You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

19/07/2018
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Colunas

Colunas

Elo de solu√ß√Ķes

Os interesses de Ros√°rio Oeste e de Nobres se confundem e h√° muito mais coisas em comum que esses dois munic√≠pios precisam compartilhar em face da proximidade e pela rela√ß√£o de vizinhan√ßa. Uma pol√≠tica de boa vizinhan√ßa vem sendo pregada pelo prefeito Gilmarzinho da Ecoplan, cobrado, recentemente, por um mun√≠cipe da Forquilha do Rio Manso em rela√ß√£o a medicamento nos postos de sa√ļde.

O prefeito de Nobres √© de opini√£o que um compartilhamento de a√ß√Ķes na √°rea da sa√ļde poderia facilitar a vida dos cidad√£os a partir de uma troca de ideias entre secret√°rios da mesma pasta em face da necessidade maior do mun√≠cipe que est√° atr√°s de rem√©dio ou de atendimento m√©dico.

A ponte sobre o Cuiabazinho, ligando a Forquilha do Rio Manso √† √°rea central da cidade de Nobres √© o socorro comercial mais pr√≥ximo, em sa√ļde, atendimento m√©dico hospitalar e onde se adquire produtos agropecu√°rios, g√™neros aliment√≠cios e bens de consumo, combust√≠veis e outros. Diz-se que isso s√≥ beneficiaria a Nobres, mesmo sabendo que o ICMS n√£o seja um imposto municipal. A quest√£o √© mesmo geogr√°fica e uma gest√£o compartilhada pode beneficiar a brasileiros e mato-grossenses, independente do seu domic√≠lio.

A luta do l√≠der rural Tito da Forquilha n√£o tem sido f√°cil pela ponte, pelas estradas, pela sa√ļde dos comunit√°rios e a sua posi√ß√£o pol√≠tica, a sua cor partid√°ria tem a ess√™ncia de uma batalha por cada mun√≠cipe que precisa do poder p√ļblico e de suas a√ß√Ķes, independentemente dos limites territoriais.

Cerca de oitenta fam√≠lias √† merc√™ da sorte e a espera de uma m√£o amiga para ajudar nessa dif√≠cil travessia, de l√° par c√° e daqui para acol√°, levando na bagagem apenas o suficiente para viver dignamente. Estradas ruins, dist√Ęncia avantajada da sede do munic√≠pio e mais pr√≥xima de algu√©m que possa socorrer, desde que a ponte se mantenha em p√©, permitindo o ir e vir legalmente constitucional.

J√° faz algum tempo que vemos a velha mania de deitar remendo de pano velho em tecido novo, ou seja, de remendar a ponte de madeiramento velho com algumas poucas vigas novas, num eterno ‚Äėmaquiamento‚Äô da realidade, de que √© preciso romper com antigas e esp√ļrias atitudes.

H√° alguns meses atr√°s, em Santa Rita do Trivelato, o governador Pedro Taques mandou um duro recado a uns e outros, prometendo acabar com o que ele considera como sendo a ‚Äúind√ļstria das pontes de madeira‚ÄĚ.

√Č mais ou menos isso que est√° caracterizado na ponte da Forquilha, pelo que o l√≠der rural Tito da Forquilha recorreu ao deputado Romualdo J√ļnior, para intermediar uma reuni√£o com o governador Pedro Taques e cogitar o in√≠cio do rompimento com a citada ind√ļstria das pontes de madeiras e rogar por uma solu√ß√£o melhor que essa que vemos, ano ap√≥s ano, da amea√ßa de ver a ponte rodar... feito maxixe no Coxip√≥.

√Č quase folcl√≥rica a cita√ß√£o, de que basta o rio encher para que a ponte ameace ruir. Como tamb√©m tem sido recorrente a afirma√ß√£o de que a ponte s√≥ interessaria a Nobres, o que de certa forma tem sentido, j√° que na vis√£o da comunidade rural da regi√£o da Forquilha, o o√°sis est√° logo ap√≥s a ponte... de l√° para c√°. √ā¬†

 

Obra paralisada e descaso

Já passava da hora de o prefeito Gilmarzinho da Ecoplan tomar uma atitude em relação ao descaso com que o Ministério do Turismo vem tratando a administração municipal de Nobres. Tantos os empecilhos para o resgate de um convênio formalizado na








Respeito ao povo rural

As a√ß√Ķes desenvolvidas na zona rural, no que dependa da participa√ß√£o do setor p√ļblico municipal, est√£o dentro dos par√Ęmetros estabelecidos pela administra√ß√£o municipal. Nunca o setor rural recebeu tamanha e tanta aten√ß√£o de uma gest√£o p√ļ

A droga roubando a puberdade

Para os mais frios e habituados com os dados estatísticos, esse foi mais um caso a acrescentar na lista das vítimas das drogas. Para a família da jovem morta por esganadura em Nobres, foi e ainda é a perda irreparável de uma ainda menina e já t

TRINCHEIRA XLIV

Batendo à Porta

Integrantes da CPI da Sonega√ß√£o Fiscal foram parar em um endere√ßo onde, supostamente, funcionaria uma empresa que opera com gr√£os do famoso mercado de ‚Äúcommodities‚ÄĚ do agroneg√≥cio ‚Äúda China‚ÄĚ. Eis que os deputados estaduai



































































































































Last Updated ( Wednesday, 03 February 2016 18:55 )

De louco...

‚ÄúDizem que de louco todo mundo tem um pouco‚ÄĚ, segundo Augusto Branco. Como nem sempre √© poss√≠vel ganhar notoriedade por assumir posturas normais e ter atitudes iguais a de todo mundo, o cidad√£o tira uma onda de louco e produz o que lhe vem √†

Pré-requisitos básicos

Quem ser√° o futuro prefeito de Nobres? Qual √© o perfil do futuro gestor? O que se espera de um candidato a candidato? E como estar√° o munic√≠pio para receber esse novo gestor? S√£o questionamentos que surgem a partir do momento em que as paix√Ķes









‚ÄúVem, e segue-me...‚ÄĚ

A transfer√™ncia do governador Pedro Taques, do PDT para o PSDB, pode provocar uma revoada em dire√ß√£o ao ninho tucano, o mais novo abrigo daqueles que j√° se habituaram ao ritual de acompanhar prociss√£o, ainda que a sua ‚Äúf√©‚ÄĚ pol√≠tica n√£o se

Crise literal

A situa√ß√£o atual em que vive o estado brasileiro j√° n√£o √© apenas econ√īmica, mas avan√ßou pelo campo pol√≠tico, social e moral de consequ√™ncias desastrosas para o povo. A cada dia uma nova descoberta de casos de corrup√ß√£o e nem mesmo o futebo







Page 6 of 37

TRINCHEIRA LIV

Troca de Farpas Todos estavam no mesmo barco para destronar Silval Barbosa (MDB), agora, todos se voltaram contra Pedro Taques e a união histórica entre PMDB e PFL volta a acontecer só que, com a maquiagem da mudança de nome embora os ocupantes das naus sejam os mesmos. A política mato-grossense

Raz√£o desconsiderada

O impasse gerado entre a categoria dos profissionais da Educa√ß√£o e o Executivo municipal est√° longe de terminar em Nobres. Nenhum dos dois lados cede e o prazo para que os alunos voltem a estudar est√° sendo esticado. As negocia√ß√Ķes est√£o emperradas e a crise entre educa√ß√£o e governo permane