You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

20/08/2018
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Editorial

Editorial

De sorte em sorte

Ao completar praticamente 10 meses de sua gest√£o administrativa, o prefeito Leocir Hanel (PSDB) vem contando com boa dose de sorte e algumas outras doses cavalares de aplica√ß√£o de conceito positivo sobre a administra√ß√£o p√ļblica. √Č quando muitos acreditam que v√° mal e outros tantos tor√ßam para que d√™ tudo errado, o conceito se altera e a popularidade, se n√£o √© das melhores, n√£o desce a n√≠veis indesej√°veis.

Mas nem tudo permanecerá imutável e nem sempre se colherá flores. Será preciso agregar em torno de um trabalho que vem dando resultados, graças a uma máquina encontrada senão enxuta, mas com bem menos dívidas que se encontrou em janeiro de 2013, a partir da avaliação de uma malfadada reeleição do então prefeito José Carlos da Silva.

A administra√ß√£o do prefeito Jos√© Carlos da Silva em que pese ter admiradores, foi aquela que ‚Äúpatrolou‚ÄĚ interesses do funcionalismo p√ļblico municipal, ainda que tenha dado aval para a cria√ß√£o de um PCCS da Educa√ß√£o que mais ajudou que atrapalhou. Nada suficiente para que fosse abandonado na hora em que mais precisava.

Querendo uns e outros n√£o, o funcionalismo p√ļblico municipal merece respeito e deve ser tratado dessa forma, com a percep√ß√£o de que dentro da estrutura de governo tenha uma seguran√ßa nas propostas que s√£o real√ßadas pela administra√ß√£o que det√©m o poder pol√≠tico.

Em 2.008, com o desgaste necess√°rio de um governo com dois mandatos, a classe dos servidores p√ļblicos municipais foi como uma esp√©cie de term√īmetro pol√≠tico eleitoral, com influ√™ncias negativas sobre as pretens√Ķes do governo. Ao final de 2.004, calhama√ßos de informa√ß√Ķes foram repassadas ao candidato advers√°rio em um per√≠odo em que, pela primeira e √ļnica vez, se teve aqui um programa eleitoral gratuito pela tev√™. Naquela elei√ß√£o, o candidato governista foi torpedeado, principalmente pela perf√≠dia daqueles que passaram informa√ß√Ķes privilegiadas ao advers√°rio.

Ainda assim, a reeleição ocorreu e foi bem sucedida, apesar da conspiração urdida nos bastidores.

Retroagindo para o ano de 2.000, at√© hoje repercute a est√≥ria da panfletagem ap√≥crifa que se abateu sobre o plano de reelei√ß√£o daquele ent√£o prefeito. O tal ‚Äúpanfleto verde‚ÄĚ caiu como uma bomba sobre o governo, mal acompanhado de uma s√©rie de not√≠cias negativas, comuns a esses per√≠odos.

Acreditar que o funcionalismo p√ļblico municipal possa ser chutado a qualquer momento, feito ‚Äúcachorro morto‚ÄĚ, nunca foi bom neg√≥cio.

Essa classe, se não é apocalíptica ao menos termométrica tem sido, capaz de medir os níveis febris ou de euforia de um governo, podendo frear qualquer fleuma.

Em Nobres, inegavelmente, existe uma esp√©cie de s√≠ndrome ou ‚Äúcaboge‚ÄĚ, sortil√©gio, que seja, sobre uma pasta governamental, que √© quando se passa por aquele estreito caminho, se sai dali ‚Äúchamuscado‚ÄĚ e se torna a pessoa mais indesejada, principalmente no que se refere a palanques pol√≠ticos. √ā¬†

Ent√£o, s√£o esses fen√īmenos (naturais ou sobre...) que ocorrem em gest√£o administrativa que nos levam a avaliar que apesar da sorte, com ela n√£o se brinca e nem com o funcionalismo p√ļblico municipal, sob risco de se acabar como est√° o atual comando administrativo do Estado que assumiu o poder com popularidade em alta e parece que caiu em desgra√ßa.

Se se est√° bem na fita, vamos valorizar o que se tem em m√£os, evitando as m√°gicas e as prestidigita√ß√Ķes, levando em conta que as premoni√ß√Ķes j√° foram reveladas. √ā¬†√ā¬†

 

As ‚Äúminas‚ÄĚ de Nobres

O munic√≠pio de Nobres esconde um enorme tesouro, encravado na explora√ß√£o mineral e que gera um dos principais produtos para a atividade que fomenta o agroneg√≥cio. O calc√°rio extra√≠do aqui h√° d√©cadas sem que esse ‚Äúproduto‚ÄĚ, altamente neces

Gest√Ķes e rupturas abruptas

Administrar um munic√≠pio nem sempre o √© pela √≥tica do hoje, deixando que amanh√£ tudo se resolva, ‚Äúautomaticamente‚ÄĚ. N√£o. N√£o se trata de uma frase solta e meramente subjetiva, mas uma gest√£o tem que ser pol√≠tica e administrativa, de modo

Exame e reexame

A administra√ß√£o municipal de Nobres esteve reunida na sexta-feira, 11 de agosto de 2017, no per√≠odo da tarde, para avaliar como foi o primeiro semestre do come√ßo de suas vidas no setor p√ļblico. Prefeito e secret√°rios sentaram √† mesa para conhe

Jornal 27 Anos

Em julho de 1.990, o jornal Tribuna de Nobres come√ßava a circular e cinco anos depois j√° estava com sede pr√≥pria na cidade de Nobres. O dia era o mesmo 22 de julho e 27 anos depois, estamos aqui, superando as adversidades e as dificuldades econ√īm

Page 2 of 27

TRINCHEIRA LIV

TV Sujeita... ... a chuvas e trovoadas. E l√° naquele estabelecimento, o torcedor do Flamengo foi pra ver o jogo contra o Gr√™mio, aproveitando para degustar um bom vinho. E quando o Flamengo ia ao ataque, o vento derrubava o cabo de vassoura que segura a antena. Malandramente, o cabo de vassoura ca√

Raz√£o desconsiderada

O impasse gerado entre a categoria dos profissionais da Educa√ß√£o e o Executivo municipal est√° longe de terminar em Nobres. Nenhum dos dois lados cede e o prazo para que os alunos voltem a estudar est√° sendo esticado. As negocia√ß√Ķes est√£o emperradas e a crise entre educa√ß√£o e governo permane
Banner
Banner
Banner
Banner