You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

20/07/2018
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Trincheira

Trincheira

Trincheira XXXIV

Jogo Aberto
A C√Ęmara dos Deputados aprovou na noite de ter√ßa-feira (03/09), por unanimidade, a Proposta de Emenda √† Constitui√ß√£o (PEC) 349, que acaba com o voto secreto no Poder Legislativo. Com um qu√≥rum de 453 parlamentares em plen√°rio, a PEC foi aprovada por 452 a favor, sem o voto do presidente da C√Ęmara Alta. Ap√≥s o vexame na vota√ß√£o para preserva√ß√£o do mandato do deputado Natan Donadoni, a vota√ß√£o foi un√Ęnime e deve servir como tend√™ncia a todos os legislativos do Brasil. Vota√ß√£o √†s claras e a decis√£o tomada de transpar√™ncia nas a√ß√Ķes legislativas, √© o que se espera a partir de Bras√≠lia.
- Seria uma nova ordem a votação às claras? A pressão popular é o caminho para tomada de posição nesse sentido.

Rota de Colis√£o
Uma luta entre Davi e Golias na pol√≠tica estaria se desenhando no cen√°rio pol√≠tico estadual em MT. O deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) defende uma esp√©cie de verticaliza√ß√£o de alian√ßas a partir de Bras√≠lia e a tend√™ncia √© a de que o cacique peemedebista esbarre em Pedro Taques (PDT), que pode encontrar pedras no caminho a partir das alian√ßas estaduais. Seria a senilidade de Bezerra contra a jovialidade de Taques. Quem vencer√°? Experi√™ncia e ast√ļcia Bezerra tem; Pedro Taques tem argumentos, mas as alian√ßas que far√° ser√£o determinantes para a constru√ß√£o de um caminho pol√≠tico que tanto pode engordar quanto matar o seu futuro governo. √Č aquela velha cita√ß√£o: Veja com quem andas... que o tempo dir√° quem sois as vossas companhias.
- Vai que seja uma aliança com 100% equipados e 20% lesos? E ainda tem o velho caudilho Bezerra como ajudante de ordens... em direção contrária, é lógico.

PP Em Baixa

A situação do (PP) Partido Progressista em MT pode ficar insustentável em relação aos ares que saem do governo do Estado. O deputado federal Pedro Henry (PP) caiu em desgraça em nível nacional e aproveitou para botar ventilador na farofa do governo de Silval Barbosa. O ex-secretário Mauri já caiu e tem ligação com o PP; o deputado Azambuja parece que não emplaca mais porque passou um mandato em brancas nuvens. Ezequiel Fonseca "respira por aparelho" num partido que praticamente já rompeu com o governo Silval, que de tão ruim, ainda é capitaneado por Carlos Bezerra.
- Est√° encalhado nas prateleiras e sumiu das paradas, h√° anos aquela m√ļsica: "√© o 15, √© o 15, √© o 15... Se 15 √© maior que 11 e o 15 est√° mal, como estar√° o 11? Vem a√≠ mais um redesenho pol√≠tico para 2.014.

Era Finalizada
A era Carlos Orione na FMF parece estar chegando ao fim. A Comiss√£o de Educa√ß√£o e Esporte do Senado deve apreciar projeto do senador C√°ssio Cunha Lima (PSDB-AL), que limita mandatos dos presidentes de federa√ß√Ķes e confedera√ß√Ķes a quatro anos, com direito a apenas uma reelei√ß√£o, segundo dados postados na coluna Radar da Revista Veja. Orione, segundo a informa√ß√£o, estaria ligado ao ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, com muitos problemas na gest√£o da CBF. Mas, Carlos Orione tamb√©m j√° foi ligado ao ex-presidente da CBF, Giulite Coutinho, que √© falecido. As entidades estaduais de futebol profissional obedeceriam a uma regional, que de sua vez √© apadrinhada pelo "dono" da CBF. No caso de Orione, a reg√™ncia seria em Goi√°s. Quem foi atleta em 1.978 e j√° parou faz tempo de jogar teve CO como presidente da FMF.
- Em Mato Grosso, o futebol profissional envelheceu junto com o líder na FMF e os clubes da área metropolitana, ditos profissionais, são tão amadores quanto o Tabajara FC. Mixto e Operário que o digam.

Turismo Internacional

Dia desses, ouvíamos uma boa conversa, em que um turista daqui (de terra mostra) fez a sua primeira viagem internacional e falava sobre o hotel, numa ilha paradisíaca, lá pelas bandas do Caribe. O papo entusiasmado num clube local tinha abordagem sobre o cassino e a comida; e aí foi que a porca torceu o rabo... ou os tentáculos? Dizia aquele senhor que gostou de comer lula e logo alguém inquiriu: "Mas, logo o lula?". Sim, lula, mas sem o artigo definido "O".

 

- Mas n√£o seria melhor aquela que substitui o(a) lula? Frutos do mar...

 

Consignados e Endividamento

Os servidores p√ļblicos estaduais podem fazer empr√©stimos consignados. N√£o s√≥ os funcion√°rios efetivos do Estado, mas tamb√©m os contratados, Dados apresentados em forma de not√≠cia apontam que quanto mais facilidade mais endividamento. Diante da grande oferta de cr√©dito por consigna√ß√£o, quase 50 mil servidores estaduais est√£o com d√≠vidas neste tipo de transa√ß√£o financeira. Segundo a m√≠dia, "dos 101 mil servidores entre ativos, inativos e pensionistas, 49.870 tem algum tipo de consigna√ß√£o". "Essa falta de controle do Estado d√° margem para que servidores comprometam 100% da renda e recebam sal√°rio zerado. Economistas alertam que os efeitos de uma situa√ß√£o como esta s√£o devastadores, pois a pessoa faz novos empr√©stimos para pagar as contas de luz, √°gua telefone, mercado e vira uma boa de neve", diz o portal de not√≠cias RD News.

 

- √Č mais um caso em que aponta que: "Dinheiro na m√£o... √© vendaval".

 

Dinheiro na M√£o

 

"A Justi√ßa Federal determinou a busca e apreens√£o de 45 carros de luxo de propriedade da empresa Embrasystem Tecnologia em Sistemas Importa√ß√£o e Exporta√ß√£o Ltda, a BBom, e de outros quatro autom√≥veis registrados em nome de Jo√£o Francisco de Paulo, o s√≥cio-propriet√°rio da empresa. Entre os alvos do sequestro realizado pela Pol√≠cia Federal est√£o 18 Mercedes Benz, quarto Lamborghinis, tr√™s Ferraris, uma Maserati e um Rolls Royce Ghost. A decis√£o judicial √© do dia 16 de agosto, e os carros foram apreendidos no dia 19 de agosto. O pedido de sequestro de bens foi feito a partir de um procedimento investigat√≥rio criminal que o Minist√©rio P√ļblico Federal (MPF) em S√£o Paulo instaurou para apurar um suposto esquema de "pir√Ęmide financeira", sob o disfarce de "marketing multin√≠vel". H√° ainda ind√≠cios de crimes contra o Sistema Financeiro e lavagem de dinheiro", segundo reportagem do site Olhar Jur√≠dico.

 

- √Č como diria Paulinho da Viola: "Dinheiro na m√£o... √© vendaval".

 

Piadinhas

 

Consta que as piadinhas sobre o dinheiro investido na Telex Free, que tomou aquele medicamento e "sumiu", n√£o est√£o sendo bem aceitas em bares, ap√≥s umas e outras. Tem gente que n√£o gosta da piadinha e amea√ßa apelar; e por pouco j√° teve que n√£o saiu no bra√ßo por conta da piadinha. Isso √© um "porre" para os investidores no esquema financeiro que fazia (ou prometia) dinheiro f√°cil. Mas ser√° que o "rastreador" da BBom n√£o leva ao dono da pir√Ęmide. Seria algum fara√≥? O Tutankhamon, por exemplo?

 

- E ainda dizem que dinheiro não traz felicidade... mas ajuda comprar Ferrari, Maserati, Lamborghini, Rolls Royce e até um Fusquinha 76, carésimo.

 

  

Clima Tenso

Ao contr√°rio das frentes frias que surgem, uma a cada nova semana, em Cuiab√°, o clima anda quente na rela√ß√£o entre a C√Ęmara de Vereadores e a Prefeitura de Mauro Mendes. A base aliada do prefeito Mauro Mendes virou-se contra o presidente do Legislativo, Jo√£o Emanuel, e o clima anda tenso, com idas e vindas para puxar o tapete do l√≠der da Mesa Diretora. O l√≠der do governo, Leonardo Oliveira, teria orquestrado o esquema para "desmontar" Jo√£o Emanuel com suposta "assessoria" de Antero de Barros e Antonio Rosa, turma antiga do PSDB, segundo a m√≠dia cuiabana.
- Bem! Isso não tem dia para acabar e só foram alguns dos primeiros capítulos desse intrincado jogo de cena.

 

Céu de Brigadeiro
Em Nobres, o prefeito Gilmarzinho da Ecoplan, vem mantendo uma boa relação com o Legislativo e nem de longe parece com o que está ocorrendo em Cuiabá. Gilmarzinho se preocupa em manter a serenidade, não costuma ir para o revide; não fomenta o embate e, antes, estende a mão ou acena com a bandeira branca. Manter a serenidade e o respeito ao Legislativo, essa tem sido a atitude que vem adotando o prefeito Gilmarzinho da Ecoplan em relação a todos os vereadores. Já teve elementos para ir para o embate, mas preferiu manter a serenidade e o equilíbrio.
- Deu certo até agora e a maioria dos vereadores tem acreditado que a recíproca seja verdadeira. A quem interessaria um choque entre os poderes?

 

Corporativismo
A situa√ß√£o do deputado Natan "Danad√£o" ou Donadon, acusado de desvio de dinheiro da AL de Rond√īnia ganhou um refresco dos amigos e da corpora√ß√£o, conforme placar divulgado. A favor da cassa√ß√£o ‚Äď 233 votos; contra a cassa√ß√£o ‚Äď 131 votos; absten√ß√Ķes ‚Äď 41; total de votantes ‚Äď 405; e o n√ļmero m√≠nimo de votos exigidos para a cassa√ß√£o √© de 257. Curiosamente, surge o n√ļmero de 24 votos que faltaram para a cassa√ß√£o do parlamentar. O deputado teve a barra aliviada por 24 colegas embutidos em meio aos 131 votantes contra a cassa√ß√£o.
- Como se v√™, amigos de verdade n√£o se encontra por a√≠... s√≥ na C√Ęmara Alta, em Bras√≠lia.

 

Armados e Descuidados
Deu no Midia News que em Sinop: "Quatro jovens foram presos em flagrante pela Pol√≠cia Militar, nesta quinta-feira √† noite, em Sinop, quando estavam "repartindo" o dinheiro e joias que haviam acabado de roubar em uma resid√™ncia. A pris√£o do quarteto logo ap√≥s o crime s√≥ foi poss√≠vel devido √† ajuda de uma testemunha do assalto. Viaturas da PM e da For√ßa T√°tica foram at√© ao local e l√° encontraram os quatro jovens, que estavam em cima de uma cama repartindo os produtos do roubo. Com o quarteto foram apreendidos um rev√≥lver calibre 38, uma pistola 9 mm, muni√ß√Ķes e quatro motocicletas sem documenta√ß√£o ‚Äď que a pol√≠cia vai apurar se s√£o furtadas ou roubadas". Impressiona como muita gente tem sido presa portando armas de uso privativo das for√ßas armadas.
- Enquanto isso, a campanha do desarmamento segue... t√£o lenta quanto uma maratona reservada a centopeias.

 

Descaso
A Sema j√° sabe quem anda se desfazendo de res√≠duos s√≥lidos e jogando no v√£o da serra, entre Roda d'√Āgua e Bom Jardim, bem nas proximidades da entrada de alguns pontos tur√≠sticos bem conhecidos. Quem jogou restos de constru√ß√£o ali, √© bom providenciar para remover porque se n√£o a empresa vai se denunciada e ainda vai ficar mal falada. Quando se comete um disparate desses, a posi√ß√£o do cr√≠tico de tudo e sobre tudo fica meio abalada e a raz√£o, se tiver, vai embora.
- Tem gente de olho.


Contribuição
O vereador Joel J√ļnior (PP), que anda entusiasmado com o bom andamento e os bons neg√≥cios da feira livre, postou coment√°rio positivo na p√°gina assinada por ele no Facebook sobre a aprova√ß√£o do Projeto 026/2013 pela C√Ęmara de Vereadores. O vereador entende que deu a sua contribui√ß√£o para a solu√ß√£o de um problema e que vai continuar apoiando mat√©rias que sejam do interesse p√ļblico. O prefeito Gilmarzinho da Ecoplan agradeceu aos vereadores pela participa√ß√£o na sess√£o extraordin√°ria e pelo esp√≠rito p√ļblico e boa vontade demonstrados. Para o chefe do Executivo, a soberania do Plen√°rio √© a m√°quina de for√ßa do Parlamento.
- Esse JJ pensa grande e tem o olhar voltado para o ainda longínquo 2.016.

 

Cabeças em Jogo
Por que se pedem cabe√ßas de uns e outros? Esse fato √© antigo, e vem desde o tempo de Salom√©, segundo contava Josefo acerca de Jo√£o Batista: "√Č o receio de que a crescente popularidade de Jo√£o no seio dos humildes, sobretudo dos camponeses, possa conduzir a uma subleva√ß√£o popular, o que leva o Tetrarca a adotar uma medida preventiva, mandando prender o profeta. Cumpre destacar que, ao tratar da pris√£o de Jo√£o Batista, Josefo n√£o faz qualquer refer√™ncia a Salom√© ou ao banquete onde, segundo os Evangelhos, se teria decretado sua execu√ß√£o". Em Nobres, ao menos uma cabe√ßa estaria a pr√™mio, mas seria por qu√™?
- Esse "tar" de Wikip√©dia √© tchique, no √ļrtimo. Na bandeja ou vai sem bandeja, mesmo?

Fato Histórico
Até hoje ainda repercute a vitória do Mixto EC sobre o Vasco carioca, no Verdão, com gol olímpico de Adavilson Pelezinho, há pelo menos uns 35 anos atrás. A vitória do Luverdense sobre o Corínthians, por 1 a 0, entrou para os anais da história de Mato Grosso, ontem, à noite. E a galera corintiana que só falava em 4 a 0, voltou pra casa de faróis baixos. Mal, mesmo, quem ficou foi o comentarista brega da Band, o ex-jogador Neto, que falou em goleada do seu ex time. Perdeu a chance de ficar de boca calada, tornando-se assim, um poeta do futebolês.
- √Č Lec, Lec, Lec...


Selinho
O beijoqueiro do Corínthians Paulista foi expulso, revelando assim o seu comportamento em campo e fora dele, aparecendo trocando bitocas com um sujeito, fato que causou repercussão negativa em meio à torcida corintiana, bastante machista e truculenta na capital paulista. Sheik parece estar pretendendo deixar o Corínthians e tem aprontado muito dentro e fora de campo, tal e qual quando saiu do Fluminense por problemas com outra estrela, o jogador Fred, também centro avante. Com o selinho no sujeito, a expulsão e a derrota do Corínthians, Emerson fica mal perante a torcida.
- E viva o Luverdense.

 

Sem Problemas
O secret√°rio municipal de Sa√ļde, Elcio Manoel de Oliveira, ao contr√°rio do que chegou a sugerir uma servidora do sistema p√ļblico de sa√ļde, disse que est√° satisfeito com a sua equipe de atendimento na recep√ß√£o do Posto de Sa√ļde Central e n√£o v√™ a necessidade de mais gente. De acordo com Elcio, o que teria ocorrido na ter√ßa-feira (20/08), foi √† aus√™ncia de uma servidora e o aumento da demanda de atendimento ao p√ļblico em fun√ß√£o de ser dia da presen√ßa de um pediatra naquela unidade de sa√ļde. N√£o mais que isso. O coordenador de sa√ļde, L√°zaro tamb√©m reiterou os apontamentos do secret√°rio.
- Tem gente chutando contra o próprio gol, não?


Sem Problemas II
Sem desmerecer a nenhum dos demais servidores, que trabalham na mesma medida no atendimento ao p√ļblico, a sugest√£o √© para que, em caso de uma Mo√ß√£o de Aplauso, que esta seja endere√ßada a servidora Sirlene, da recep√ß√£o, pela igualdade no atendimento a todas as pessoas que buscam aten√ß√£o na recep√ß√£o do PS Central. Obviamente, quando falta algu√©m e a demanda de atendimento √© maior, a falta necessita ser suprida sem que seja sugerida a contrata√ß√£o de mais e mais pessoas. O que importa √© que a presta√ß√£o de servi√ßo ao p√ļblico seja ao menos regular, caminhando para boa; e se for otimizada, tanto melhor, independentemente de quem seja o prefeito. O servidor p√ļblico municipal n√£o trabalha para o prefeito, mas deve prestar servi√ßos √† popula√ß√£o que paga os seus impostos, seja ele efetivo ou contratado.
- De fato, o servidor p√ļblico efetivo n√£o depende do prefeito, mas n√£o deve se esquecer de quem paga impostos. C'est fini.

Inferno Astral
Em Nobres, o deputado federal Valtenir Pereira n√£o teve o nome citado como o precursor da iniciativa de efetiva√ß√£o dos agentes de sa√ļde. Dias depois, uma ave foi sugada pela turbina do avi√£o da TAM em que se encontrava o parlamentar e a aeronave teve que realizar pouso de emerg√™ncia. Agora, mais recentemente, "istrudia", que √© como dizemos n√≥s, os cuiabanos, o deputado estava numa caminhonete que capotou em estrada deserta, entre Campo Verde e Paranatinga e a√≠, Valtenir e mais tr√™s passaram maus momentos, √† noite.
- Algum exorcista disponível aí para cuidar do parlamentar?


Antenados
Tem gente dizendo que o MSN anda correndo solto em algumas reparti√ß√Ķes p√ļblicas do munic√≠pio. √Č uma tal de "intranet" atrav√©s do MSN, enquanto isso, o tempo passa mais r√°pido at√© que o pagamento chegue. Ser√° mesmo? H√° quem tenha feito essa observa√ß√£o e a checagem nos computadores pode levar a isso. Em dias passados, sem o "face", o jogo de cartas no computador, paci√™ncia!, era o que divertia os viajantes no tempo, enquanto o sal√°rio n√£o chegava.¬†
- Vem sal√°rio, quero te usar. Sai de mim compromisso, quero te exorcizar! Rimou?

 

Recado Duplo
O irrequieto, irreverente, incisivo e polêmico ex-deputado estadual Cecílio de Jesus Gaeta fez rasgados elogios ao empresário Amauri Zeni, mas não poupou o Legislativo e ainda conclamou aos vereadores a olharem e acompanharem de perto o que está acontecendo na Casa do Povo. Em sua página no facebook, onde assina como "O Panfletário", o experiente ex-deputado estadual, ex-vereador e jornalista alerta os demais vereadores para nortearem suas linhas de ação ao próprio Parlamento, ou seja, de que é preciso cortar na própria carne.
- Bem próximo dos 80 anos, com muita experiência de vida e de política, Gaeta ainda tem atividade mística e não manda recados. Sendo assim...


Lix√Ķes
Dados do IPEA apontam que mais da metade dos munic√≠pios brasileiros ainda possui lix√Ķes, ou seja, s√£o 2.906 criadouros de doen√ßas que necessitam ser fechados at√© 2.014, evitando a prolifera√ß√£o de muitos problemas de sa√ļde. O Governo Federal, atrav√©s do PAC2 dever√° investir 42 bilh√Ķes na √°rea de saneamento atrav√©s do Minist√©rio das Cidades. Esse investimento ser√° destinado para o abastecimento de √°gua, esgotamento sanit√°rio, drenagem urbana, saneamento integrado e res√≠duos s√≥lidos.
- √Č tempo de agir.


Lix√Ķes II
Dos 5.564 municípios brasileiros, somente 766 fazem a coleta seletiva do lixo. A prefeitura realiza coleta seletiva quando pelo menos 10% da população separa o lixo e existe um trabalho de reciclagem de porta a porta ou por meio dos catadores. Esses dados apontariam para 14% dos municípios que fazem a coleta seletiva, enquanto 86% ainda estria longe disso, segundo dados do Governo Federal, através do MMA (Ministério do Meio Ambiente).
- São dados bem reluzentes e de péssimo odor em relação às políticas ambientais.

 

Inédito
Um vereador de Colniza, provavelmente, acusou a Funai de estar "plantando" √≠ndios ou transferindo-os para aquela regi√£o afim de evitar investimentos do agroneg√≥cio na regi√£o. A d√ļvida foi colocada no ar durante um programa televisivo em que se colocava a descoberta de uma tribo que ainda n√£o tinha tido nenhum contato com o homem branco. Assim como boatos, √≠ndios estariam sendo "plantados" para se realizar a demarca√ß√£o de terras ind√≠genas. √Č muita criatividade, de quem? Do vereador ou da Funai? O representante da Funai, respeitosamente, desmentiu o vereador.
- O √ļltimo dos moicanos.


Coisa Fina
Virou motivo de s√°tira a licita√ß√£o da Seduc para contrata√ß√£o de servi√ßos de buffet com a inclus√£o de peixes nobres no card√°pio. O secret√°rio tirou de letra a inclus√£o de salm√£o na lista ao dizer que esse peixe est√° mais barato que pintado, em Cuiab√°. Mas, que tal o corimba, com aquele jeito estiloso e prateado? Antigamente, no bairro do Porto, o corimba que era capturado por tarrafa ali, abaixo da ponte velha, tinha o apelido de "petroleiro", devido ao √≥leo dos carros e √īnibus que eram lavados ali. Era botar pra fritar que o cheiro de √≥leo de motor aparecia. E tem aquele esqueleto de cais que nunca funcionou ali no Porto. Tamb√©m seria para receber algum transatl√Ęntico? Mas o assunto do momento √© mesmo salm√£o, comida nobre dos ursos l√° pelas bandas dos EUA. E quem come "botoado" e arrota caviar?
- Em terra de muito lambari, tubar√£o passa fome. √Č como diria o fil√≥sofo Elias: "Cabe√ßa de lambari e rabo de baleia".


Coisa Fina II
Segundo o presidente do Sintep, sub-sede de Nobres, em entrevista para a tev√™ local, a Escola Estadula "Inoc√™ncia Rachid Jaudy", do bairro S√£o Jos√©, h√° pelo menos 30 anos n√£o recebe uma reforma estrutural. Isso contrasta com a licita√ß√£o de 7 milh√Ķes de reais que foi abortada pela Seduc. O salm√£o escalado na merenda dos convivas, nem de longe chega perto do card√°pio russo que a galera come por a√≠, o tar de "rozkovo".
- Comer traíra ensopada e depois sair por arrotando salmão, isso é bacana... djimaaaaaaaiiiiiiiiisss!!!

Deu no Notici√°rio
A informação foi obtida através da reportagem de Welington Sabino para o Gazeta Digital e diz assim: "O foragido da Justiça, Heverlon Rodrigues Campos, 20, o Pepe, apontado como líder de uma quadrilha que rendeu a família de um gerente da Cooperativa Sicredi, em janeiro deste ano no município de Nobres (146 km ao Médio-Norte) para para roubar o banco, foi preso nesta segunda-feira (12) em Várzea Grande. Ele estava com a prisão preventiva decretada pela Justiça pelo crime de extorsão mediante sequestro, artigo (159 de Código Penal). Ele é apontado como líder do bando que no dia 16 de janeiro rendeu a família do bancário até concluir o roubo à agência na modalidade conhecida como "sapatinho" quando a família do gerente é feita refém para que ele abra os cofres e "facilite a ação criminosa".
- Escreveu e n√£o leu...


Deu no Notici√°rio II
Ainda sobre o assunto, a reportagem relata: "Sobre a pris√£o do foragido apontado com l√≠der do bando, a Pol√≠cia Civil informa ele estava sendo monitorado pela equipe da Ger√™ncia de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e foi preso em sua resid√™ncia, no bairro Jardim Esmeralda. Ap√≥s a pris√£o foi verificado que o acusado tinha outro mandado de pris√£o em aberto por um homic√≠dio, ocorrido em Nobres. Ao depor para o delegado titular da GCCO, Fl√°vio Henrique Stringueta, Heverson confessou a participa√ß√£o no crime e disse que o acusado Paulo Terra J√ļnior foi quem arquitetou o crime. Ele foi encaminhado para um pres√≠dio de Cuiab√° e est√° √† disposi√ß√£o da Justi√ßa".
- A casa caiu...


Em Terras Paraguaias
O sujeito foi ao Paraguai, ali, do outro lado da rua, em Ponta Por√£, tirando uma onda com um portunhol "bem tch√īcho" e buscava saber sobre a venda de rodas esportivas e disse: "Donde hayas el calotero?". A√≠ o brasiguaio disse: "No conozco ninguno por estos bandas, hombre...". E a√≠, para completar, falou em bom portugu√™s: "Senhor, caloteiro por aqui √© dif√≠cil, porque as transa√ß√Ķes s√£o feitas sempre a vista e ningu√©m vende fiado por estas bandas". Mas, "El calotero √© o que vende calotas para carros?".
- Madre de Dios, que confusão. O que é mesmo caloteiro aqui no Brasil?

 

Reclama√ß√Ķes
Uma reuni√£o realizada hoje (09/08), pela manh√£, na C√Ęmara de Vereadores de Ros√°rio Oeste, com a presen√ßa de vereadores, do prefeito Jo√£o Balbino, lideran√ßas rurais de Ros√°rio Oeste e Nobres, secret√°rios Municipais, servidores da Empaer, vereador Silvestre Campos, de Nobres, com o deputado federal Valtenir Pereira (PSB), al√©m da abordagem sobre programa de irriga√ß√£o futurista para as localidades na regi√£o do Manso, serviu para apontar o descaso em rela√ß√£o ao frigor√≠fico ou aquele elefante branco ali implantado. O prefeito Jo√£o Balbino disse que tem passado vergonha ao ter que explicar a muitos dos seus mun√≠cipes sobre o n√£o funcionamento daquele empreendimento.
- E a estrutura j√° foi vendida a outra empresa.


Reclama√ß√Ķes II
A vereadora Tet√™ foi quem levantou a lebre sobre o frigor√≠fico, que nunca funcionou e j√° foi repassado a outro propriet√°rio. O tema predominou em parte da reuni√£o e o prefeito Jo√£o Balbino disse que chegou a reclamar para ent√£o governador Blairo Maggi e nada do frigor√≠fico funcionar e nem explica√ß√Ķes d√£o √†s autoridades pol√≠ticas municipais. Se foi investido dinheiro p√ļblico ali, algu√©m deve explicar isso, sugeriu Jo√£o Balbino. Tet√™ clamou pelos "royalties" da Usina de Manso, cuja parte do territ√≥rio de Ros√°rio Oeste passou para Chapada dos Guimar√£es. Em novembro de 2000, antes de assumir o governo, o prefeito eleito Zeno prometeu que o ent√£o Procurador da Rep√ļblica, Pedro Taques, iria tentar reverter a situa√ß√£o da perda territorial.
- E isso ficou só ali naquela reunião.

 
Reclama√ß√Ķes III
Outra situa√ß√£o que ficou prometida naquela mesma reuni√£o de novembro de 2.000, foi o levantamento de toda a situa√ß√£o daquele barrac√£o levantado com recursos da Sudam, onde funcionaria a tal empresa de f√©cula de mandioca, √†s margens da BR-163, sentido Ros√°rio Oeste/Jangada. Supostamente, l√° naqueles idos anos, 5 milh√Ķes de reais desapareceram e ficou por isso mesmo. Ros√°rio Oeste tem sido mesmo a m√£e de todos os filhos, bons e maus. E agora, um frigor√≠fico cinematogr√°fico que n√£o consegue fornecer nem fil√© de borboleta.
- Vai um bagre desossado aí?

 
Ilustre Cidad√£o
O prof. Paulo Modesto, doutor em assuntos ambientais e res√≠duos s√≥lidos, ofertou aos nobrenses uma palestra de cair o queijo sobre an√°lise conjuntural acerca do lixo e todas as suas problem√°ticas ao meio ambiente. Mas, chamou a aten√ß√£o, mesmo, foi ele dizer que nunca ningu√©m o procurou para a elabora√ß√£o de um projeto ambiental para a sua terra natal, Ros√°rio Oeste. "E olha que tive amigos prefeitos l√°...", disse. Como se v√™, as pratas da casa continuam n√£o sendo valorizadas e os lix√Ķes continuam a existir. O descarte dos res√≠duos s√≥lidos s√£o vistos das janelas dos √īnibus para quem vem de Cuiab√° e est√° chegando em Ros√°rio Oeste, ali pelas proximidades da extinta MARU, outro elefante de jade que nunca saiu do papel.¬†
- √Č o Taj Mahal √†s avessas... a MARU, o frigor√≠fico e o que mais vem por a√≠?

 

Bicho Pegando
Supostamente an√īnimos, o bicho est√° pegando na discuss√£o entre duas pessoas, conforme a gente tem visto no site Agitos Nobres, na sua p√°gina de recados. Mas d√° pra perceber ao menos um que est√° em desvantagem, sendo chamado de "n√≥ cego". Ser√° quem? O assunto est√° "bombando" naquele site e tem um deles que prometeu at√© se revelar para mostrar quem o deve e n√£o paga.
- Quem seria quem nessa discussão cibernética?

 

Cidade Modelar
A julgar pelas vozes que se erguem em favor da moral e dos bons costumes em Nobres, a cidade seria modelar ao resto do Brasil e at√© √† Su√≠√ßa. S√£o tantos os paladinos que apelam √† √©tica, que chega a impressionar at√© mesmo o mais santo dos indicados a uma canoniza√ß√£o. E n√≥s, aqui, viemos para expiar os erros do mundo. Engra√ßado, n√£o!? Ainda ontem, algumas emin√™ncias pardas da gest√£o anterior eram saudadas com estilo e tratadas com respeito e por excel√™ncia e ningu√©m viu e nem quer saber o tamanho do preju√≠zo que esses ilustres desconhecidos deixaram aos cofres p√ļblicos, cuja √ļltima palavra caber√° √† Justi√ßa. J√° quem fica por aqui, vai continuar pagando esses preju√≠zos, e n√≥s, expiando os pecados do mundo. Guardadas as imperfei√ß√Ķes deste mundo...
- Amém!

Sem Grana
Vai ser not√≠cia que: "Em Nobres, a verba indenizat√≥ria anda perigando de sair de cena. O Legislativo anda com as finan√ßas em situa√ß√£o complicada e reuni√Ķes internas t√™m sido realizadas para avaliar o quadro econ√īmico. O risco de continuar no vermelho coloca em risco a verba indenizat√≥ria e isso pode detonar uma crise interna at√© se chegar ao entendimento de como o Legislativo chegou a esse est√°gio. Tem credor esbravejando mais que torcedor de time que anda perigando cair para a segunda divis√£o. O risco de multas do TCE tem deixado muita gente com a pulga atr√°s da orelha. J√° os credores, a√≠ √© sarna para se co√ßar... s√≥ gente com pressa. A quem apelar?
- Ah! São Sebastião, o santo que levou muitas flechadas, é?

Poluição Sonora
As autoridades no assunto conseguiram chamar a atenção daqueles que fazem propagandas automotivas pelas ruas de Nobres e, finalmente, o som ficou equalizado e em níveis aceitáveis. Faltaria agora tomar posição firme contra certos motoqueiros, cujas máquinas estão com escapamentos incrementados e emitem som a níveis de decibéis inaceitáveis, logo pela manhã e no período noturno. E ainda tem mais os já "famosos" empinadores de motos que, quando caem, dão prejuízo a todos os contribuintes, porque vão parar em hospital mantido com verbas do contribuinte. A condução do veículo portando chinelo e, principalmente, o tipo de escapamento, deveria constar da listagem de incoerências.
- Vrrrrrrrrrrrrrruuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuummmmmmm...


Poluição Sonora II
Algu√©m saberia dizer que atrativos teria o bairro Jardim Carolina na calada da noite? √Č que as motos ficam num vai e vem intermin√°vel por aquelas bandas durante a madrugada. Mo√ßas bonitas t√™m por l√°, mas n√£o s√£o tantas assim para tanto vai e vem. Ser√° que ao inv√©s da "arte" de empinar motos n√£o estaria havendo tamb√©m o empinamento de pipa? A noite toda fica esse vai e volta daquele bairro. N√£o seria hora do servi√ßo reservado d√° uma geral nesse gosto pelo bairro?
- E tome barulheira pela madrugada.


Pirata?
A bebida não deve ser pirateada, mas tem um sujeito com uma tapa no olho, muito parecido com o capitão Jack Sparrow. Um sujeito foi tomar uns goles dessa bebida, cujo nome parece com o daquele jogador do Cruzeiro que hoje está no Santos, e o resultado teria sido desastroso... o fundo amarelou. Seria por culpa do Montillo ou da Montilla? Gato é o animal doméstico mais fresco que tem e passava pelo sujeito com os bigodes balançando e espirrava que nem pobre quando tá gripado; mosca dava rasante e urubu queria baixar.
- Esse tipo de aperitivo é uma cagada só. Se for dirigir(-se) ao banheiro... não beba.


Necessidade
Al√ī! Sargento J√ļlio, o cruzamento das ruas Maur√≠cio Sampaio e Pedro Nolasco, no bairro S√£o Jos√©, est√° precisando de um redutor de velocidades. S√°bado (26/07), √† tarde, um acidente entre uma caminhonete e um ve√≠culo Santana quase virou uma cagada geral ali naquele trecho, onde j√° ocorreram outros acidentes. Motoqueiros que descem do Carolina acreditam que a preferencial seja deles e n√£o param ali. Algo pior est√° pr√≥ximo de acontecer e n√£o bastasse isso, uma carreta costuma ficar estacionada a menos de dez metros da esquina, tirando a visibilidade dos motoristas.
- Dado o recado dos moradores daquelas imedia√ß√Ķes.

 

Reencontros
A confraterniza√ß√£o dos ACS (Agentes Comunit√°rios de Sa√ļde e de Endemias) proporcionou o reencontro dos contendores pol√≠ticos de 2.012. Queiram ou n√£o, trata-se de uma situa√ß√£o desagrad√°vel, como desagrad√°vel foi √† falta de algu√©m falar sobre quem realmente lutou pela efetiva√ß√£o dos ACS. O nome de Dinor√° tornou-se popular em Mato Grosso, gra√ßas √†s interven√ß√Ķes pol√≠ticas do deputado federal Valtenir Pereira, que lutou pela efetiva√ß√£o dos ACS em todo o estado de Mato Grosso. E ningu√©m, nem mesmo Dinor√° citou seu nome. Mas, como diz√≠amos, foi um reencontro dos n√ļmeros entre o 11 e o 55 e, inegavelmente, naquele evento tinha muito mais 11 que 55, ao menos desta vez.
- O líder do 11 foi elogiado, inexplicavelmente, por quê? Pelo que deixou de fazer?

Reencontros II

O dom da orat√≥ria √© realmente um sinal positivo, mas sem ferir suscetibilidades. O prefeito Jos√© Carlos da Silva n√£o fez mais que cumprir uma determina√ß√£o do Tribunal de Contas de MT ap√≥s consulta feita pelo deputado federal Valtenir Pereira, cujo nome passou ao largo daquele momento. Como m√©dico e colega de trabalho de muitas pessoas ali presentes, s√≥ quem conviveu com ele sabe. Como prefeito, foi omisso, permissivo e prometedor; prometia e n√£o cumpria, deixou os sal√°rios atrasados e o futuro do sistema previdenci√°rio est√° comprometido por m√° gest√£o de recursos do setor ou a que esse seria destinado. O elogio ao ex-prefeito soou desagrad√°vel embora √†s rela√ß√Ķes pessoais entre ele e os seus ex-colegas de trabalho s√≥ a eles competem saber se foram boas ou n√£o. Ent√£o, o elogio p√ļblico, se foi pessoal, parab√©ns. Se foi ao ex-prefeito, infelizmente, soou mal.
- As considera√ß√Ķes que deveriam ser feitas ao dr. Valtenir ficaram para depois, devido ao momento porque ele passa, nem t√£o pior assim que o do ex-prefeito JC.


Queimaduras
Nem lembraram que o deputado federal Valtenir Pereira existe. Numa reunião em que foram tratar da efetivação das ACS, a líder do movimento, Dinorá, quis bater de frente com o então prefeito José Carlos e sofreu o revide. Dali então, a conversa mudou e a representante do movimento chegou a dizer que apoiaria o candidato ZC à reeleição, em 2.011, é? E veio a campanha política, sem argumentos efetivos e positivos, criaram uma farsa de que o candidato Gilmarzinho não efetivaria ninguém e ainda tiraria a efetividade de quem já havia sido efetivado. Era tamanha a mentira, que a confraternização ali foi exatamente para agradecer a efetivação de quem já tinha ficado de fora da proposta original. Resta saber, quem está mais queimado politicamente, o ex-prefeito Zé Carlos ou o deputado federal Valtenir Pereira? 
- Na minha humilde opinião, o ex-prefeito Zé Carlos tem muito mais problemas a resolver e terá muito mais a explicar que o dr. Valtenir Pereira.

 
Queimaduras II 
Sal√°rios atrasados, press√£o sobre o funcionalismo e sobre os contratados para ir √†s reuni√Ķes pol√≠ticas que eram realizadas; deixou as contas municipais aos frangalhos e abandonou a prefeitura uma semana antes do seu mandato terminar. Ainda assim, o melhor elogio seria para o deputado federal Valtenir Pereira e n√£o para o "amigo" Z√©. E que amigo. O que prometia pela manh√£, a tarde j√° n√£o tinha mais efeito nenhum o que dissera. Demitiu muitas pessoas por ter rela√ß√£o de amizade com Gilmarzinho e sequer encarava os demitidos. Nos √ļltimos meses de 2012, estreitou cada vez mais a sua rela√ß√£o de amizade com o seu secret√°rio de Finan√ßas, esquecendo-se dos amigos com quem trabalhara por anos a fio. Aceitou ser candidato e s√≥ foi eleito pelo prest√≠gio pol√≠tico daquele a quem passou a desprezar uma vez no poder. Tanto, que demitia sem nem pensar, qualquer que fosse simp√°tico ao seu advers√°rio, esquecendo-se at√© da frase que pronunciara em 28 de agosto de 2.008, exatamente na resid√™ncia do sogro do desafeto que criaria gratuitamente: "Gilmarzinho, voc√™ n√£o pode nos abandonar neste momento, quando o barco √© todo nosso. Gilmarzinho, eu preciso de voc√™!".
- Aplausos ao dr. Valtenir Pereira e ao prefeito Gilmarzinho da Ecoplan, que realmente respeitaram e ainda respeitam essa valorosa classe de profissionais.

 

Pedro Taques
O senador Pedro Taques teve passagem discret√≠ssima por Nobres, hoje (27/07), pela manh√£, quando veio participar de encontro pol√≠tico nesta cidade. Pelo porte pol√≠tico do senador e pelas pretens√Ķes que aludem ter ele, foi muito discreta a sua estada aqui. Tem gerado muitos coment√°rios na m√≠dia uma suposta informa√ß√£o de que Pedro Taques estaria disposto a voltar para a vida civil como advogado, professor e palestrante. A decis√£o, segundo os portais de not√≠cias, teria algo a ver com marketing pol√≠tico. Repensar a pol√≠tica seria a sua estrat√©gia e de fato √© uma situa√ß√£o tamb√©m de cunho pessoal, considerando-se que toda a sua hist√≥ria de vida, constru√≠da com labor e dedica√ß√£o s√£o avaliadas de forma vil e rasteira no mundo da pol√≠tica. √Č um caso a pensar, considerando-se as futuras alian√ßas, com quem?
- Como disse em uma palestra realizada em Nobres, que a pol√≠tica precisa de homens de bem, mas muito que est√£o nelas n√£o a torna nada bem. Disse isso em rela√ß√£o a um certo Jos√© Carlos da Silva, bom m√©dico, que veio a se tornar um p√©ssimo gestor p√ļblico.


Papa Francisco
Em sua fala em uma de suas muitas apari√ß√Ķes p√ļblicas no Brasil, o Papa Francisco anunciou, suavemente: "Resgatar a pol√≠tica √© uma forma grande de caridade". Ainda vai levar um tempo para que certos pol√≠ticos assimilem essa ideia, a come√ßar pelo poder p√ļblico, que compra fiado e n√£o paga; que cobra rigorosamente os seus impostos e salda os seus compromissos por meio de precat√≥rios, um papel podre ofertado a quem o estado deve. Caridade com pal√°cios legislativos suntuosos e governadores levando cachorro, empregada e apaniguados em helic√≥pteros que custam R$ 7.800,00/hora?
- Francesco, questo non ci appartengono.


Nota P√ļblica
A administração municipal de Nobres fez divulgar nota em que o ponto principal da informação é a manutenção do respeito ao Poder Legislativo, para onde os repasses constitucionais legais são repassados rigorosamente todo dia 20 de cada mês. Tudo leva a crer que estaria havendo divergência no entendimento e que a causa seria falta de repasses, é isso? Tem credor alegando que já teria ouvido esse disparate, mas, onde? Ao que se sabe, a maioria absoluta dos parlamentares tem demonstrado boa relação com o Poder Executivo.
- De onde viria essa informação?


PSB na Geladeira
Ao se confirmar tudo o que se fala sobre o deputado federal Valtenir Pereira (PSB), a sigla, em Nobres, pode sofrer um duro golpe. √Č que alguns filiados j√° manifestavam interesse em deixar a sigla, muito antes desse rumoroso caso envolvendo o nome do parlamentar. A coisa est√° esquisita e tem muita gente caindo de pau em cima do parlamentar. Em Nobres, o PSB anda fraquinho e nada est√° t√£o ruim que n√£o possa piorar, a sigla vai perder for√ßa. Em n√≠vel nacional, est√° forte e n√£o depende apenas do prest√≠gio ou da popularidade de Valtenir Pereira.
- Seria ele uma vítima de fogo amigo?


Caça as Bruxas
Em Mato Grosso, onde a Lei já foi do 44, agora, parece que resolveram fazer justiça de forma mais imediata. Falou que é candidato ao governo... é sinal que vem bordunada. Blairo Maggi, Riva e quem mais vier, vão estar na alça de mira dos "news justiceiros". Será que não vão bater em Chico Daltro? Então, a palavra de ordem é dormir com um olho aberto e o outro fechado e decorar o texto: escreveu e não leu... o pau comeu". O deputado federal Valtenir Pereira parece que queria mijar fora da bacia e levou a sua bordunada. Quem apoia quem, esse é o texto a ser decorado.
- Se for contra os "justiceiros", vai levar cacete. "Muvuca governador", esse √© o nome. JAR (Jo√£o Arcanjo Ribeiro) vai de vice. √Č como diria o contestad√≠ssimo cantor Silvio Brito: "T√° todo mundo louco. √Ēba!".


Aqui se Faz...
... aqui se paga. Deu no portal M√≠dia News que: "Ap√≥s dois dias de julgamento, a Justi√ßa condenou os dois policiais militares que foram julgados pelos tr√™s assassinatos ocorridos em C√°ceres (225 kma Oeste de Cuiab√°). O caso ficou conhecido como a "Chacina do Fac√£o". Os PMs Orlandino Rodrigues Gomes e Jos√© Carlos Neves Gomes foram sentenciados a 51 anos e quatro meses de pris√£o cada um. A Justi√ßa determinou tamb√©m a perda dos cargos p√ļblicos dos dois militares, mandando ainda que o Comando da Pol√≠cia Militar seja comunicado para que tome as provid√™ncias pertinentes. O vendedor Valcir Soares de Jesus, foi condenado a 30 anos de pris√£o, por ter atuado como c√ļmplice na chacina. Os tr√™s foram condenados por dois homic√≠dios duplamente qualificados e um qualificado, al√©m de oculta√ß√£o de cad√°ver".
- Segundo se informa: "A chacina ocorreu no dia 18 de setembro de 2009. Foram executados Edinaldo Fraz√£o Bezerra, Alex Sandro Lopes de Ara√ļjo e Henrique Francisco Lopes a tiros. Em seguida, os PMs e o vendedor esconderam os corpos".

 

Avaliação
Em Rosário Oeste, conforme o site de notícias Agitos Rosário fez publicar: "SEGUNDO AVALIAÇÃO DE INTERNAUTAS, O PREFEITO JOÃO BALBINO OBTEVE NOTA BAIXA NOS PRIMEIROS SEIS MESES DE GOVERNO: EIS O RESULTADO: NOTAS DE 01 A 05: 780 VOTOS; NOTAS DE 06 A 10: 431 VOTOS. A MAIOR VOTAÇÃO FOI PARA A NOTA ZERO: 780 VOTOS. A NOTA 10 RECEBEU: 87 VOTOS". O governo do prefeito João Balbino ainda estaria em fase de reconhecimento de terreno e merece um voto de confiança da população local.
- Sendo assim, é parar para avaliar.

 

Na Contram√£o
Tem pol√≠ticos locais que andam com os nomes nos bastidores mais comentados que a presen√ßa de Francisco em terras brasileiras. N√£o me perguntem por que, mas muito se ouve falar de uns e outros por a√≠ e digo que n√£o seriam coment√°rios positivos e isso √© preocupante. Cai por terra a tese de que dinheiro n√£o traz felicidade, mas muito reclamam quando n√£o recebem ou quando est√£o sem ele. Dizem que dinheiro e sexo, quando n√£o se tem, mais se pensa neles... e olha que tem gente pensando mais em dinheiro que no pr√≥prio sexo. O que mais se ouve por a√≠ √© quase uma s√ļplica...
- ... me pague, por favor.


Conferência/Palestra
A 9¬™ Confer√™ncia Municipal de A√ß√£o Social, realizada em Nobres, no dia 25 de julho, revelou o interesse p√ļblico pelas confer√™ncias e ao mesmo tempo tamb√©m serviu √† avalia√ß√£o de conceitos atrav√©s das palestras proferidas pela Assistente Social Graciele Meira e o prof. e Controlador Interno Municipal Alysson Oliveira. Para Graciele Meira, infelizmente, ainda se pratica o assistencialismo atrav√©s dos "atravessadores", que usufruem de uma situa√ß√£o que se apresenta como l√≠quida e certa em favor do cidad√£o, as aposentadorias atrav√©s da Previd√™ncia Social Federal. Tem gente que se aproveita e at√© cobra do aposentado o primeiro m√™s da sua aposentadoria, s√≥ porque o toma pelas m√£os e o conduz ao balc√£o da previd√™ncia. Aposentadoria virou neg√≥cio?
- Na moleira.


Conferência/Palestra II
Com domínio de sala de aula, o CCI Alysson tem boa experiência em palestra e na 9ª Conferência de Municipal de Ação Social também obteve êxito no tema apresentado. A obrigatoriedade da realização das conferências sobre temas diversos como a que trata do Meio Ambiente, prevista para a primeira semana de agosto em Nobres abre um leque de possibilidades à discussão de problemas comuns ao cidadão nas suas comunidades, bastando ir e participar. Quem não vai, perde a chance da participação. Mas quem não vai, em corpo e alma, e dizem que ele esteve por lá, só se for através do dom da invisibilidade, incomum a nós, por aqui, no plano físico.
- Fostes?

Last Updated ( Wednesday, 04 September 2013 14:03 )

 

Trincheira XXXIII

Rede Social
Na p√°gina pessoal assinada na rede social, um dono de sal√£o de beleza em Nobres classificou as autoridades pol√≠ticas e administrativas locais de "palha√ßos", por conta da carreata na cidade para mostrar as ambul√Ęncias. A postagem encon


































































































































Last Updated ( Saturday, 20 July 2013 15:30 )

Trincheira XXXII

Futsal GG
Tem rolado umas partidas de futsal, nas quintas e s√°bados no Gin√°sio "Josefa Fialho" que soam como um desafio √†s leis da f√≠sica, pelo deslocamento desses corpos no espa√ßo como numa boa aula de F√≠sica sobre avi√Ķes, pousos a aterrissage





































































































































































Last Updated ( Sunday, 09 June 2013 13:49 )

Trincheira XXX

Contra Vereadores
Dono de uma agência de turismo, um empresário descaracterizou o papel do vereador no Facebook, em sua página de relacionamento pessoal ao lembrar que discursos bonitos e decorados sobre turismo não refletiriam a realidade e que "

























































































































































































































Last Updated ( Tuesday, 19 March 2013 15:52 )

Trincheira XXIX

Estudo Matem√°tico
A ordem dos fatores não altera o produto. Preocupado com essa propriedade matemática, em tese, o vereador Manoel Fermino Pinho (DEM) não demonstrou preocupação com o IPCA, mas com o tamanho da montanha, digamos, da dívida herd












































































































































































































































































Last Updated ( Wednesday, 20 February 2013 21:54 )

Page 5 of 11

TRINCHEIRA LIV

Troca de Farpas Todos estavam no mesmo barco para destronar Silval Barbosa (MDB), agora, todos se voltaram contra Pedro Taques e a união histórica entre PMDB e PFL volta a acontecer só que, com a maquiagem da mudança de nome embora os ocupantes das naus sejam os mesmos. A política mato-grossense

Raz√£o desconsiderada

O impasse gerado entre a categoria dos profissionais da Educa√ß√£o e o Executivo municipal est√° longe de terminar em Nobres. Nenhum dos dois lados cede e o prazo para que os alunos voltem a estudar est√° sendo esticado. As negocia√ß√Ķes est√£o emperradas e a crise entre educa√ß√£o e governo permane
Banner
Banner
Banner
Banner