Os 54 Anos de Nobres

Tuesday, 16 April 2019 21:49 administrator
Print

O município de Nobres completa 54 anos de história com alterações panorâmicas significativas e perceptíveis aos que passam pela sede do município. São realizações de pequeno custo, muitas delas com recursos próprios que colocam a cidade com a imagem de localidade turística.

A implantação do voucher eletrônico é uma conquista que vem sendo alardeada e a administração municipal empenha-se no processo de transformação da geografia da cidade, criando uma atmosfera de boas vindas de maneira paulatina, sem aquelas obras faraônicas, de resultados pífios no frigir dos ovos.

A zona rural receberá uma Unidade de Saúde construída nos últimos meses, assim como as escolas da rede municipal foram revitalizadas, a subprefeitura ganhará uma sede revitalizada, onde também a comunidade ganhará uma feira do produtor e na área urbana calçadas, academia ao ar livre e ciclovia na avenida Getúlio Vargas são pequenas realizações que contribuem para o bem estar bem da população.

A rua Maximiano da Fonseca terá trecho pavimentado e deve ser licitada a obra de drenagem e pavimentação da av. Mário Abraão, abandonada que foi pela empresa que iniciou os trabalhos.

Não é tudo e há um clamor pelos bairros periféricos que sofrem com alagamentos, mas a administração municipal não dispõe de valor para custeio de obras de drenagem com apenas os recursos próprios. Para que isso aconteça há a necessidade de alocação de recursos federais que ainda assim não atenderá a toda demanda reprimida.

Rumores extra-oficiais dão conta de que a reeleição está sendo encaminhada, mas ainda muito o que fazer para que o prefeito Leocir Hanel atinja os objetivos propostos, principalmente no campo político, onde terá que se reinventar, buscando alternativas que não sejam as que atualmente estão em curso. Ou seja, pratica-se uma gestão técnica, mas o lado político ainda não se fez sentir.

É nesse terreno que as melhores gestões costumam derrapar e queira ou não, a atual administração conta com poucos estrategistas e se algo vem sendo feito, o correto é redobrar as ações para o lado político de modo que este não crie uma penumbra sobre o que se faz de boas práticas administrativas.

Nos bastidores há um silencioso ranger de dentes de pessoas que estão prontas a catapultar a administração municipal. Acreditar que não haverá forças contrárias é como esperar por Papai Noel chegando pela chaminé.

Mas é possível comemorar os 54 anos de emancipação política do município e isso está sendo organizado com o anúncio de shows populares, baratos, à moda da casa, de modo que toda a população marque presença e participe de eventos que simbolizam aquilo que já se fez, o que está sendo feito e o que se pode fazer por Nobres desde Nelson Nonato (01.01.1964 a 30.04.1964) até o atual prefeito, Leocir Hanel, que assumiu em 1.º de janeiro de 2017.

É Nobres sobre o crivo da sua população, com avaliações positivas, outras contrárias e aquelas reações dos que parecem conformados com a sorte que tem.

Como não há mágica, é ilusória a percepção de que se pode fazer muito a partir de meras conjecturas expostas em redes sociais. Não há governos meramente imaginários e os que passaram esse período das suas vidas como governantes, sabem que a missão é árdua e que mesmo as melhores estratégias, elas falham ao menor sinal de desgosto popular ou por não saber fazer o que realmente se deve fazer.

Mas é preciso seguir em frente porque atrás vem gente. Há muita história e nesses 54 anos também tivemos estórias, muitas gloriosas e algumas mal contadas que recaíram no bolso da população. Trocados em miúdos - maus governos, só de balelas.