizados para realização de pesquisa que nenhum prof.º Pardal ainda não inventou. Um vereador, detentor de mandato, apareceria numa pesquisa frequentando o topo dos que não mereceriam ser eleitos e na mesma pesquisa, num outro universo pesquisado, além da Via Láctea, aparece no alto da pirâmide com maior intenção de votos. É feito aquele chá, supostamente eficaz, feito com ferro enferrujado ardendo em brasa e colocado na água imediatamente... ou seja, ardentemente em primeiro e congeladamente em último.

- Parâmetros de paranormalidade.

Pesquisa II

Essa, o ‘cara’ deixou escapar, sobre um nome, sem mandato desde a primeira guerra mundial, que foi inserido no contexto dos candidatáveis bem na fita, por conta de um ‘extranumerário’ (the money) conferido ao extraterrestre que pesquisou o universo do buraco negro existente entre os 10% computados e o quatrilhão de indecisos. E tem gente que ainda não sabe como o algodão doce exerce tanto fascínio nas crianças e ‘alegra’ aos dentistas ao mesmo tempo... desde que os clientes mirins possam pagar.

- Vi esse nome num ‘terreiro’ e o cara tá bem na fita..., mas é quando abrirem as urnas no Paquistão, na Síria e algumas em Bagdá.

 

Pesquisa III

Falha-nos a memória neste momento sobre quem disse que toda unanimidade é burra. Mas vamos lá, quatro clientes compram um caderno e os quatro ficam satisfeitos com os números e jamais atentam para a avaliação da data das eleições e nem de quantos ainda estão indecisos. Se você tem 4, 5, 6 ou 7% nas intenções de voto, hoje, e se o número de indecisos estaria na casa dos 40% ou mais, isso equivale dizer que o cenário está sujeito a mudanças... mais que cigano de um lugar a outro. Mas, como a economia está aquecida e o dinheiro jorra... vamos comprar algodão doce e pensar que seja um bem durável.

- Quanta ilusão, quanta vaidade fugaz.

 

Descolorida

Também, depois que vimos numa manchete de jornal, lido de ponta cabeça, que alguém teria expedido um mandado de prisão a um veículo automotor, dizer que se está no topo da parada de sucesso apenas por falar mal de um amigo ou ex amigo, nada de anormal. Os vereadores atuais são a bola da vez e esse mesmo elemento, tem deitado o pau nos parlamentares no ‘zap zap’. A palavra chave é: “só sabem falar bonito...”. É o Alberto Roberto de Nobres: “Fui... mas quem não sou?”. Já vi de tudo por aqui, mas piava três pintas albina, não tive essa oportunidade.

- Quando começou o Brasileirão 2015, o Vasco estava em primeiro na pesquisa e ao final, foi parar na segundona.

Sem Novidades

Por pouco não nos surpreendemos e Michel Temer seria o responsável, desde que ele dissesse que seria um “vice” conformado com o papel que lhe é conferido pelo sistema político. Mandou uma carta atrevida para a titular, madame Dilma, sob alegação de que nunca teve a confiança do governo. Ciro Gomes disse que Temer seria o “capitão do time do golpe”, o que lhe confere um valor nunca antes emprestado por Lula e bem menos pela presidente Dilma. Numa briga de gangues, Michel Temer é o cara que atiça a briga e fica de longe, vendo os caras se digladiarem e se acabarem. Só depois ele aparece, do outro lado do rio, numa praia paradisíaca, tomando água de côco e vendo Roma arder em chama. 

- Se Dilma não tem nada a TEMER, vamos para os sopapos. Vai uma pesquisa aí, para saber se ela fica ou continua? Chama o pesquisador da Via Láctea, Estudos Extrassensoriais e Tudo Sobre o Universo Quântico. 

 

Sem Energia
A zona rural realmente está desprestigiada pela concessionária de energia elétrica. A falta de energia elétrica tem sido uma constante nas localidades, digo, distritos de Bom Jardim e Roda d'Água e aquelas comunidades tem chiado, mas apenas isso, porque não tem a quem reclamar. Com as chuvas intermitentes na região, a cada dia é um ou dois postes que "deitam" e ainda colocam em risco a vida de muitas pessoas nas propriedades rurais. A julgar pelos reclames (que não são poucos), o nome da empresa real e literalmente é só fantasia. Comunidades inteiras (des)energizadas e prejuízos aos borbotões.
- Energisa e Tripolo, esses nomes estão muito populares na boca do povo, até mais que os das mães de juízes de futebol.

 
Sem Energia II
As pessoas se modernizaram e tudo agora funciona com eletricidade: fritadeira, batedeira, estufas para preservação de salgados, bombas de gasolina e até mesmo as geladeiras dependem de energia elétrica, se é que o pessoal da Energisa não sabe. Sem o normal fornecimento de energia elétrica, muita coisa pára e neste Brasil da Dilma, do Lula, do Delcídio and Company, a 300 por hora já é devagar. A saída é uma ação coletiva das comunidades contra a empresa causadora do dano.
- Algum advogado aí que precise de dinheiro?

 
Sem Energia III
Não bastasse a zona rural (des)energizada, no bairro Aeroporto, muitas residências ficaram sem energia elétrica de 26 para 27 de novembro. Realmente, a situação é de caos e aquela carne bovina ou suína, adquirida a preço de ouro, vai para o lixo por conta da perda. Quem paga essa conta? Nos anos 50, em Cuiabá, era a EFLA (Empresa de Fornecimento de Luz e Água – é isso?); depois veio a Cemat; que durou muitos anos e enriqueceu muita gente; depois tudo foi transferido para uma empresa com cara de nacional, mas que tinha sócios com mais de 50% das ações, oriundos da Espanha. E por último a Energisa, que também vai ficando famosa, em que pese pertencer ao setor privado.
- Quanto ao bairro Aeroporto, seu Lino, da Secretaria Municipal de Infraestrutura, disse que sem energia não dá... aliás, dá pé para os mosquitos.

 
Bem Guardado
Seria ofensa perguntar, se o guarda de patrimônio é para guardar a coisa pública ou aquilo que lhe pertence? É que alguns automóveis são vistos quase dentro do prédio público, ao invés do pátio. Tem situações que realmente extrapolam o limite da paciência e vai perdurando sem que nada seja feito. Há a coisa pública e há a propriedade particular, isso é tão óbvio, quanto o 6 a 1 do Corinthians contra o SPFC.
- O resto, bem, isso requer providências.

Situações Anormais
 O profissional de saúde é uma atividade realmente para quem tem vocação e deseja exercê-la em sua plenitude. As enfermidades e os riscos que permeiam nessa atividade revelam que aquele que não quer exercê-la em sua totalidade, deve buscar trabalho em uma perfumaria, que é um ambiente, obviamente, aromatizado e sem nenhum risco bacteriológico.
- Sendo assim, tá na hora de um exame de consciência.

Receba as Flores...

Quem andou impossível no último final de semana, foi o trio Gibinha/Dezinho/Aldori por conta de vitórias seguidas no truco com seus adversários. Meio nostálgico, o trio estava mais para Nilton Cesar, aquele cantor da jovem guarda que canta a música: "Receba as flores que lhe dou..." e olha que eram buquês de flores toda hora. Foi show, tanto que sapo nem coachava, antes, miava.
- Foi o dia municipal do sapo. Esse Gibinha é uma figuraça... bateu no seu aumentativo.

Bolivariano
Sem fazer nenhuma revolução, o atual presidente do Cisne Branco, o famoso Casagrande, já vai para mais um mandato e dizem que ele pretende se igualar a Fidel Castro. Mas dizem que a sua gestão tem tudo a ver com algum estudo de astrofísica e sobre um tal "buraco negro", que não é coisa para leigo entender. Agora em dezembro tem eleição, quem vai querer "peitar" o atual presidente?
- Algum físico ou astronauta para ver o buraco negro?

Prisões I

"Nove pessoas foram presas em uma ação conjunta da Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar, na quarta-feira (18.11) menos de duas horas após participarem do roubo de dois estabelecimentos comerciais no município de Cláudia (620 km ao Norte). Os suspeitos integram uma quadrilha de assaltantes que atuava na cidade. Os suspeitos Marcos Alberto Telles, 32, Paulo Willian Constantino Rodrigues, 27, Everton de Jesus, 23, Naiara Moreira Ferreira, 18, Fabio Simões Bogado, 21, Karine Marques Milan, 25, Edimar Aparecido Moraes da Silva e os menores J. P. L., 17 e M. J. P. S., 16, estão envolvidos nas ações criminosas e foram autuados em flagrante por roubo e formação de quadrilha". As informações são da assessoria da Polícia Judiciária Civil.
- Menos problemas.


Prisões II
Segundo a assessoria da PJC: "A quadrilha começou a agir por volta de 11h40, da quarta-feira (18), quando realizou o roubo em uma Panificadora da cidade. Na ação, dois suspeitos chegaram em uma motocicleta e em posse de uma espingarda, calibre 22, tentou render o proprietário do local, que saiu correndo com um cliente. Os criminosos roubaram todo o dinheiro que estava no caixa do estabelecimento. No período da tarde, às 14h20, os assaltantes realizaram outro roubo, desta vez em um mercado, em que havia várias pessoas. Os suspeitos utilizaram o mesmo modo de agir do roubo anterior, estando ainda com as mesmas roupas e utilizando a mesma motocicleta e arma de fogo."
- Mas, para azar do grupo, foram para o xilindró.


Só Bagulho
"Em ações realizadas durante o fim de semana prolongado pelo feriado do Dia Consciência Negra, policiais do 4º Batalhão da Polícia Militar (4º BPM), sediado em Várzea Grande, apreenderam 18,4 quilos de drogas, sendo 14,4 kg de cocaína, 4 kg de maconha, além de 34 'trouxinhas' de maconha. Também foram apreendidas quatro armas de fogo. Na Avenida Alzira Santana, em uma abordagem próxima ao supermercado Comper, foi detido o suspeito Jesuino Cândido da Silva Junior, de 25 anos, que em seguida apontou o esconderijo de 4 quilos de maconha. Ele não explicou o que estava fazendo em Várzea Grande, mas contou que em sua casa, no bairro Cidade Verde, em Cuiabá, havia essa quantidade de droga", segundo a assessoria da PM.
- No flagra com a parada.


Mais Bagulho
De outra parte, a assessoria da PM informa ainda que outra parada foi desmontada, siga como foi: "Já a apreensão dos 14,4 quilos de cocaína aconteceu no Aeroporto Marechal Rondon, com o menor F.D.S, 17 anos, que vinha da cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul e pretendia seguir para Macapá, capital do Estado do Amapá. A droga estava na mochila do adolescente. Durante conversa com os policiais militares, ele revelou que essa já era a terceira viagem que fazia transportando entorpecente para o mesmo destino. No bairro Água Vermelha, também em Várzea Grande, os policiais abordaram Esmael Neves da Costa, 38 anos, com o qual encontraram 34 trouxinhas de maconha".
- Que parada longa, hein garotinho?

No Rumo Certo

A reunião que aconteceu hoje (19/11), pela manhã, no Plenário "Lagoa Azul", anexo a sede da Prefeitura de Nobres, parece ter sido inspirada na entrevista do célebre pensador da América Latina a Revista Veja desta semana, Bernardo Toro. Ele diz (na entrevista) que "A sociedade precisa exigir" e fala ainda que a "Mobilização popular não tem nada a ver com o assembleísmo inócuo nem com o heroísmo de momento". Bernardo Toro é colombiano, formado em filosofia, física e matemática, e é claro que a sua forma de pensar está acima, muito acima da nossa modesta pretensão, de nos unirmos em favor da preservação do presídio aqui em Nobres, com toda a sua estrutura, pessoal e reeducandos. Mas quando o assunto é colocado dessa forma, em que "A sociedade precisa exigir", guardadas as devidas proporções, toda a forma de unidade em torno de objetivos comuns, com suas exigências e proporcionalidades são válidas.
- Trivialmente falando: "Tamo junto e bamo que bamo".

Rio 40 Graus
O sucessor do prefeito Eduardo Paes, do Rio de Janeiro, parece que já teve a candidatura "surrada" pela preferência popular, muito antes de ela ser validada, pela convenção municipal e pelos partidários. Deputado federal e secretário executivo da prefeitura carioca, Pedro Paulo Carvalho admitiu que baixou o pau na esposa, por duas vezes. Engraçado, a LMP (Lei Maria da Penha) não atinge esse povo ou a esposa escondeu o fato... no plural (duas vezes). A Revista Veja publica o fato sob o título genérico de "Descontrole Crônico", muito comum, até por estas bandas...
- ... no Vale do Tombador. Aí vem a frase feita: "Em briga de marido e mulher, terceiro não mete a colher". Embora os linguarudos comentem (e muito!).
 

Na Justiça 

O prefeito de Nobres perdeu a paciência com o Governo Federal e acionou o Ministério do Turismo e a Caixa Econômica Federal na Justiça, por conta da última parcela do repasse do convênio para a reforma da rodoviária. R$ 195.000,00 pendurados, que não e nem desata, e a Prefeitura de Nobres ainda tendo que pagar aluguel de um imóvel onde funciona a rodoviária provisória. No Facebook, as pessoas cobram a execução da obra, mas desconhece a falta de responsabilidade do Governo Federal, que já deve ter arrecadado mais de um quatrilhão e a União segue cortando despesas.

- É como diria o pensador de botequim: “O que é uma ferida a mais para quem já está leproso?”. É o caso do Governo Dilma.

 

Presídio

Uma audiência pública realizada hoje (19/11), pela manhã, colocou no auditório “Lagoa Azul”, anexo à sede da prefeitura, o deputado estadual Peri Taborelli, o prefeito Gilmarzinho da Ecoplan, o magistrado Raul Lara Leite, da Comarca de Nobres, vereadores e representantes da sociedade organizada do mesmo lado, a favor da permanência do presídio em Nobres. O magistrado Raul Lara destacou que já passou por várias comarcas e ainda não havia tido a oportunidade de ver um presídio com estrutura física tão boa.

- A corrente cresce em favor da permanência do presídio com toda a sua estrutura administrativa e de apoio em Nobres.

Magistratura Popular

O deputado Taborelli elogiou a participação do magistrado na reunião que trata da permanência dos reeducandos em Nobres, na estrutura adequada, existente aqui. Para Taborelli, é necessário ouvir os munícipes e os seus anseios, ao invés de criar mecanismos de ação que venham de cima para baixo. Para o magistrado, Raul Lara, a sua competência é limitada nessa questão, mas vê a unidade prisional com qualidade para abrigar os detentos e apoia a iniciativa. O magistrado, o prefeito e o deputado tiveram conversa reservada no gabinete institucional para tratar a questão.

- O aval dessas autoridades contribui para que a corrente aumente em favor do presídio funcionando aqui.

"Incentivo... e tanto"

O deputado federal Fábio Garcia, pode ter o nome bastante lembrado pela mídia nos dias que virão. De acordo com o Portal Folhamax, o nome do deputado e a empresa que comandava, a Pantanal Energia, "ganhou", em decisão monocrática de Pedro Nadaf, incentivo fiscal retroativo e o Estado, segundo se informou, ficou com 200 milhões de reais a menos na sua receita. A informação no Folhamax diz que: "O assunto promete!".
- Política é mesmo ambiente para gente rica. E o pobre, cá, pensando em como vai ser o quiabo com carne moída de amanhã. 200 mil pilas, xômano.


"Incentivo... e tanto" II
"Óia, quesses 200 contos, dava pra comê aqueles 'empadões' lá de Poconé... aufa, xômano". Na França, aquelas 'empadinhas', pequeninhas, iam ser bem mais pouca. 'Oh! Beleza, aqueles 'b...cetão', lá de Poconé". Ops! Melhor dizendo, 'empadão'. Incentivado a não pagar impostos... por bem menos, lá em Barbacena, o 'dentista ou boticão', o Joaquim José da Silva Xavier, foi enforcado e esquartejado, por desaconselhar o povo a pagar impostos.
- Pobre Brasil, do qual todos querem tirar uma casquinha.

"Guerra Fria"

Até a poucos dias atrás, o Ministério Público Estadual (Procuradoria Geral de Justiça) queria saber tudo sobre a verba indenizatória dos deputados estaduais, muito alta (dinheirama). Agora, um quase 'defunto' se ergue do túmulo e solta uma bomba sobre o MPE e as tais cartas de crédito. De acordo com Eder Morais, ele tem muita coisa a dizer sobre o MPE e as cartas, fato que contribui para que os deputados se coloquem em posição de tiro contra a PGJ.
- Se não der tiroteio intenso, podem erguer o tapete, que o jogo vai terminar mesmo no zero a zero. Pá de lá e pá de cá.


A Sucessora
De sobrenome famoso, a deputada Janaína passou a cobrar informações acerca dos repasses constitucionais ao TJ-MT e ao MPE. Se é muito dinheiro que vai para a AL-MT, ela quer saber quanto vai para o TJ e ao MPE. A verdade é que os impostos sobem, os combustíveis aumentam de preço, a carga tributária cresce sobre o lombo do povo, mas as vantagens ninguém quer perder. Até porque, custa caro ser deputado e ver a remuneração baixar, assim, sem dizer nada... é ruim, demás.
- E na cachimbaria do contribuinte, só fumo.


Galo ou a Fênix
Se Eder Morais está em fase de "ressurreição", quem renasceu das cinzas foi o ex-prefeito Wilson Santos, que saiu da Prefeitura de Cuiabá em "estado de coma político" e ficou sondando uma boa procissão passar para nela se infiltrar. Acompanhou 'os povo' tucano e se deu bem, mas recebeu como penitência, a difícil missão de ser líder do governo transformador, cujo papel o obriga a autotransformação. Daí, "Wirso" querer que não vá para a AL-MT uma boa dinheirama, é transformação demais. "Óia" o tamanho da bronca que vem por aí; tiroteio, melhor dizendo: "djá fôro fuçá nas cartas de crédito e jogá pedra no teiado do MPE".
- Parece até briga no Baú... lá na 'boite' da finada Lurdinha.


Ciscando Lá
E por falar em Wilson Santos, dia 27 de novembro ele deve voltar a Bom Jardim, onde participará da final da Copa Bom Jardim. Em pré-campanha, WS foi até comentarista de futebol durante uma rodada da Copa Rural, em 2013. Consta que o agora deputado participará da festa comandada pelo desportista Zezinho do Esporte. O radialista Nilmon Santos deve comandar a festa esportiva naquela data, na sede do Distrito de Bom Jardim.
- Muita gente famosa deve aportar por aquelas bandas no dia da decisão.


No Avesso
De onde vem tanto dinheiro assim, para sustentar a corrupção? No atletismo mundial, no futebol, no governo brasileiro, no Congresso Nacional; no Governo de Mato Grosso e em muitas prefeituras, de acordo com o que tem mostrado a revista eletrônica Fantástico, da TV Globo. Que mundo é esse em que vivemos? Agora, vemos a abertura do "mar vermelho"... de lama, a partir do município de Mariana, em Minas Gerais. Mar de lama na Petrobrás...
- ...alguém indo para Marte, o ônibus sai daqui a pouco?

Misticismo

Alguns políticos, sendo eles profissionais ou amadores, têm uma cisma com o misticismo, com as seitas religiosas, principalmente o candomblé. Há quase 15 anos atrás, um prefeito, às vésperas de passar o bastão a outro, tinha maus presságios quanto a possibilidade de não passar a faixa ao sucessor, por conta de uma figura mística em Nobres e suas predições. Noites de insônia e a percepção de que não romperia o ano de 2001. Nada de anormalidade, a não ser a herança maldita repassada ao sucessor e o temor de que não concluiria a obra...

- ... e que obra, entregar uma bomba de efeito retardado em mãos do próximo.

Misticismo II

Agora, em 2014, o místico ainda mete medo em certas figuras. Tem um deles que mal consegue ouvir o nome de C. J. Gaeta, que já treme. Pra não dizer que não falamos das flores... todo cuidado é pouco, principalmente com a farta campanha publicitária que rola por aí: “Se beber não dirija...”. Afinal, a frase que já vem pronta nos ensina: “que pra baixo, qualquer santo ajuda”. É..., as vezes a gente vê chover, vê relampear, mas o céu continua azul... samborepemba, folha de jurema... Oxóssi reina, de Norte a Sul.

- Gosto do místico, do misticismo e respeito os cabelos brancos dessa honorável figura. E você, por que o medo?

Misticismo III

Como bom observador, acreditamos que seja bom não desacreditar porque o mundo invisível e suas ‘entidades’ podem dizer o contrário. Assim sendo, “mizifio precisa toma cuidado com o que fala e se ligá no que disse o Tite (do Curíntia) certa vez: fala muito”. Mas, que o místico não é fraco, isso é verdade. A sua experiência como político, como jornalista, como poeta, como figura mística e como homem vivido, tem que ser respeitada.

- Logo...

Hot/Cold

Aquele ímpeto todo com que alguns candidatáveis ao cargo proporcional surgiram, meses atrás, parece que deu lugar a serenidade, com muitos deles deixando de se mostrar e deixando também de assumir candidatura nas redes sociais. Tudo indica que a crise econômica e a falta de dinheiro afastarão muitos candidatos a vereadores da disputa. Os que são detentores de mandato são mais populares e alguns usam da estratégia de dizer que vai disputar o cargo majoritário que é para ter o nome falado, de boca em boca.
- Aqui tá quente... ah!, tá frio, né?


Batendo um Bolão
Sem pasta, sem nenhuma anotação e seguro de si e do que foi fazer, o governador Pedro Taques foi efetivo e coerente nas respostas aos jornalistas no Programa da TV Cultura, Roda Viva. Poder-se-ia dizer, que Pedro Taques estava na Cova dos Leões, mas abateu a todos com tranquilidade. Mesmo quando se aludiu sobre a sua ligação política com Antero que já foi do grupo de Dante e ambos investigados e denunciados pelo então Procurador da República, o mesmo Pedro Taques. "Partidos políticos não cometem crimes...", disse pelo fato de estar no PSDB onde Antero já esteve. "Eu preciso de um partido político...", apontou Taques.
- E olha que o quadro de questionadores é só de feras na área política.


Pedro Taques/Antero
Durante a campanha política municipal do ano 2.000, o então Procurador Regional da República, Pedro Taques, esteve com Antero ajudando na eleição do candidato Zeno Gonçalves, em Rosário Oeste. À época, Zeno concorreu e venceu as eleições municipais pelo PT. Pedro Taques e Antero estiveram nos bastidores da campanha. Antero também ajudou Wilson Santos derrotar o candidato Alexandre César na disputa pela Prefeitura de Cuiabá.
- Velhos conhecidos, ambos estiveram na campanha do ano passado, que elegeu Pedro Taques governador.


Bom Moço
O então candidato ao governo do Estado, Mauro Mendes, derrotado por Silval Barbosa, em 2010, através do seu marqueteiro, mostrou um rapaz que mais parecia o Rei Midas na área empresarial.. onde tudo dava certo para o empresário Mauro Mendes, Com menos de seis anos depois, com as suas empresas em recuperação judicial e exposta à especulação, o império de Mauro Mendes tem conexão com Júnior Mendonça, com Valdir Piran e deve um pouquinho ao senador Blairo Maggi, conforme divulgam sites noticiosos.
- E o Midas de 2010, ficou só fábula, com os seus credores famosos.

Números/Eleição

"Dos 141 prefeitos mato-grossenses, 127 poderão disputar as eleições municipais de 2016. Desse total, há 17 mulheres aptas a postular novo mandato no próximo ano. O pleito será realizado em outubro e vai eleger prefeitos e vereadores em mais de cinco mil municípios brasileiros. Na última eleição, 27 prefeitos foram reeleitos no estado, entre eles o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios e prefeito de Nortelândia, Neurilan Fraga.", a informação está no portal da AMM-MT.
- Será que todos estão animados assim, mesmo na atual conjuntura econômica?

Sem Saneamento
"A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) debateu na manhã desta quinta-feira (5) o Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab) e a universalização dos serviços de água e esgoto. Os especialistas presentes na audiência pública alertaram para os altos custos do setor e a falta de investimentos para melhorar os serviços. Para eles, a crise econômica do Brasil está afetando diretamente as empresas de saneamento básico que atuam nos estados e municípios, que enfrentam dificuldades financeiras. Isso prejudica a capacidade de investimento em melhoria na qualidade do serviço e na ampliação do acesso a água e esgoto. O presidente da Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento (Assemae), Aparecido Hojaij, explicou que um dos principais problemas do setor hoje é a conta de luz.", veja a notícia no Portal da AMM-MT.
- O país está dependente do Congresso Nacional e da possibilidade de 'impeachment' de Dilma.

Transformação

O slogan do Governo do Estado – Estado de Transformação – parece que está sendo levado e sério pelo ex-prefeito de Cuiabá, Wilson Santos. Ele fala em combate à corrupção e agora quer diminuir o valor dos repasses constitucionais para a AL-MT. WS teria jogado um estilhaço contra o ex-deputado Riva e a deputada Janaína não gostou e refrescou a memória do colega deputado sobre o Rodoanel, de quando o Galinho era prefeito de Cuiabá e deixou a prefeitura, 'queimadinho da silva'.
- O passado é qualquer coisa chata e quem não se remove, assim, atoa.

 Sem Carne
O cara tomava umas e outras no boteco em companhia de um colega e se punha a pensar sobre a carne, o bacon e o câncer. Depois de uma meia dúzia, dizia ele ao amigo: "Os pesquisadores que falam que carne causa câncer, 'flagrei' a deles – um é vegetariano e o outro, nasceu depois de uma pulada de cerca mãe, e não gosta de chifre". Por isso é que eles são contra a carne, dizia o sujeito ao amigo, já meio chilado.
- Será mesmo?

 Revisão Territorial
O IBGE e a Seplan redescobriram que a empresa Inducal está dentro do território de Nobres e a Prefeitura vai comunicar a direção da empresa sobre as divisas e reanexação daquele território ao real município de origem. Quanto a Ecoplan, esta pertence mesmo ao município de Rosário Oeste. A redefinição da situação deve ocorrer nos próximos, com a devida notificação das partes interessadas. Pero no mucho, ainda há água a rolar por debaixo da ponte sobre o Córrego Seco.
- Assim sendo...

Situação Complicada
A distância entre a reeleição e o prefeito João Balbino parece que está se distanciando. O cenário não se apresenta propício e se chegar até outubro de 2016, vai ser com muitas braçadas... isto se a Câmara de Vereadores der sossego. O presidente do Legislativo também seria um virtual candidato ao comando do Executivo em Rosário Oeste que, aliás, é sonho antigo de Benvino Pereira. No PSDB, Alex Esteves, também quer chegar ao Executivo. Se tudo seguir no ritmo que está, Alex e Benvino podem polarizar a disputa.
- É que se visualiza.

Menor no Crime

Uma audiência pública realizada na Câmara Municipal de Nobres, hoje (05/11), pela manhã, teve como foco o envolvimento de menores no crime, sendo os de roubo, furtos, tráfico de drogas e até assassinato. O tema é preocupante, recorrente e predominante, principalmente agora, após o assassinato de uma menina. O vereador Adelian Messias, jovem ainda, foi chamado a intervir e trazer luz sobre esse tema e aquela foi a segunda reunião sobre o assunto. Fala-se em segurança pública, mas o foco é social, onde estão alguns pontos bastante abrangentes, entre os quais, a família, a educação e a políticas públicas onde o Governo Federal possa investir mais em um modelo de ensino que torne a escola mais atrativa e com atividades permanentes em cultura, esporte e lazer.
- Escola em tempo integral, isso é frase solta e meramente especulativa.


Menor no Crime II
As famílias estão desestruturadas e não há tempo para o exercício da fé, muito menos para os valores e conceitos que integram um lar. O sexo, a promiscuidade, o querer TER sem nada SER é que geram esse ambiente em que vivemos, onde o exibicionismo, a nudez e a "nóia" são os caminhos mais curtos para a adoção pelo tráfico. A questão é social e encontra amparo nas leis e suas brechas, que culminam com a prisão e a rápida liberação pela Justiça. Mas os problemas também não estão na Justiça e sim na legislação, criada por uma rede de corrupção a partir do Congresso Nacional.
- Ainda que seja desgastante e cansativa a tarefa, a sociedade organizada tem que seguir adiante, ainda que enxugue gelo por muito tempo. A luz elétrica foi uma invenção que custou ao menos dez mil tentativas a Thomas Edison.


Decisão Temerária
Muitos em Nobres nem sabem ainda, mas o fechamento da Cadeia Pública da cidade já estava definido pela secretaria pertinente e não fosse um lance de sorte e de uso de prestígio, a essa hora os reeducandos já estariam transferidos para o presídio em Lucas do Rio Verde. A medida tomada seria de caráter econômico, por conta de supostos R$ 1.200,00/mês a mais de despesa na comparação com outros locais. Realmente, seria uma decisão lamentável e que causaria enormes problemas, inclusive financeiros. E as audiências no Forum local, os deslocamentos de presos e outros gastos?
- Economia? E o custo com um deputado? E os R$ 146.000,00 gastos com buffett através da Sejudh?


Decisão Temerária II
Nessas horas é que se vê o quanto Nobres está feito passarinho em mãos de criança. Procurou-se um deputado para socorrer dessa decisão intempestiva e apenas um fez que respondeu, mas não respondeu. O deputado federal Fábio Garcia, mais uma vez, segundo seu assessor disse, estaria no aeroporto e depois retornaria a ligação... isso, até hoje. E a solução foi encontrada lá longe, através do prefeito Otaviano Pivetta, de Lucas do Rio Verde, que interveio e a decisão foi protelada. Todos os que participaram de uma audiência pública sobre segurança na Câmara de Vereadores, hoje (05/11), souberam disso.
- O Fábio Garcia realmente não quer nada com Nobres.


Decisão Temerária III
Infelizmente, pelo que se sabe, o sistema prisional será regionalizado e cadeias pequenas vão mesmo ser fechadas, entre as quais as de Diamantino, Nobres, Rosário Oeste e outras da Baixada Cuiabana. Presos devem ser recambiados para o presídio do Capão Grande, em Várzea Grande. A informação é extraoficial, mas deve se concretizar em breve, dentro de um processo de enxugamento da máquina pública estadual. Daí, nenhum deputado querer se comprometer neste momento, já que estão no poder há menos de um ano e ainda tem três anos para ficar no poder, sem nenhuma 'encheção' de saco... de ninguém.
- Que se preparem as famílias dos presos.


Visão Marqueteira
Em entrevista a Revista Veja, o professor de Oxford, William MacAkill, fala sobre programas sociais e suas eficiências. Em um desses questionamentos, Veja coloca que "O marketing social ou ecológico das empresas surte efeito?". Mac Akill respondeu: "Há companhias com uma clara missão social, fazendo doações ou adotando políticas benéficas. Em Outros casos, porém, a tal responsabilidade das empresas não passa de marketing".
- Sendo assim.

Terminal Rodoviário

O Governo Federal resolveu mesmo deixar o município de Nobres a ver navios quanto aos recursos do Ministério do Turismo para as obras da Estação Rodoviária. Nem ata e nem desata o nó que Nobres toma do governo da madame Dilma Rousseff em relação ao recurso para a conclusão da obra. E tem gente que pensa que depende única e exclusivamente da prefeitura, quando o responsável pelo repasse à Caixa Econômica Federal é o Ministério do Turismo. O senador progressista, José Medeiros, que visitou Nobres, recentemente, foi acionado para cobrar o repasse final do recurso.
- O Governo Federal tomou "posse", literalmente, do Brasil.


Renovação
O Governo do Estado, através do chefe do Executivo, estaria propenso a promover mudanças na equipe, de acordo com aquilo que vem produzindo ou deixando de produzir este ou aquele secretário. É o que diz a mídia que está mais perto da sede do poder, mas não cita nomes, mas há quem diga que algumas personalidades podem deixar o governo e fala-se até na suposta saída de Paola Reis.
- Será mesmo?


Problemas
A pista asfáltica da rua Alagoas, após o cruzamento com a av. Osvaldo da Silva Campos, que vai em direção à Creche do Bairro Ponte de Ferro, está danificada e precisa ser reparada. O buraco ali existente só aumenta, justamente onde o asfalto parou. Dia 03 de novembro, com aquela chuva forte, a situação ficou complicada na área central da cidade e as obras de drenagem seguem lentas, a espera do repasse de recursos através do Governo Federal.
- Como os votos dos nobrenses tem o poder de eleger gente importante, mas na necessidade é que se conhecem os políticos que temos.


Telhado Açucarado
Com a chuva forte que caiu sobre a cidade de Nobres, dia 03 de novembro, foi possível ver a extensão do problema que representa o telhado das dependências da Secretaria Municipal de Saúde. Chove lá fora... tanto quanto lá dentro com as goteiras que predominam sobre o teto das salas existentes. Segundo o Tribunal de Contas de Mato Grosso, os cheques que seriam para a empresa que executava a obra, eram destinados a uma empresa de refrigeração, em situação ocorrida em 2012.
- Simples assim...


Situação Extrema
Uma loja foi depredada na cidade de Extrema, em Minas Gerais, por conta da prisão de um suspeito de assassinato de uma jovem estudante. A suspeita recaiu sobre o dono da loja que, supostamente, teria um caso com o namorado da moça que foi assassinada. O assassinato comoveu a todos da cidade e o crime pode ser caracterizado como passional, ou seja, por conta da concorrência amorosa de uma mulher e de um homem na disputa pelo mesmo rapaz.
- Simples assim...


Vai Explodir
O governador Pedro Taques anuncia que a Previdência Estadual é uma bomba de efeito retardado. Não por acaso, os fundos de previdência nos municípios, a cada ano, também vai tendo o seu pavio aceso e vai chegar a hora da explosão... e será quando receita e despesa se encontrarem, na mesma encruzilhada, ainda que demore. A previdência estadual foi estuprada há anos, desde o tempo do antigo IPEMAT, que trocou de nome e agora é MT PREV.
- A aritmética da capacidade atuarial é o fator de risco e pode se transformar em uma complexa equação no futuro.

Paciência
Um morador da Cohab Jardim Paraná, da Rua F, disse que tem tido paciência, até demais, a espera de que reorganizem um trecho da rua, justamente em frente à sua casa, onde está o problema. Pediu há pelos menos uns dez e até agora a solução não apareceu, inclusive secretários. Gente, que tal ir lá e resolver o problema? Ele acredita que tem gente que não quer ver a solução e que seria adepto do gol contra, mesmo sabendo que isso causa desgaste a uma única pessoa.
- Então, que tal a checagem do local e a resposta positiva?


Aviso aos Navegantes
Nas redes sociais, tem gente que acredita que, em sendo evangélico, todo o seu passado foi esquecido. Isso não é verdade, e passado não é como algo escrito na lousa escolar que, ao passar o pano, tudo se apaga. Frequentador assíduo das ZBM's em tempos idos (se fosse só isso...), agora deu para atacar as pessoas nas redes sociais, classificando-as de malandras e piriri-pororó.
- Menos, seu menino, bem menos.


Aviso aos Navegantes II
Outro que de quando em vez, solta um pitaco contra a administração municipal, na maior caradura, é aquele rapaz que consertava aparelhos de ar-condicionado até 2012, em Nobres. De acordo com o Tribunal de Contas de MT, alguns cheques de um empreiteiro que recuperou o Posto de Saúde Central, teriam sido sacados através da empresa do rapaz, que aqui em Nobres se acreditava também um mandatário. No Carnaval de 2012, chegou de ir de dedo em riste contra algumas pessoas. Esse tipo de gente, ao invés de seguir sua vida sem nem olhar para trás, ainda tira uma onda de bacana, mesmo com o rabo comprido, do tamanho que o TCE-MT apontou.
- Vieram garimpar em Nobres, mas a veia aurífera exauriu e foram cantar noutra freguesia.


Aviso aos Navegantes III
Recentemente, telefonaram para Nobres procurando pelos irmãos que cá estiveram, até 2012. Acredite se quiser, um dos que procuravam 'los hermanos' seria Batoré, por alegada dívida na aquisição de um imóvel por ambos. Outro, um jornalista, procurava os rapazes por conta de suposta dívida de aluguel de imóvel em Cuiabá. Dos dois, o Adriano Albertoni é o que não consegue esquecer Nobres e ainda perde muito pela falta de discrição, sempre postando algo lá de longe... na Serra Pelada de MT. Seria esse o endereço?
- Quanto mais longe, melhor... e sem olhar pelo retrovisor, senão o TCE-MT vai atrás.

Entre Eles

Um pega entre Ronaldo Caiado e o ministro Eduardo Braga, das Minas e Energias, saiu chispas. Esse pessoal, entre eles, maracutaias à parte, gostam de falar: "V. Excia., me respeite". Engraçado, o contribuinte que banca essa orgia toda, inclusive as pedaladas de Madame Min, nunca é respeitado, mesmo se exigir. Os políticos discutem, brigam e o pessoal que está no poder só pensa em CPMF. A população vai ter que se reerguer das cinzas e evitar a volta da CPMF, mesmo que tenha que surgir um novo Tiradentes na parada.
- Vá pedalar lá pqp...

Coisa Estranha
As reuniões da Câmara Municipal de Rosário Oeste podem entrar para o rol das lendas urbanas, tantas têm sido as estranhezas que causam algumas posições individuais e por vezes coletivas. Depois daquela clássica troca de sopapos entre dois vereadores, vieram as acusações de um vereador para com outro sobre propina e após tudo isso a justificativa de que não adianta o embate entre uns e outros porque todos teriam telhado de vidro. Em não ocorrendo a chuva de granizo, o melhor mesmo é reforçar o telhado porque ainda resta o Ministério Público e o voto dos eleitores.
- Depois da estória do sujeito que usava uma jaqueta feita com couro de lobisomem, o que sai da Câmara Municipal de Rosário em forma de notícia, só mesmo aquele velho locutor de rádio para superá-las... o do disco-voador.

Coisa Estranha II
Convocaram o prefeito João Balbino, recentemente, para esclarecer sobre o falatório acerca de vereador que cobra "cachê" para votar projeto de lei. E o João foi lá e assistiu a reunião dos vereadores até o fim e saiu sem poder falar ou dar nome aos bois. Alegou-se que o prefeito não teria sido convocado para falar, o que é realmente uma medida de tamanho gigantismo e do mais profundo desprezo ao chefe do Executivo. Mas, ele não teria ido lá para falar sobre tema específico, a tal cobrança de propina? Cá pra nós, João Balbino, quem foi mesmo que cobrou pela parada sinistra?
- Não deixaram o 'hôme' falar... é como se dizia antigamente: "Quem tem c... tem medo".

Intrigante
Essa, de deixar o prefeito João Balbino de molho, é de encucar qualquer um. É como diria o portuga: "ora, pois, pois, se o gajo foi para relatar, deixe...". Mas será que o João Balbino ia mesmo falar quem ou aquele que teria cobrado uns "xéiszinho" a mais para apor um "Ok!" na matéria em discussão... em votação... aqueles que forem favoráveis, permaneçam como estão...", inertes e prontos para o cascaio. Sé é que essa coisa exista, de fato.
- Amanhã... outro dia. Como tem chovido bem nesses últimos dias, não fica bem molhar a mão, sob o risco de um "difruço".

Intrigante II
Lá na minha terra, na distante Nossa Senhora da Guia, quem falava a verdade, não merecia castigo, mas antes, tinha que responder a uma pergunta: "Você já chupou manga com febre?". Eita pergunta cabulosa... manga com febre? Bem, não é a manga que tem que estar com febre, mas quem vai chupá-la. Mas, voltando a Rosário Oeste, será mesmo que o João iria revelar o nome do cara? Do sujeito oculto... do boi... daquele que gosta de um bererê(zinho) correndo por fora.
- Cuidado, Mr. John, vai que a moda pega.

Resfriadouro

O suposto desaparecimento de um resfriadouro de leite instalado na zona rural ainda vai dar o que falar. O assunto já virou notícia por aí e pode ir parar nas barras da lei. Tudo ainda está em fase de investigação e o sumiço do equipamento ainda vai render muito pano pra manga. Se o equipamento fosse recolocado onde se encontrava, ainda assim já renderia muito blá-blá-blá. Mas já que criou pernas, feito centopeia, terá que ser rastreado.
- Sem precipitações, aguardemos o desenrolar dos fatos.

 Bonanza

Na verdade, o Assentamento Bonanza deveria mesmo se chamar "Oásis", tantas são as visões de água naquele quase desértico lugarejo. Como dizem os historiadores, numa certa ocasião, teve gente que "lavou a égua" por lá, angariando dinheiro dos assentados para levar o preciso líquido até lá e até hoje... nada. Mais tarde, em 2012, o então prefeito tomou banho debaixo daquela mangueira, jorrando água em abundância lá no alto de uma área privilegiada no Assentamento Bonanza. Tudo cascata e o assentamento está passando por esvaziamento e casas estão sendo abandonadas.
- Golpes e mais golpes sobre os assentados rurais.

 Bonanza II
A Prefeitura Municipal de Nobres, na atual gestão, vem abastecendo aquela comunidade com caminhão pipa, levando água onde tudo não passou de miragem. Realmente, os assentados rurais tomaram o drible da vaca e viram e ouviram só cascata. Onde falta água, tem gente que já "lavou a égua", já bamburrou sobre a necessidade dos outros e nada acontece com esses mercadores de ilusões. Em 2012, a cena realmente foi digna dos melhores efeitos especiais, com aquela água jorrando e sua excelência tomando banho. Temos as fotos por aqui... para tudo se acabar feito carnaval, numa quarta-feira de cinzas.
- É pau, é pedra, é um resto de toco, é um toco sozinho... é o fim do caminho...

 Preso pelos Bagos
É assim mesmo e quem pensa que servidor público tem vida de moleza... dia desses, foi necessária uma operação quase cirúrgica para a retirada de uma figura que foi pular uma cerca durante o trabalho, lá pelas bandas do Jardim Petrópolis. Mas é cerca, mesmo, com arame farpado e tudo. O sujeito ficou preso pelo fundilho da calça e a farpa do arame ameaçava furar o saco escrotal e quem é que queria pegar naquela coisa, pendurada com a sua companhia. Seguraram nas mãos do elemento e ele que deu jeito de soltar aquela coisa mal acompanhada.
- Vem Careca, vem. Mas, qual careca? Vôôôôôôte... cobra d'água. E o suador, a adrenalina com medo de perder aquele "trabalhador" aposentado, pendurado feito morcego.

Last Updated ( Wednesday, 03 February 2016 18:55 )

 

TRINCHEIRA XLIII

Dom Quixote
As narrativas de Dom Quixote realmente são uma paródia da realidade e o Cavaleiro da Triste Figura "inventa" histórias e tenta satirizar a verdade com seus relatos hilários e suas opiniões contraditórias, extraídas do seu imaginári





































































































































































































































































































Last Updated ( Wednesday, 21 October 2015 19:10 )

TRINCHEIRA XLII

Leitor Assíduo
Ele, para ficar antenado com Nobres, gosta de ler Trincheira. Dia desses, leu a coluna e se apressou em contar a outra pessoa que esta fora defendida pela coluna. Obrigado pela leitura e pela informação terceirizada. Como se vê, as

































Last Updated ( Friday, 17 July 2015 23:00 )

TRINCHEIRA XLI

Cenário em Transição

A mudança de partido do governador Pedro Taques, saindo do PDT para o PSDB ou PSB pode provocar mudanças consideráveis no cenário político mato-grossense e por aqui, por Nobres, caso ele prefira tucanear. Como será que v

Last Updated ( Wednesday, 08 April 2015 01:10 )

Trincheira XL

Carcaças Previdenciárias

Desde o velho e desaparecido Ipemat que Mato Grosso está às voltas com a “mão leve” sobre o dinheiro dos fundos de previdência. MT Saúde, MT Prev, Bemat, Matoveg, todas essas instituições foram esbulhadas pelos go












Last Updated ( Wednesday, 14 January 2015 19:02 )

Page 3 of 11

TRINCHEIRA LIV

Troca de Farpas Todos estavam no mesmo barco para destronar Silval Barbosa (MDB), agora, todos se voltaram contra Pedro Taques e a união histórica entre PMDB e PFL volta a acontecer só que, com a maquiagem da mudança de nome embora os ocupantes das naus sejam os mesmos. A política mato-grossense

Razão desconsiderada

O impasse gerado entre a categoria dos profissionais da Educação e o Executivo municipal está longe de terminar em Nobres. Nenhum dos dois lados cede e o prazo para que os alunos voltem a estudar está sendo esticado. As negociações estão emperradas e a crise entre educação e governo permane
Banner
Banner
Banner
Banner