Integrantes do DEM não andam falando a mesma língua

Thursday, 13 January 2011 12:02 Benedito
Print
DEM_1_640x250A percepção sobre os últimos acontecimentos políticos em Nobres deixam antever pontos difusos na relação entre os democratas locais. Por um lado, os vereadores Manoel Fermino Pinho e José Dias Filho (foto), empossados como presidente e 1º Secretário da Mesa Diretora, respectivamente, parecem muito à vontade junto ao governo. Após a eleição à Mesa Diretora, portas parecem ter sido abertas ao DEM, que estaria articulando a filiação de alguns nomes e até fala-se em suposto convite ao prefeito Zé Carlos, para que vá para o partido ao qual pertencem os líderes no Legislativo.
Mas há uma leitura dos fatos que se nos parece preocupante e heterodoxa a partir dos posicionamentos assumidos pelo ex-prefeito Devair Valim de Melo, que parece não querer ver essas portas abertas aos companheiros. À vontade junto ao governo, os parlamentares municipais do Democratas ainda nem tiveram tempo de "ouvir" os rumores que vem de fora e que são patrocinados pelo colega Devair Valim, que parece pintado para a guerra contra o mesmo governo onde estão os companheiros.
A entrevista de Devair a este mesmo jornal sugere fatos que não combinam com a linha de pensamento dos colegas partidários. Não bastasse o PP enfrentar verdadeira crise de identidade no município e o prefeito acreditar que ao lado de um bloco de coalizão possa encontrar um mínimo de paz, eis que a insurgência de Devair Valim pode causar desequilíbrio nessa relação que nem bem começou.
As articulações do vereador Manoel Fermino, momentaneamente, dão-lhe uma certa superioridade a partir da aproximação com os irmãos Dilceu e Dilmar Dall Bosco, sendo que o primeiro pode se tornar presidente regional da sigla democratas. Já o ex-prefeito Devair Valim fala em choque com o governo de Zé Carlos e até ameaça de expulsão aqueles que não conjuminarem com a sua linha de ação.
No que vai dar isso ninguém sabe, mas até prova em contrário, um pacto pela tentativa de razoável governabilidade terá sido melhor que a rota de colisão. Em dois anos Fermino e Bacalhau se mantiveram no ostracismo em relação ao governo, e agora que há essa possibilidade de aproximação, ainda que mínima, eis que um ventilador pode ser ligado na direção da farofa.