You must be live and work in the UK Payday loans Have a history of poor borrowing

Tribuna de Nobres

24/05/2019
Tamanho do texto
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Colunas

Colunas

‚ÄúFiat Lux‚ÄĚ sobre as nossas esperan√ßas

Mais uma vez a cidade de Nobres vive os sobressaltos na conturbada rela√ß√£o entre o setor p√ļblico e o privado na quest√£o da sa√ļde. Essa ‚Äúincompatibilidade de g√™nios‚ÄĚ j√° dura mais de duas d√©cadas e todos os gestores que passaram por Nobres nesses √ļltimos anos tiveram que se dobrar aos des√≠gnios do setor privado na √°rea da sa√ļde p√ļblica.

O hospital conveniado, Laura de Vicu√Īa, desta vez, cobra regularidade nos repasses aditados em contrato, e o munic√≠pio aponta crise sem precedentes na economia, que afeta a maioria dos munic√≠pios brasileiros nesta segunda fase da era Dilma Roussef, recheada de altas nos pre√ßos, corrup√ß√£o e revolta da popula√ß√£o por conta dos aumentos abusivos nos pre√ßos dos combust√≠veis, t√£o logo se tenha cometido mais um dentre os muitos ‚Äúestelionatos eleitorais‚ÄĚ perpetrados no Pa√≠s das promessas.

Aqui, diante das nossas rogativas paroquiais, os problemas financeiros s√£o discutidos ao melhor estilo de um ‚Äúcongresso de lavadeiras‚ÄĚ, √† beira rio, com muito bl√°-bl√°-bl√° e informa√ß√£o levada de boca em boca acerca da escassez de dinheiro e das crises de relacionamento por conta do tal ‚Äúvil metal‚ÄĚ.

A dire√ß√£o administrativa do hospital conveniado atira para todos os lados e bota a boca no trombone, pressiona e fala at√© o que n√£o deve a um setor da imprensa √°vido pelas not√≠cias que n√£o sejam nada alvissareiras. Recentemente, por conta desse muito falar, entrou em cena a informa√ß√£o indesejada de que o paciente √© tratado √† luz da Lei de Tali√£o... olho por olho, dente por dente. Se for mal educado, ser√° tratado assim. Se for polido, igualmente, ser√° tratado com diplomacia e aos olhos do sistema ‚Äúbig brother‚ÄĚ, instalado para captar os n√≠veis de educa√ß√£o de quem anda correndo atr√°s de melhorar a pr√≥pria sa√ļde.

O muito falar n√£o introduz na mente de ningu√©m que o cidad√£o comum seja obrigado a entender de Protocolo de Manchester e que o seu estado de sa√ļde requer, antes de tudo, pr√©-avalia√ß√£o sobre os seus conceitos acerca da boa educa√ß√£o, ainda que as dores abdominais, febres ou disenterias estejam lhes facultando a raz√£o e esteja possu√≠do apenas pela emo√ß√£o.

Mas, sem fugir do assunto, o tema principal agora √© falta de dinheiro e aquele que exerce a intermedia√ß√£o e paga, reconhece a d√≠vida, mas tamb√©m lembra que havia um protocolo firmado em que a contrata√ß√£o n√£o poderia ultrapassar o limite do ‚Äúimpag√°vel‚ÄĚ, evitando-se com isso que n√£o ficasse aquele saldo estratosf√©rico deixado pelo governante passado, quitado por quem herdou o caos.

A quebra de protocolos, de reconhecida pen√ļria financeira e o de Manchester, que imp√Ķe ao cidad√£o uma paci√™ncia incomum quando ele mais precisa... na hora da sua morte e antes do am√©m, poderia levar todos a uma reflex√£o, de como sobreviver em tempos de crise sem lan√ßar m√£o do muito falar, que n√£o resolve e nunca resolveu problema algum.

Ent√£o, o atual governante, Sebasti√£o Gilmar L. da Silva, √© mais um que enfrenta essa mesma procela, de anos a fio; agora, com todas as ora√ß√Ķes direcionadas para a luz que foi acesa l√° no fundo do t√ļnel pela alta c√ļpula do Rotary Club de Nobres. Seria o farol de todas as esperan√ßas e ora√ß√Ķes depositadas por todos aqueles que desfraldam as bandeiras da f√© de que um dia em Nobres se estabelecer√° um novo marco em sa√ļde, longe dos protocolos que tolhem vontades e sepultam as mais verdes das esperan√ßas.

 

Tráfego pesado, buracos e críticas

A cidade de Nobres convive h√° anos com um ‚Äújogo de empurra‚ÄĚ intermin√°vel da classe pol√≠tica e os resultados pr√°ticos disso tudo est√£o nas avenidas centrais da cidade, onde os buracos proliferam a cada esta√ß√£o chuvosa e onde est√£o implanta

TRINCHEIRA XLI

Cenário em Transição

A mudan√ßa de partido do governador Pedro Taques, saindo do PDT para o PSDB ou PSB pode provocar mudan√ßas consider√°veis no cen√°rio pol√≠tico mato-grossense e por aqui, por Nobres, caso ele prefira tucanear. Como ser√° que v√

Last Updated ( Wednesday, 08 April 2015 01:10 )

Do lado de c√° do horizonte

A cidade de Nobres ou qualquer outra do interior do Brasil que tenha um gestor que preze pelo voto do eleitor, n√£o vai, jamais, executar obras que n√£o sejam vistosas, fara√īnicas ou estilosa, feito um elefante branco na paisagem de alguma savana, p

No nosso tempo...

No nosso tempo...
Read more...

E no Jardim do √Čden...

Há um certo tempo atrás, em busca de votos dos eleitores de Nobres, um candidato teve a infelicidade de citar uma frase que se tornaria desagradável com o tempo, numa comparação absurda e equivocada entre Bonito, no Mato Grosso do Sul, e Nobres,

Pais salvem seus filhos que a guerra vai começar

Violência nos estádios gera morte. Estamos indignados e contra a violência no futebol, que tem ganhado as ruas na forma de brigas violentas entre torcidas organizadas.

         Membros de torcidas organizadas têm usado a internet para marc

‚ÄúTentativa de Defini√ß√£o‚ÄĚ

Uma boa mem√≥ria √© aquela capaz de resgatar fatos do passado sem perder o foco no tempo presente. E, de repente, veio-nos √† mem√≥ria essas palavras, repetidas pelo inesquec√≠vel jornalista/radialista Alves de Oliveira, em sua ‚ÄúCr√īnica do Meio Di

O que Nobres espera

Independentemente de quem seja o futuro governador de Mato Grosso, a população de Nobres espera que os nossos deputados, que serão eleitos e reeleitos, deixem de se utilizar do município e de sua gente apenas para conquistar votos e ludibriar a a

Page 9 of 38

Trincheira LV

Palpite A√≠? Acusado de vender senten√ßa, o juiz de MT, Evandro St√°bile, al√©m da tornozeleira eletr√īnica, est√° proibido de frequentar qualquer ZBM, boteco ou arriscar jogar uma caixeta, pif-paf ou truco. Nem arriscar fazer uma fezinha no Le√£o ele est√° podendo, dar palpites para o milhar, menos

Economia ou oportunismo?

Apesar do clima de desconfiança que ronda o interesse dos políticos pela PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que trata da prorrogação do mandato de prefeito e vereadores até o ano de 2.022, há uma forte de tendência de que o objetivo possa ser alcançado. A proposta, de autoria do deput