You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

12/11/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Colunas Opinião

Opinião

O MENSALÃO E OS LADRÕES

O MENSALÃO E  OS LADRÕES  1 – Será que não é hora de implantar "quarentenas" para ex-presidentes, ex-prefeitos e ex-governadores, para que eles assumam definitivamente que o seu tempo legal passou e assim, possam cair na real, diminuindo as suas interferências sobre as instituições como o STF, na tentativa de nulificar as iniciativas dos tribunais em relação a julgamentos, ou mesmo, com intromissões nas decisões de assunto reservados as autoridades executivas legitimamente eleitas para dirigir a Nação;

 

2 – Será que não é hora de começar um grande debate sobre a necessidade de exigir grau de escolaridade para todos os níveis de cargos eletivos de acordo com a sua importância, como é exigida nos editais para concursos públicos, como é exigido desde Gari até Juízes;
3 – Será que não já passou da hora, de acabar com indicações para o os ministros do STF e para quaisquer outros Tribunais Justiça (Desembargador); TCE e TCU (Conselheiros).
Poderia até haver indicações nos Tribunais, através da OAB, dos poderes Executivos e Legislativos, mas deveria ser aberto para todos os profissionais que estejam qualificados com Notório Saber para exercer o Cargo que é Público, e que os indicados juntamente com os habilitados, necessariamente deveriam passar pelo concurso de títulos e de capacitação específica, além da clássica investigação social, deixando de lado a sabatina do poder legislativo. Enquanto houver indicação do Presidente da República e dos Governadores com certeza diminuirá a imparcialidade e aumentará a suspeição. (já que o indicador "se acha" eternamente dono do cargo); Esse critério atual tem que ser revisto, com urgência.
Os podres poderes ou poderes podres, aplicam sempre a tática do empirismo da malandragem:
1 - NEGAR O FATO; e se dizendo extremamente magoados e tristes com acusações infundadas. Se der certo fica absolvido pelo julgamento popular, e se não der certo, pelo menos minimiza o impacto;

2 - DESQUALIFICA o acusador. Apresenta dossiê jogando-o na vala comum; se não der certo novamente;
3 - COLOCA TODOS NO MESMO BALIO. Como se as Doutas Cortes não tivessem representatividade para julgar, visto que alguns dos seus membros estão sob falsas suspeitas.
Felizmente, a Galinha queimou os pés, porque as instituições hoje no Brasil estão fortes e independentes mesmo.
Depois de 05 longos anos, hoje dia 02 de Agosto de 2012, entrar para a história, pois todos os ladrões serão julgados e irão responder pelos crimes como desvio de recursos públicos, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e peculato.
Economista Wilson Carlos Fuá – É Especialista em Administração Financeira e Recursos Humanos

 

ELEIÇÕES 2012- PARA QUEM IRÁ O SEU VOTO?

ELEIÇÕES 2012- PARA QUEM IRÁ O  SEU VOTO?

O PT E AS CONCESSÕES

               O PT E AS CONCESSÕES

PAINEL POLÍTICO

PAINEL POLÍTICO

Last Updated ( Friday, 13 July 2012 21:27 )

MUITOS PREFEREM ANDAR NU

MUITOS PREFEREM ANDAR NU
Page 8 of 25

Trincheira LVI

Sem Rumo Tem gente dando pulos por conta do mais absoluto repensamento de objetivos. Não sabe se vai ou se fica, mas a verdade é que a Lei Eleitoral mexe com muita coisa na política paroquial e alguns partidos serão meramente figurantes nas próximas eleições municipais. Se não houver uma reav

Rumos e Definições

A política municipal em Nobres parece que converge para um rumo que difere completamente do sistema político nacional. Longe da crise de confiança estabelecida no cenário nacional a partir da corrupção que ainda é marca nacional e a política exercida sorrateiramente por antigas cobras de um
Banner
Banner
Banner
Banner